ANÁLISE CRÍTICA DA PRIVATIZAÇÃO DO CÁRCERE COMO SOLUÇÃO AOS PROBLEMAS PENITENCIÁRIOS

Autores

  • Luisa Angélica Mendes Mesquita

DOI:

https://doi.org/10.21680/2318-0277.2017v5n1ID12100

Resumo

O Direito Penal brasileiro situa-se em crise, porém, esta fundamenta-se em uma construção histórico-social e criminal de mais de 200 anos para então chegar ao nascimento do Estado Penal. Este Estado, inserido no contexto de mundo globalizado pós-moderno, caracteriza-se pelo surgimento de novos conflitos e pela sensação de insegurança, os quais encorajam a expansão do Direito Penal. Portanto, buscam-se respostas e alternativas eficientes, dentre elas, à luz de uma conjuntura de consolidação do modelo neoliberal, a privatização dos presídios visando solucionar os problemas carcerários e reduzir os gastos estatais. No entanto, esta parece apenas legitimar um sistema penal que já se mostrou falho e voltar-se para o estabelecimento de um novo âmbito de negócios. Sugere-se, então, uma análise crítica da privatização do cárcere como alternativa ao caos do sistema prisional, a partir da análise comparativa dos exemplos e modelos estrangeiros de privatização, bem como da observação crítica da realidade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BITENCOURT, Cezar Roberto. Falência da Pena de Prisão: causas e alternativas.

São Paulo: Saraiva, 4 ed., 2011.

CARCERAL, K.C.; BERNARD, Thomas. Prison, Inc. – A convict exposes life inside

a private prison. New York: New York University Press, 2006.

CORDEIRO, Grecianny Carvalho. Privatização do sistema prisional brasileiro. Rio

de Janeiro, Freitas Barros, 2006.

DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL – MINISTÉRIO DA JUSTIÇA.

Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias – Infopen. Disponível em:

<http://www.justica.gov.br/seus.-direitos/politica-penal/relatorio-depen-versao-web.pdf >.

Acesso em janeiro de 2016.

FOUCAULT, Michel, Vigiar e Punir: o nascimento da prisão. Petrópolis: Ed.

Vozes, 2011.

FREIRE, Marcelo de Figueiredo. Privatização de presídios: uma análise comparada.

In: ARAÚJO JÚNIOR, João Marcello de (Coord.). Privatização das prisões. São Paulo:

Editora Revista dos Tribunais, 1995.

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Programa de parceria público-

privado do Estado de Minas Gerias. Disponível em: < http://www.ppp.mg.gov.br/ >.

Acesso em julho de 2016.

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Portal da Transparência. Disponível

em: < http://www.transparencia.sp.gov.br/>. Acesso em julho de 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo

Disponível em: <http://censo2010.ibge.gov.br/resultados.html. >. Acesso em janeiro de

KING, Matthew. A history of private prisons. In: PRICE, Byron Eugene; MORRIS,

Charles John, (Eds.). Prison privatization: the many facets of a controversial industry –

v.1. The environment of private prisons. Santa Barbara: Praeger; 2012.

KUEHNE, Maurício. Privatização dos presídios – algumas reflexões. Mundo

Jurídico, Rio de Janeiro, março de 2002. Disponível em:

<http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/12563-12564-1-PB.pdf>. Acesso em

março de 2016.

LEAL, César Barros. A privatização das prisões. In: MAIA NETO, Cândido Furtado

et al (Org.). Notáveis do Direito Penal: livro em homenagem ao emérito professor René

Ariel Dotti. Brasília: Consulex, 2006.

MINHOTO, Laurindo Dias. As prisões do mercado in Lua Nova. Revista de Cultura

e Política, São Paulo, v. 55-56, 2002.

NATHAN, Stephen. Privatização da prisão: acontecimentos, temas internacionais

e suas implicações para a América Latina. In: CARRANZA, Elías (Coord.). Cárcere e

justiça penal na América Latina e Caribe: como implementar o modelo de direitos e

obrigações nas Nações Unidas. Brasília: Ministério da Justiça, 2009.

PASTORAL CARCERÁRIA NACIONAL. Prisões privatizadas no Brasil em

debate. Coordenação de obra coletiva: José de Jesus Filho e Amanda Hildebrand Oi. São

Paulo: ASAAC, 2014. Disponível em: < http://carceraria.org.br/wp-

content/uploads/2014/09/Relato%CC%81rio-sobre-privatizac%CC%A7o%CC%83es.pdf> .

Acesso em julho de 2016.

SANTOS, Juarez Cirino dos. Direito penal: a nova parte geral. Rio de Janeiro:

Forense,1985.

SANTOS, Juarez Cirino dos. Privatização de Presídios. Curitiba. ICPC, 2013.

Disponível em: < http://icpc.org.br/wp-content/uploads/2013/01/privatizacoes_presidios.pdf

>. Acesso em julho de 2016.

SHAPIRO, David. Banking on bondage: private prisons and mass incarceration

(Relatório). Nova Iorque: American Civil Liberties Union, 2011. Disponível em:

https://www.aclu.org/prisoners-rights/banking-bondage-private-prisons-and-mass-

incarceration >. Acesso em julho de 2016.

WACQUANT, Loïc. A ascensão do Estado penal nos EUA, in Discursos sediciosos

(crime, direito e sociedade), 2002, n. 11.

WACQUANT, Loïs. Rumo à militarização da marginalização urbana in Discursos

Sediciosos, no 15-16, 2007.

ZAFFARONI, Eugênio Raúl. Em busca das penas perdidas: a perda da

legitimidade do sistema penal. Trad.: Vânia Romano Pedrosa e Amir Lopez da Conceição.

Rio de Janeiro: Revan, 5ed. 2010.

Downloads

Publicado

24-05-2017

Como Citar

MENDES MESQUITA, L. A. ANÁLISE CRÍTICA DA PRIVATIZAÇÃO DO CÁRCERE COMO SOLUÇÃO AOS PROBLEMAS PENITENCIÁRIOS. Revista Transgressões, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 29–52, 2017. DOI: 10.21680/2318-0277.2017v5n1ID12100. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/transgressoes/article/view/12100. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos