O MÉTODO TBL COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO EM AULAS DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA

  • Roberto de Almeida Bottura
Palavras-chave: Processos, Métodos, Ensino

Resumo

Frente ao desafio da docência no século XXI, torna-se relevante a discussão e estudo de caso de implementação da metodologia ativa TBL (Team Based Learning) em disciplinas de História da Arquitetura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARGAN, Guilio Carlo. Clássico e Anticlássico: o renascimento de Brunneslleschi a Bruegel. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
BAUMAN, Zygmun. Vida Líquida.Rio de Janeiro: ZAHAR, 2007.
BENEVOLO, Leonardo. História da cidade.São Paulo: Perspectiva, 2009.
BOLELLA, Valdes R., SENGER, Maria H., TOURINHO, Francis S.V.,AMARAL, Eliana. Aprendizagem baseada em equipes: da teória à prática. Medicina (Ribeirão Preto).47 (3). pp. 293-300, 2014.
CARVALHO, Giuliano Orsi Marques de. A iniciação em projeto de arquitetura: um estudo com docentes e discentes em três escolas no Brasil e uma em Portugal.Tese de doutorado apresentada na UFRN –Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2016.
CAVALCANTE, Neusa. SILVA, Eliel A. S. Da, TRONCOSO, Márcia U. Projetos como jogos de criação. Revista Projetar. V. 2, n.3. Dezembro 2017.
COTRIM, Márcio. TINEM, Nelci. VIDAL, Wylnna. Ateliers de história da arquitetura: análise gráfica, desenho e modelos analíticos. In Revista Projetar-Projeto e Percepção do Ambiente,v.2, n. 3, Dezembro 2017.
DELPHINO, Fátima B. B., OLIVEIRA, Elisamara de, FELISBINO, Adriana M., SGORBISSA, Maria de L., SOUZA, Dionelia R. A utilização de metodologias ativas em cursos superiores para uma aprendizagem significativa. In JEREZ, O. SILVA, C. (Eds.) Innovando en la educación superior: experiencias clave en en Latinoamerica y Caribe 2016-2017. Santiago de Chile: ed. Santiago, 2017.
GUARALDO, Tamara de S. B., BRITO, Sonia. In: SANTOS, Célia M. R. G., et al. A transformação histórica das metodologias ativas: notas para um debate. Aprendizagem ativa: contextos e experiencias em comunicação.Bauru: UNESP, 2017. pp. 15-27.
HARVEY, David. Paris, capital da modernidade.São Paulo: Boitempo, 2015.HOLANDA, Sergio Buarque de. Raízes do Brasil.São Paulo: Companhia das Letras, 2015.
HUBERMAN, Leo. A história da riqueza do homem. Rio de Janeiro: LTC, 1986.
KOWALTOWSKI, Doris C. C. K. Et al. O processo de projeto em arquitetura: da teoria à tecnologia.São Paulo: Oficina de textos, 2017.
MORETTO, Vasco Pedro. Planejamento. Planejando a educação para o desenvolvimento de competências.São Paulo: Vozes, 2017.
MUMFORD, Lewis. A Cidade na História.São Paulo: Martins Fontes, 1998.
NUTTGENS, Patrick. A história da arquitetura.São Paulo: LTC, 2015.
PERRONE, Rafael Antonio., VARGAS, Heliana Comin. Fundamentos de projeto: arquitetura e urbanismo.São Paulo: EDUSP, 2016.
PEVSNER, Nikolaus. Panorama da Arquitetura Ocidental.São Paulo: Martins Fontes, 2015.
PEREIRA, José Ramón Alonso. Introdução à história da arquitetura. Das origens ao século XXI. São Paulo: Bookman, 2005.
REIS FILHO, Nestor Goulart. Quadro da arquitetura no Brasil.São Paulo: Perspectiva, 1970.
REIS FILHO, Nestor Goulart. Evolução urbana do Brasil 1550-1720.São Paulo: Pini, 2000.
ROTH, Leland. Entender a Arquitetura. São Paulo: Gustavo Gili, 2017.
SANSÃO, Adriana; PESSOA, Alexandre. Outra forma de aprender: o ensino de arquitetura como um jogo. Arquitextos, São Paulo, ano 13, n. 152.03, Vitruvius, jan. 2013. Disponível em: .
ZEVI, Bruno. Saber ver arquitetura.São Paulo: Martins Fontes, 2002.
Publicado
19-12-2018
Como Citar
BOTTURA, R. DE A. O MÉTODO TBL COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO EM AULAS DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, v. 3, n. 3, p. 34-46, 19 dez. 2018.
Seção
ENSINO