AVALIAÇÃO PÓS-OCUPAÇÃO (APO) APLICADA EM UM AMBIENTE ADMINISTRATIVO NO INTERIOR DE PARQUE FABRIL AUTOMOBILÍSTICO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2022v7n3ID28949

Palavras-chave:

Avaliação Pós-Ocupação (APO), escritórios, parque fabril

Resumo

O artigo foi resultante de uma pesquisa de mestrado desenvolvida e concluída junto ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, com o objetivo de investigar as decisões de projeto adotadas, e seus resultados, em um ambiente de escritórios inserido em um edifício administrativo de um parque fabril automobilístico. O edifício estudo de caso elegido para a pesquisa, construído em 1985, possui cerca de 13.500m² de área útil e, em 2015, passou por um processo de retrofit interno, com renovação nos seus conceitos de ocupação e com novas configurações dos seus ambientes. As investigações foram realizadas por meio da aplicação dos instrumentos indicados nos procedimentos metodológicos da Avaliação Pós-Ocupação (APO), reunindo um conjunto amplo de métodos e técnicas (quantitativos e qualitativos), de forma a explorar os instrumentos, sob o ponto de vista do especialista, e as experiências e necessidades dos usuários. O trabalho conduziu a um diagnóstico sistêmico, com o entendimento das soluções implantadas, apresentando possíveis melhorias para os espaços avaliados e servindo de subsídios para arquitetos, facilities managers e gestores, na realimentação de projetos futuros semelhantes e na gestão dos ambientes de trabalho, especialmente no caso deste estudo, mas com potencial de contribuições para outros estudos de caso afins.

 

PALAVRAS-CHAVE: avaliação pós-ocupação; escritórios; parque fabril

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

MARTA ELISA RIEKSTIN ACCIOLI, MESTRA / ARQUITETA AUTÔNOMA

Arquiteta desde 1987, atuando na área de arquitetura corporativa desde 1990 até o presente momento. Mestra em Arquitetura e Urbanismo (março de 2022), com interesse de pesquisa em: Avaliação Pós-Ocupação (APO) e qualidade do ambiente construído.

SHEILA WALBE ORNSTEIN, Universidade de São Paulo

Arquiteta e Urbanista desde 1979; Vice-reitora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, Brasil (1998 - 2002); Reitora do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, Brasil (2012 - 2016); especialista em Avaliação Pós-Ocupação do Ambiente Construído e em Gestão de Projetos de Qualidade.

Referências

ACCIOLI, M. E. R. A contribuição da Avaliação Pós-Ocupação (APO) no processo de projeto de ambientes administrativos no interior de um parque fabril. 2022. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2022.

ACCIOLI, M. E. R.; ORNSTEIN, S. W. Revisão Sistemática da Literatura: A Avaliação Pós-Ocupação (APO) e os projetos de escritórios fabris. In: ANAIS DO SIMPÓSIO BRASILEIRO DE QUALIDADE DE PROJETO DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 7, 2021, Londrina, PR – on line. Anais [...]. Londrina (PR) UEL – on line, 2021. Disponível em: < https://www.even3.com.br/anais/sbqp2021/437990-revisao-sistematica-da-literatura--a-avaliacao-posocupacao-(apo)-e-os-projetos-de-escritorios-fabris/>. Acesso em: 29 nov. 2021.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. Disponível em: <https://compass.astm.org/document >. Acesso em: 04 ago. 2021.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15575-1: Edificações Habitacionais - Desempenho - Parte 1: Requisitos Gerais. Rio de Janeiro, 2021. 98 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO 41001: Facility Management – Sistemas de Gestão – Requisitos com Orientações para Uso. Rio de Janeiro, 2020. 55p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução CNS nº 466: diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos (Revogou a Resolução nº 196/1996, entre outras). Diário Oficial da União, 2013. Disponível em: <https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf>. Acesso em: 10 jan.2020.

DUROSAIYE, I. O.; HADJRI, K.; LIYANAGE, C. L. A critique of post-occupancy evaluation in the UK. Journal of Housing and the Built Environment, v. 34, n. 1, p. 345-352, 2019. Disponível em: <https://link.springer.com/article/10.1007/s10901-019-09646-2>. Acesso em 15 mar. 2020.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. PD ISO/PAS 45005. Occupational health and safety management – General guidelines for safe working during the Covid-19 pandemic. UK: BSI Standards Limited, 2020. 46 p. Disponível em: <https://www.bsigroup.com/globalassets/localfiles/en-th/iso-45005/pd_isopas_45005_2020-th.pdf>. Acesso em: 15 abr. 2021.

MIDDLEHURST, G. et al. A preliminary study on post-occupancy evaluation of four office buildings in the UK based on the Analytic Hierarchy Process. Intelligent Building International, v. 10, n. 4, p. 234-246, 2018. Disponível em: <https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/17508975.2018.1495607 >. Acesso em 18 mar. 2020.

ONO, R. et al. Avaliação pós-ocupação: na arquitetura, no urbanismo e no design: da teoria à prática. 1. ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2018. 302 p.

ONO, R.; ORNSTEIN, S. W. Método quantitativo para a aferição da percepção dos usuários - questionário. In: Ono, R. et al. Avaliação pós-ocupação: na arquitetura, no urbanismo e no design: da teoria à prática. 1. ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2018. 302 p.

ORNSTEIN, S. W. Com os usuários em mente: um desafio para a boa prática arquitetônica? PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 7, n. 3, p. 189-197, out. 2016. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8647437>. Acesso em: 04 mar. 2019.

RHEINGANTZ, P. A. et al. Observando a Qualidade do Lugar: procedimentos para a avaliação pós-ocupação. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: 2009. 117p. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/308740248_Observando_a_Qualidade_do_Lugar_procedimentos_para_a_avaliacao_pos-ocupacao > Acesso em: 10 mar. 2021.

VILLA, S. B.; ORNSTEIN, S. W. Qualidade ambiental na habitação - avaliação pós-ocupação. São Paulo: Oficina de Textos, 2013.

Downloads

Publicado

28-09-2022

Como Citar

ACCIOLI, M. E. R.; ORNSTEIN, S. W. AVALIAÇÃO PÓS-OCUPAÇÃO (APO) APLICADA EM UM AMBIENTE ADMINISTRATIVO NO INTERIOR DE PARQUE FABRIL AUTOMOBILÍSTICO. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 182–197, 2022. DOI: 10.21680/2448-296X.2022v7n3ID28949. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/28949. Acesso em: 6 dez. 2022.