Má consciência e mal-estar civilizacional, do niilismo a um mundo possível

Considerações a partir de Segunda Dissertação de Para a Genealogia da Moral

Palavras-chave: Nietzsche, má consciência, cultura, moral, civilização

Resumo

A má consciência é produzida por uma civilização niilista.
Na Segunda Dissertação da Para a genealogia da moral Nietzsche detecta
que o problema da consciência é, antes de tudo, um problema
cultural e não individual. A perda da ênfase sobre o indivíduo, na
massa uniforme da coletividade, conduz ao abandono dos traços que
marcam a grandeza potencial da ação. Sem o traço individual equivale
a entrega ao conformismo moral gregário, a direção de degenerescência
da consciência. Neste sentido, a má consciência se revela como
problema oriundo de uma civilização enferma, niilista; sua superação
aponta para um mundo possível.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
30-05-2019
Como Citar
FEILER, A. Má consciência e mal-estar civilizacional, do niilismo a um mundo possível. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), v. 26, n. 50, p. 9-23, 30 maio 2019.