GUARDIÃO DO TEMPO: CADERNO DE RECEITAS DE UMA IMIGRANTE GALEGA EM SALVADOR

Autores

  • Fabiana Paixão Viana Professora Substituta na Área de Antropologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (DCHF/UEFS), Doutora em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal da Bahia (PPGA/UFBA), Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE/CAPES). https://orcid.org/0000-0002-5204-6276

DOI:

https://doi.org/10.21680/2238-6009.2021v1n58ID27609

Resumo

Este artigo visa entender os processos de adaptação alimentar dos imigrantes galegos em Salvador e seus descendentes. Busca-se compreender a identidade galega através das receitas, as estratégias de substituição de ingredientes e as influências na formação do gosto alimentar das gerações nascidas na capital baiana. Para isso, será analisado o caderno de receitas de uma imigrante galega estabelecida na capital baiana no início do século XX. O caderno de receitas de Dorinha é formado por 152 receitas, divididas em quatro categorias: doces, salgadas, bebidas e dicas culinárias. Ele demonstra as preferências alimentares de sua família e sua adaptação em Salvador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21-12-2021

Como Citar

VIANA, F. P. . GUARDIÃO DO TEMPO: CADERNO DE RECEITAS DE UMA IMIGRANTE GALEGA EM SALVADOR. Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 58, 2021. DOI: 10.21680/2238-6009.2021v1n58ID27609. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/27609. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Fluxo Contínuo/Continuous Flow