A alegria como procura de si

uma leitura de Carnaval de Manuel Bandeira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1983-2435.2023v8n1ID30991

Palavras-chave:

Manuel Bandeira, Poesia, Carnaval, Alegria

Resumo

Este trabalho se propõe a realizar uma leitura de Carnaval, o segundo livro da obra poética de Manuel Bandeira. Tal leitura deve privilegiar o modo como, nesse livro, a poesia de Bandeira afasta-se da ideia comum do carnaval como uma festa de prazeres desmedidos para privilegiar a visão dessa festa como um fenômeno em que a dor interior convive com o ímpeto de superá-la através do prazer imediato. Para isso, nossa abordagem interpretativa almejará – inspirada nos dizeres de Martin Heidegger sobre a poesia e a sua interpretação – a escuta do dizer da linguagem que ressoa em cada poema interpretado. Esperamos, assim, demonstrar como o Carnaval de Manuel Bandeira é, em verdade, uma travessia à procura de si.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elzio Quaresma Ferreira Filho, Universidade Federal do Pará

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Pará (2018) e mestrado em Letras - Estudos Literários pela Universidade Federal do Pará (2022).

Antônio Máximo Ferraz, Universidade Federal do Pará

Professor Adjunto do Instituto de Letras e Comunicação da Universidade Federal do Pará e do Programa de Pós- Graduação em Letras na mesma Universidade. Coordenador pesquisador do Núcleo Interdisciplinar Kairós projeto de pesquisa vinculado CNPq http://nik ufpa.blogspot.com.br. E-mail: maximoferraz@gmail.com

Downloads

Publicado

13-05-2023

Como Citar

QUARESMA FERREIRA FILHO, E.; MÁXIMO FERRAZ, A. A alegria como procura de si: uma leitura de Carnaval de Manuel Bandeira. Revista Odisseia, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 18–35, 2023. DOI: 10.21680/1983-2435.2023v8n1ID30991. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/odisseia/article/view/30991. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos