MOB GAME

UMA PROPOSTA DE ENSINO COM SISTEMA GENERATIVO DE PROJETO

  • Jarryer De Martino UFES
  • Mariana Marchesi Senna UFES - Universidade Federal do Espírito Santo
  • Yulli Ribeiro Mapelli Basilio UFES - Universidade Federal do Espírito Santo
  • Vitor Carvalho Fraga UFES - Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: sistema generativo, processo de projeto, ensino de projeto, gamificação

Resumo

Existe uma necessidade de modificação na metodologia de ensino de projeto de arquitetura. Assim, este artigo apresenta um método sistematizado como estratégia de ensino-aprendizagem na disciplina de projeto de arquitetura, contribuindo para o desenvolvimento da capacidade criativa e de inovação. Os estudantes deixam de solucionar programas de necessidades específicos focados na solução e passam a estruturar um método de projeto a partir da identificação, análise e compreensão dos problemas de projeto. Adquirem habilidades e competências para criar o seu método e adequá-lo a sua realidade mediante aos diferentes programas de necessidades que encontrará no exercício da profissão. Este artigo tem como objetivo apresentar e discutir a contribuição da adoção dos sistemas generativos para o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes da disciplina de projeto, na faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Para isso é apresentado o processo de criação e aplicação de um sistema generativo formatado como jogo, a fim de ser utilizado como instrumento de projeto, o MOB-Game. Esta pesquisa foi desenvolvida pelos estudantes do programa de pós-graduação de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Espírito Santo, na disciplina de Tópicos Especiais: Sistemas Generativos de Projeto. Como resultado, foi possível discutir sobre o potencial exploratório e investigativo que o método proporciona, incluindo a possibilidade de ele ser utilizado como instrumento para processos de projeto colaborativo e participativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Marchesi Senna, UFES - Universidade Federal do Espírito Santo

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade Brasileira (2013). Intercambio de dois meses para curso de Inglês na Browns English School, Brisbane - Austrália. Pós-graduada no Curso Master em Arquitetura e Iluminação nível especialização pelo IPOG (Instituto de Pós Graduação e Graduação), 2017. Atualmente é mestranda na área de Tecnologia e Sustentabilidade pelo PPGAU (Programa de Pós Graduação da Arquitetura e Urbanismo) da Universidade Federal do Espírito Santo e participando do EDP University Challenge, aprovada na primeira etapa.

Yulli Ribeiro Mapelli Basilio, UFES - Universidade Federal do Espírito Santo

Mestranda em Arquitetura e Urbanismo (2019/1) pela Universidade Federal do Espírito Santo, trabalhando na área da arquitetura sustentável. Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade Brasileira Multivix Vitória. Foi bolsista de Iniciação Científica pela Universidade Federal do Espírito Santo e monitora de Conforto Ambiental III, com ênfase em acústica da Faculdade Brasileira Multivix Vitória. Membro do Laboratório de Planejamento e Projetos-LPP (UFES), trabalhando na área de conforto lumínico de ambientes internos. Realizou ainda, trabalhos voltados para a área da mobilidade urbana na cidade de Vitória-ES, em parceria com a Rede de televisão AGazeta.

Vitor Carvalho Fraga, UFES - Universidade Federal do Espírito Santo

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Espírito Santo(2017). Participação como aluno especial no Programa de Pós-Graduação de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Espírito Santo.

Referências

ALEXANDER, C. Systems generating systems. In: MENGES, Achim; AHLQUIST, Sean (Org.). Computational design thinking. London: John Wile And Sons Ltda, 2011. p. 58-67.
ANDRADE, M. L. V. X.; RUSCHEL, R. C.; MOREIRA, D. C. O processo e os métodos. In: KOWALTOWSKI, Doris C. C. K. et al. O processo de projeto em arquitetura: da teoria à tecnologia. São Paulo: Oficina de Textos, 2011. Cap. 4. p. 80-99.
BARROS, A. P.; ROCHA, I. M.; BEZERRA, G. F. Gamificação no aprendizado da arquitetura e urbanismo: referências teóricas e aplicações. In: II Congresso sobre Tecnologias na Educação, 2017, Mamanguape, PB. Anais... João Pessoa: Universidade Federal da Paraíba. v. 1877. p. 635-641. 2017.
COSTA, A. C.; MARCHIORI, P. Gamificação, elementos de jogos e estratégia: uma matriz de referência. In: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 6, n. 2, p. 44-65, 2 out. 2015.
FISCHER, T.; HERR, C. Teaching Generative Design. International generative art conference, 4., 2001, Milão. Anais... Milão, 1997. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2019.
HOLLAND, J. H.. Emergence: From chaos to order. New York: Basic Books, 1998.
JONES, J. C. Design methods. 2. ed. London: Van Nostrand Reinhold, 1992.
LAWSON, B. Como arquitetos e designers pensam. São Paulo: Oficina de Textos, 2011.
LÉVY, P. O que é o virtual? 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2011.
AUTOR. Referência omitida para avaliação, 2015.
MITCHELL, W. The theoretical foundation of computer-aided architectural design. In: Environment and Planning B, 1975, v.2, p.127-150.
MOREIRA, D. C.; KOWALTOWSKI, D. C. C. K.; BELTRAMIN, R. M. G. Dinâmicas que ensinam: a metodologia de projeto no ensino de arquitetura. Gestão e Tecnologia de Projetos, São Carlos, v. 11, n. 1, p. 55-69, jan./jun. 2016.
NEVES, Isabel Clara. Contribuição de Horst Rittel para a abordagem científica ao projecto no início da era computacional. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, v. 6, n. 1, p. 39-55, jan./mar. 2015. ISSN 1980-6809
AUTOR. Referência omitida para avaliação, 2018.
SOBRAL, Rafaela; AZEVEDO, Guilherme; GUIMARÃES, Mabel; "Design Methods Movement: as origens das pesquisas sobre métodos de projeto", p. 27 -42. In: Design & Complexidade. São Paulo: Blucher, 2017.
NUNES, Brunella. Mostra em SP desvenda a surpreendente anatomia das obras de Antoni Gaudí por meio de maquetes. Cobertura site Hypeness. 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2019.
TERDIZIS, K. Algorithmic architecture. Oxford: Architectural Press, 2006.
ZUCCHERELLI, M. A aprendizagem ativa no ensino da disciplina de projeto de arquitetura na PUCPR, CURITIBA. Revista Projetar, v.4, n. 2, setembro de 2019.
Publicado
30-05-2020
Como Citar
DE MARTINO, J.; MARCHESI SENNA, M.; RIBEIRO MAPELLI BASILIO, Y.; CARVALHO FRAGA, V. MOB GAME. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, v. 5, n. 2, p. 07-20, 30 maio 2020.
Seção
ENSINO