A mesclagem conceptual e a construção morfológica na interpretação do poema cidade/city/cité, de Augusto de Campos

Palavras-chave: Construção morfológica, Mesclagem, Poética cognitiva

Resumo


Este trabalho, que é parte de dissertação defendida em 2019, na Fale/UFMG, apresenta a analise do poema cidade/city/cité, de Augusto de Campos, buscando demonstrar como o ferramental teórico da Linguística Cognitiva se presta a descrever processos necessários à interpretação dos mais variados tipos de produção linguística, incluindo a poética. Assim, o estudo se encaixa na linha de investigação da poética cognitiva. O poema é composto de um único neologismo que pode ser decomposto em vinte e oito palavras, que formam inputs numa rede de mesclagem conceptual. O mapeamento entre os inputs revela uma estrutura abstrata a ser projetada no espaço genérico dessa rede. Essa estrutura abstrata indica a existência de uma construção morfológica do Português. O estudo, portanto, atinge o objetivo de demonstrar a aplicabilidade do referencial teórico adotado na descrição de processos demandados na interpretação do tipo de texto analisado, bem como corrobora premissas da gramática de construções e indica a existência de uma construção morfológica na língua portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
08-11-2019
Como Citar
COSENZA, H. A mesclagem conceptual e a construção morfológica na interpretação do poema cidade/city/cité, de Augusto de Campos. Revista Odisseia, v. 4, n. 2, p. p. 111 - 130, 8 nov. 2019.
Seção
Artigos