Determinantes da competitividade em destinos turísticos

um estudo sobre a cidade de Fortaleza

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2357-8211.2022v10n2ID23926

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar a competitividade do destino turístico conforme os dados do Índice de Competitividade do Turismo Nacional. A pesquisa é caracterizada como exploratória, descritivo-explicativa. A metodologia, de natureza quantitativa, analisa os dados submetendo-os a testes estatísticos não-paramétricos para comparação e rankeamento dos destinos. Os resultados mostram que o destino turístico Fortaleza ocupa a 4ª posição no índice geral de competitividade. Observou-se em Fortaleza pontos fortes e fracos em relação a outros destinos turísticos localizados no nordeste do Brasil. Pode-se notar que suas principais forças estão ligadas aos indicadores de competitividade:  acesso (2º colocado), infraestrutura turística (3ª colocação) e economia local (3º colocado). E, as fragilidades relacionadas aos indicadores: serviços (5º lugar); marketing (6ª posição); capacidade empresarial (6ª posição) e, aspectos ambientais (8ª posição).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

06-06-2022

Como Citar

PESSOA MARTINZ, J. .; GADOTTI DOS ANJOS, S. J.; LISBOA SOHN, A. P. Determinantes da competitividade em destinos turísticos: um estudo sobre a cidade de Fortaleza. Revista de Turismo Contemporâneo, [S. l.], v. 10, n. 2, 2022. DOI: 10.21680/2357-8211.2022v10n2ID23926. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/turismocontemporaneo/article/view/23926. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos