A religiosidade em Pompeia: Memória, sentimentos e diversidade

  • Renata Senna Garraffoni
  • Pérola Sanfelice
Palavras-chave: Pompeia, Pinturas, Memórias, Sexualidade, Religiosidade

Resumo

No presente artigo propomos refletir acerca de dois grandes desafios que, de uma maneira ou de outra, tangenciam nossas pesquisas enquanto estudiosas do mundo romano: quais memórias sobre o passado romano estamos construindo e qual sua importância para nós que vivemos em um contexto brasileiro em pleno século XXI, permeado de tantos conflitos religiosos e de gênero.  Para tanto, optamos por apresentar um debate acerca das pinturas parietais de Pompeia, focando em algumas imagens que mesclam religiosidade e sexualidade. O que esperamos, com essa abordagem, é chamar atençáo para a potencialidade de Pompeia tanto como um lugar de memória da diversidade cultural romana como de fruiçáo da relaçáo entre eu e o outro, entre presente e passado. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-12-2011
Como Citar
GARRAFFONI, R. S.; SANFELICE, P. A religiosidade em Pompeia: Memória, sentimentos e diversidade. Mneme - Revista de Humanidades, v. 12, n. 30, 13 dez. 2011.