A ascese do Banquete e os limites da filosofia

Palavras-chave: Ascese, Filosofia, Limites

Resumo

Neste artigo, apresentarei todos os passos da ascese dialética do Banquete (210a-212b) com o intuito de defender que, ao contrário do que comumente vemos ser defendido pela maior parte dos intérpretes deste diálogo platônico, o télos da scala amoris, ao invés de se constituir como algo plenamente alcançável àqueles que até ali ascenderam, apresenta-se, na verdade, como um limite às capacidades humanas. O filósofo, na leitura por mim adotada, não seria aquele que pacificamente galgou os degraus da ascese dialética e ao fim de seus esforços entrou em comunhão com a Forma do belo, mas aquele que, precisamente por conhecer os limites de suas capacidades, reconhece até onde pode chegar em sua busca incessante pelo saber.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matheus Abreu Pamplona, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutorando no Programa de Pós-Graduação Lógica e Metafísica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Referências

ALLEN, R. E. The dialogues of Plato. Vol. 2: The Symposium. New Haven: Yale University Press, 1991.

BLONDELL, R. Where is Socrates in the “Ladder of Love”?.In: LESHER, J.; NAILS, D.; SHEFFIELD, F. Plato’s Symposium. Issues in Interpretation and Reception. Washington, D.C.: Center for Hellenic Studies, 2006, p. 147-178.
BURY, R.G. The Symposium of Plato. With introduction, critical notes and commentary. London: Simpkin, Marshall and Co., 1909.

CHEN, L. Knowledge of Beauty in Plato’s Symposium. The Classical Quarterly (New Series), Cambridge, UK, v. 33, n. 1, p. 66-74, 1983.

DOVER, K. A homossexualidade na Grécia Antiga. Tradução de Luís S. Krausz. São Paulo: Nova Alexandria, 1994.

FERRARI, G. R. F. Platonic Love. In: KRAUT, R. Cambridge Companion to Plato. Cambridge: Cambridge University Press, 1992. p. 248-276.

GONZALEZ, F. “All of sudden”: discontinuites and the limits of philosophy in Plato’s Symposium. Perspectiva Filosófica. Pernambuco, PB, v. 2, nº 36, p. 43-69, 2011.

HACKFORTH, R. Immortality in Plato’s Symposium. The Classical Review, vol. 64, nº 2, p. 43-45, 1950.

HALPERIN, D. Platonic Erôs and What Men Call Love: Ancient Philosophy, v. 5, nº 2, p. 161–204, 1985.

HYLAND, D. The question of beauty in Plato. Bloomington: Indiana University Press, 2008.

KANT, I. Crítica da Razão Pura. Tradução de Manuela Pinto dos Santos e Alexandre Fradique Morujão. 5ª ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbekian.

LUCE, V. Immortality in Plato’s Symposium: A Reply. The Classical Review, new series, vol. 2, nº 3/4, p. 137-141, 1952.

MORAVCSIK, J. M. E. Reason and Eros in the “Ascent”-Passage of the Symposium. In: ANTON, J. P.; KUSTAS, G. Essays in Ancient Greek Philosophy. Albany: State University of New York Press, 1971.

NEHAMAS, A. Beauty of Body, Nobility of Soul: The pursuit of love in Plato’s Symposium. In: SCOTT, D. (Org.) Maieusis: essays in Ancient Philosophy in honour of Miles Burnyeat. New York: Oxford University Press, 2007.

PLATÃO. A República. Introdução, tradução e notas de Maria Helena da Rocha Pereira. 5ª ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

PLATÃO. Critão, Menão, Hípias Maior e outros. Tradução de Carlos Alberto Nunes. 2ª ed. Belém: EDUFPA, 2007.

PLATÃO. Fedro. Tradução e apresentação de José Cavalcante de Souza; posfácio e notas de José Trindade Santos. São Paulo: Editora 34, 2016.

PLATÃO. O Banquete. Tradução, posfácio e notas de José Cavalcante de Souza. São Paulo: Editora 34, 2016.

PLATÃO. Timeu – Crítias. Tradução do grego, introdução, notas e índices de Rodolfo Lopes. Coimbra: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos, 2011.

PLATO. Symposium. Edited by Sir Kenneth Dover. Cambridge: Cambridge University Press, 1980.

SHEFFIELD, F. The Role of the Earlier Speeches in the Symposium: Plato’s Endoxic Method?. In: LESHER, J.; NAILS, D.; SHEFFIELD, F. Plato’s Symposium. Issues in Interpretation and Reception. Washington, D.C.: Center for Hellenic Studies, 2006a, p. 23-46.

VAZ, H.C.L. A ascensão dialética no ‘Banquete’ de Platão. Kriterion. Belo Horizonte, MG, v. 9, nº 35/36, p. 17-40, janeiro/junho de 1956.

VAZ, H. C. L. Contemplação e dialética nos diálogos platônicos. Tradução do latim para o português feita por Juvenal Savian Filho. São Paulo: Loyola, 2012.

VLASTOS, G. The individual as object of love in Plato’s Symposium. In: FINE, G. Plato 2: Ethics, Politics, Religion, and the Soul. Oxford: Oxford University Press, 1991, p. 137-163.
Publicado
04-10-2020
Como Citar
ABREU PAMPLONA, M. A ascese do Banquete e os limites da filosofia. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), v. 27, n. 54, p. 157-190, 4 out. 2020.