O EDIFÍCIO PASSAGEM COMO TEMA DE ENSINO NA UFPE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2023v8n2ID29801

Palavras-chave:

Ensino de Projeto, Edifício Passagem, Uso Misto, Arquitetura Urbana

Resumo

A disciplina Oficina de Projeto 1 se apoia num método de análise histórica focado nas passagens cobertas parisienses do XIX para, a partir destas, pensar edifícios-passagens para a atual cidade do Recife. O edifício-passagem é descrito como um modelo físico de arquitetura cuja essência repousa numa determinada concepção de cidade.O retorno às passagens do século XIX é um artifício metodológico que visa iluminar a postura do arquiteto e do professor ao analisar a matéria histórica (a cidade): trata-se, como diz Walter Benjamin (1985), de olhar o passado na perspectiva dos vencidos, e, assim, ressuscitar tipos históricos esquecidos. A prática pedagógica adotada neste ateliê de projeto procurou desconstruir o edifício-passagem em seus elementos principais - o portal, a galeria e os espaços subordinados - para, a partir desta análise, abrir a possibilidade de uma releitura contemporânea. A análise reflete sobre o porquê de este tipo de edifício ganhar sentido na atual problemática urbana recifense - fundada num modelo arquitetônico opaco, apático e privatista - e, neste caminho, o porquê de textos clássicos dos anos 1960 e 1970 (Jacobs, Rossi, Norberg-Schulz e, um pouco antes, o próprio Benjamin) só agora encontrarem solo fértil nos ateliês de projeto da UFPE.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Enio Laprovitera Motta, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

UFPE

Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Professor de Projeto

Doutor em Études Urbains pela EHESS (Paris)

Mariana Morais

Graduada em Arquitetura e Urbanismo na UFPE (Brasil)

Mestre em Arte e Design para o Espaço Público, FBAUP (Porto/Portugal)

Referências

BENJAMIN, Walter. Sobre o Conceito de História. In: BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas vol 1, Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1985.

BENJAMIN, Walter. O Flâneur. In: BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas vol 3, Charles Baudelaire. Um Lírico no Auge do Capitalismo. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1989.

BENJAMIN, Walter. Paris, Capitale du XIXe Siècle. Le livre des passages. Paris: Les Éditions du CERF, 1993.

DEBORD, Guy. Définitions Situationnistes. In: CONRADS, Ulrich. Programmes et Manifestes de L’Architecture du XXe Siècle. Paris: Les Éditions de La Villette. 1991.

DELORME, Jean-Claude ; DUBOIS, Anne-Marie. Passages Couverts Parisiens. Paris: Éditions Parigramme, Fotografia: Martine MOUCHY, 2002.

JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

MORAIS, Mariana. A Passagem do Pátio: uma releitura de edifício-passagem no Bairro da Soledade. Trabalho de conclusão de curso. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2016.

NORBERG-SCHULZ, Christian. O Fenômeno do Lugar. In: NESBITT, Kate (Org.). Uma Nova Agenda para a Arquitetura. 2ª Ed. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

ROSSI, Aldo. A Arquitetura da Cidade. 2ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Downloads

Publicado

24-05-2023

Como Citar

MOTTA, E. L.; MORAES, M. O EDIFÍCIO PASSAGEM COMO TEMA DE ENSINO NA UFPE. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 42–54, 2023. DOI: 10.21680/2448-296X.2023v8n2ID29801. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/29801. Acesso em: 3 out. 2023.