“De tudo, à polenta ficarei atento”: notas sobre a obra do escritor cocanhês Joanim Pepperoni, PhD

Palavras-chave: Joanim Pepperoni. Terra da Cocanha. Serra Gaúcha. Paródia.

Resumo


O presente artigo objetiva sistematizar e discutir a técnica de escrita e os principais temas presentes na produção literária de Joanim Pepperoni, PhD, pseudônimo de um escritor que reside na Serra Gaúcha. A abordagem foca, inicialmente, na recriação, pelo escritor, do mito medieval da Terra da Cocanha e sua atualização ao contexto cultural da região de imigração italiana no Rio Grande do Sul; em seguida, trata-se da paródia como técnica de escrita preferida pelo autor para criticar comportamentos e instituições locais e nacionais; e, por fim, aborda o olhar detrator do bardo cocanhês sobre o sistema literário em que está situado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Cláudio Arendt, USC

Doutor em Letras de PUCRS (2001) com Estágio Pós-doutoral pela Universidade Livre de Berlim. Pesquisador Visitante no PPGLetras da UFMS. Coordenador do GT História da Literatura da ANPOLL.

Publicado
20-12-2020
Como Citar
ARENDT, J. C. “De tudo, à polenta ficarei atento”: notas sobre a obra do escritor cocanhês Joanim Pepperoni, PhD. Revista Odisseia, v. 5, n. Especial, p. 106-126, 20 dez. 2020.