Movimentos, Tecnologia e Pessoas Negras: é possível um outro turismo?

Travel movements, technology and black people: is it another tourism possible?

  • Michel Alves Ferreira Doutorando em Tecnologia e Sociedade pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, Curitiba/PR, Brasil https://orcid.org/0000-0001-5444-6110
  • Lindamir Salete Casagrande Pós-Doutora em Estudos Interdisciplinares Sobre Mulheres, Gênero e Feminismos pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, Salvador/BA, Brasil

Resumo

Este estudo, de natureza teórico/metodológica qualitativa e bibliográfica, objetiva tecer uma discussão crítica acerca das vivências/experiências de pessoas negras no turismo, tendo como elementos teóricos balizadores centrais os construtos de tecnologia de Andrew Feenberg e o conceito de racismo cotidiano, teorizado por Philomena Essed. Para corroborar com o objetivo central deste artigo e seus argumentos teóricos, buscou-se uma empresa brasileira online de acomodações/hospedagens compartilhadas, voltada especialmente às pessoas negras viajantes. Destarte, foram transcritos três fragmentos de relatos de pessoas negras à empresa analisada, uma vez que estas pessoas vivenciaram situações de discriminação misóginas e/ou racistas ao experienciarem o turismo, seja como visitantes ou anfitriões de hospedagens. Por fim, se buscam possibilidades democráticas e não maniqueístas para responder à pergunta título deste artigo: é possível um outro turismo?

Palavras-chave: Tecnologia. Intersubjetividade. Racismo Cotidiano. Pessoas Negras. Turismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michel Alves Ferreira, Doutorando em Tecnologia e Sociedade pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, Curitiba/PR, Brasil

Doutorando em Tecnologia e Sociedade pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR/PPGTE). Entre outubro de 2018 a setembro de 2019 esteve realizando Estágio Sanduíche (Edital 47 / 2017 – Capes) na Universidad Nacional de Colombia – Sede Bogotá. Também é Mestre pelo mesmo programa (2017). É Especialista em Neuropsicologia e Educação pelo ITECNE (2012). Graduado em Turismo pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2006). Ministrou aulas em escolas técnico profissionalizantes de Curitiba durante nove anos. Participa do Grupo de Estudos e Pesquisas Sobre Relações de Gênero e Tecnologia – GETEC, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, desde março de 2015. Seus interesses de pesquisa são os estudos de turismo, estudos étnico raciais, de gênero, diversidade e educação.

Lindamir Salete Casagrande, Pós-Doutora em Estudos Interdisciplinares Sobre Mulheres, Gênero e Feminismos pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, Salvador/BA, Brasil

Pós-Doutora em Estudos Interdisciplinares Sobre Mulheres, Gênero e Feminismos pela Universidade Federal da Bahia (UFBA); Doutora e Mestra em Tecnologia pelo PPGTE/ UTFPR. Faz parte da equipe de coordenação do GeTec.

Publicado
30-04-2020
Como Citar
ALVES FERREIRA, M.; SALETE CASAGRANDE, L. Movimentos, Tecnologia e Pessoas Negras: é possível um outro turismo?. Revista de Turismo Contemporâneo, v. 8, n. 1, p. 149-167, 30 abr. 2020.
Seção
Artigos