Magalhães e Romero como agentes do processo de modernização do pensamento brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/1983-2109.2022v29n58ID22174

Palavras-chave:

Pensamento brasileiro, Espiritualismo, Cientificismo, Modernização da filosofia

Resumo

Este trabalho pretende avaliar os fundamentos da reforma do pensamento brasileiro, tomando como referência conexões e divergências entre o espiritualismo de Domingos J. Gonçalves de Magalhães e o cientificismo de Sílvio Romero. Apoiados nos princípios apresentados principalmente em Fatos do espírito humano (1858) e na obra A filosofia no Brasil (1878), analisa-se a modernização da filosofia em nosso país empreendida no século XIX.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-02-2022

Como Citar

SILVA, J. Magalhães e Romero como agentes do processo de modernização do pensamento brasileiro. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), [S. l.], v. 29, n. 58, p. 84–97, 2022. DOI: 10.21680/1983-2109.2022v29n58ID22174. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/principios/article/view/22174. Acesso em: 8 ago. 2022.