Subsídios teóricos e críticos para a historiografia da literatura brasileira do século XXI

  • João Cláudio Arendt UFMS
  • Mariana Simoni Freie Universität Berlin
  • Vitor Cei Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Historiografia literária. Brasil, Século XXI., Editorial

Resumo


Pesquisas recentes de acento historiográfico sobre literatura brasileira sinalizam descentralizações e desestabilizações de espaços canônicos no campo literário do Brasil, colocando a pergunta sobre a validade e a plausibilidade de conceitos até então utilizados para balizar e legitimar o campo literário. Possibilidades interseccionais de agenciamento de categorias de gênero, classe e raça, aliadas à perspectivação radical oferecida pelo revigoramento de ênfases antropológicas, têm apontado para novas formas de protagonismo que abalam não apenas estética, política, social e geograficamente os espaços ocupados pelo fenômeno literário, mas também sua própria relação com a esfera do (não) humano. Em razão disso, pode-se perguntar: de que maneira essas novas orientações implicam outras formas de escrever histórias da literatura?

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
20-12-2020
Como Citar
ARENDT, J. C.; SIMONI, M.; CEI, V. Subsídios teóricos e críticos para a historiografia da literatura brasileira do século XXI. Revista Odisseia, v. 5, n. Especial, p. i-iv, 20 dez. 2020.