Por uma epistemologia da sexualidade na literatura contemporânea

Palavras-chave: Epistemologia. Dispositivo. Sexualidades. Literatura brasileira contemporânea.

Resumo


O artigo propõe-se a discutir o esboço de uma epistemologia da sexualidade aplicada aos estudos da literatura, sobretudo a que se inscreve na contemporaneidade, tendo como pressupostos teóricos dois conceitos de Foucault: episteme, formulado em As palavras e as coisas (1966), e dispositivo, apresentado em História da Sexualidade I (1976). O estudo apresenta um vocabulário conceitual que têm servido de ferramentas para a análise das personagens no campo da ficção. Desse modo, interseccionalidade, masculinidade/virilidade, feminino, identidades de gênero, queer, performatividade e heteronormatividade compulsória são conceitos carregados de tensões, tanto discursivas quanto políticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudicélio Silva, UFC

Doutor em Ciência da Literatura pela UFRJ, na subárea de Poética. Professor adjunto de literatura brasileira na graduação e no Programa de Pós-graduação em Letras da UFC.

Publicado
20-12-2020
Como Citar
SILVA, C. Por uma epistemologia da sexualidade na literatura contemporânea. Revista Odisseia, v. 5, n. Especial, p. 16-35, 20 dez. 2020.