Uma defesa do dualismo de substâncias

  • Richard Swinburne
  • Jaimir Conte

Resumo

Argumento neste artigo que embora existam muitas maneiras diferentes de descrever o mundo ou algum segmento dele, qualquer maneira que deixe de acarretar logicamente uma separabilidade do corpo e da alma como os dois componentes de cada ser humano conhecido (o corpo sendo uma parte contingente e a alma a parte essencial do homem) deixará de fornecer uma descriçáo completa do mundo.

Título original do artigo: “What makes me me? A Defense os Substance Dualism”. Apresentado no I Seminário Internacional de Filosofia Analítica Contemporânea, realizado em Natal de 19 a 21 de novembro de 2007. Traduçáo provisória de Jaimir Conte.]

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
24-09-2010
Como Citar
SWINBURNE, R.; CONTE, J. Uma defesa do dualismo de substâncias. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), v. 15, n. 23, p. 291-313, 24 set. 2010.