Literatura e o trabalho tradutório em “As Meninas”, de Lygia Fagundes Telles

  • Julia Maria Raposo Gonçalves de Melo Larré UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
  • Suzana Gomes da Silva FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE - ESPECIALISTA EM METODOLOGIA DA TRADUÇÃO DE LÍNGUA INGLESA
Palavras-chave: Tradução Literária. As Meninas. Readequação enunciativo-linguístico-discursiva.

Resumo


Este trabalho busca compreender quais as decisões que o tradutor precisa tomar frente a textos literários que apresentam enunciados que fazem sentido apenas quando consideradas dentro de seu contexto cultural e linguístico. O corpus da análise foi a tradução para o inglês americano do romance As Meninas (The Girl in the photograph) de Lygia Fagundes Telles, realizada por Margaret A. Neves. Buscou-se discutir se, entre as escolhas da tradutora, ocorreram distorções de adequação vocabular ou mudanças semânticas que poderiam descaracterizar a obra. Este trabalho tem por base teórica estudiosos da tradução como Meschonnic (2007), Arrojo (2003), Paz (2009), Rónai (1981 e 2012) e Bassnett (2005). Como resultados finais, propusemos a readequação linguístico-discursiva de acordo com o contexto enunciativo de alguns dos trechos que consideramos como inadequados, estabelecendo novas possibilidades de tradução para a obra.

Literatura e o trabalho tradutório em “As Meninas”, de Lygia Fagundes Telles

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julia Maria Raposo Gonçalves de Melo Larré, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
PROFESSORA ADJUNTA DE LINGUA INGLESA - UFRPE - UNIDADE ACADÊMICA DO CABO DE SANTO AGOSTINHO
Suzana Gomes da Silva, FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE - ESPECIALISTA EM METODOLOGIA DA TRADUÇÃO DE LÍNGUA INGLESA
PÓS-GRADUADA PELA FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE - CURSO METODOLOGIA DA TRADUÇÃO DE LÍNGUA INGLESA.
Publicado
03-04-2017
Como Citar
LARRÉ, J. M. R. G. DE M.; DA SILVA, S. G. Literatura e o trabalho tradutório em “As Meninas”, de Lygia Fagundes Telles. Revista Odisseia, v. 2, n. 1, p. p. 93 - 112, 3 abr. 2017.
Seção
Artigos