Análise bibliométrica da evolução da pesquisa científica em contabilidade internacional nos principais periódicos de língua inglesa

Palavras-chave: Contabilidade Internacional; Bibliometria; Periódicos internacionais; Lei de Lotka.

Resumo

Objetivo: Este estudo observou a trajetória da pesquisa em Contabilidade Internacional através do levantamento de artigos publicados sobre o tema Contabilidade Internacional nos anos de 2000 a 2017 nos principais periódicos de contabilidade publicados em língua inglesa, com o objetivo de analisar a evolução da produção científica publicada nestes periódicos.

Metodologia: Para tanto, foi realizado levantamento dos aspectos bibliométricos de artigos sobre o tema, utilizando ainda a lei de Lotka para analisar a produtividade dos autores na área.

Resultados: Os resultados apontaram o International Journal of Accounting como o periódico com maior publicação na área, tendo o ano de 2012 como o mais produtivo em publicações nesse tema. Foram encontrados 233 artigos, 473 autores por contagem completa e 557 participações, sendo que 85,20% dos autores contribuíram com apenas um artigo, com massiva participação de autores de nacionalidade norte-americana e foi também as universidades norte-americanas que mais pesquisaram sobre o tema, sendo a University of Southern California a mais profícua. A análise bibliométrica, a partir do modelo do poder inverso generalizado, indicou ajuste à Lei de Lotka, com o c=0,9256; ao 0,01 nível de significância, verificou-se que o valor crítico foi de 0,07495, com uma Dmax= -0,07362; entretanto, a declividade expressa pelo parâmetro n= -4,03. Concluindo, assim, que mesmo indo de encontro à teoria proposta na lei de Lotka, para o tema contabilidade internacional, os valores são superiores ao sugeridos pela referida lei.

Contribuições do Estudo: Os achados desta pesquisa contribuem para ressaltar que a ciência contábil progride com o esforço das pequenas colaborações de diferentes pesquisadores, revelam tendências das pesquisas em contabilidade internacional e fomenta o debate sobre a utilização da Lei de Lotka como instrumento de predição da produtividade de autores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Millena Cordeiro Silva, Universidade de Brasília

Mestra em Ciências ContábeisUniversidade de Brasília.

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis – UnB.

Face, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Prédio da FA, 2 ° Andar, Salas B1 – 02, Asa Norte, Brasilia/DF, CEP: 70910-900.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1950233648881707

Jorge Katsumi Niyama, Universidade de Brasília

Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade  de São Paulo - USP.

Professor na Universidade de Brasília - UnB.

 Universidade de Brasília, Face, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Prédio da FA, 2° Andar, Salas B1- 02, Asa Norte, Brasília/DF. CEP: 70910-900

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8414181237081323

Referências

Agostini, M. (2018). The International Accounting Convergence Promoted by IASB and FASB Regarding Going Concern Status. In: Corporate Financial Distress. Palgrave Pivot, Cham.

Ali, M. (2005). A synthesis of empirical research on international accounting harmonization and compliance with international financial reporting standards. Journal of Accounting Literature, 24, 1–52.

ALVARADO, R. U. (2007). A Lei de Lotka e a Produtividade dos Autores. Tese de Doutorado em Ciências da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Brasil.

Alvarado, R. U. (2006). A produtividade dos autores na literatura de enfermagem um modelo de aplicação da lei de Lotka. Informação & Sociedade: Estudos, v. 16, n. 1, p. 63–78.

Angeloni, S. (2016). Cautiousness on convergence of accounting standards across countries. Corporate Communications: An International Journal, 21(2), ss. 246-267. DOI: 10.1108/CCIJ-06-2015-0034.

Araújo, D. S., Silva, A. J. N. B., Melo, F. E. M., Menezes, B. S., & Cabral, A. C. A. (2018). A Produção Científica Brasileira Em Cultura Organizacional: Uma Análise Bibliométrica No Período De 1995 – 2016. Revista Expressão Católica. 6. 4. 10.25190/rec.v6i2.2091.

Baker, C. R., & Barbu, E. M. (2007). Evolution of research on international accounting harmonization: a historical and institutional perspective. Socio-Economic Review, v. 5, p. 603-632.

Bonner, S. E., Hesford, J. W., Van Der Stede, W. A., & Young, S. M. (2006). The most influential journals in academic accounting. Accounting, Organization and Society, v. 31, p. 663-685.

BOTELHO, D. R. (2012). Epistemologia da pesquisa em contabilidade internacional: enfoque cultural-reflexivo. Tese de Doutorado, Programa Multi-institucional e Inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis, UnB/UFPB/UFRN, Brasília, Brasil.

Bushman, R. M., & Piotroski, J. D. (2006). Financial reporting incentives for conservative accounting: The influence of legal and political institutions. Journal of Accounting and Economics, V. 42, ns. 1-2, p. 107-148.

Carmo, C. H. S., Ribeiro, A. M., & Carvalho, L. N. G. (2011). Convergência de fato ou de direito? A influência do sistema juridico na aceitacao das normas internacionais para pequenas e medias empresas. Revista Contabilidade & Financas, 22(57), pp. 242-262.

Cândido, R., Garcia, F., Saber Campos, A., & Filho, E. (2018). Lei de Lotka: um olhar sobre a produtividade dos autores na literatura brasileira de finanças. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, 23(53), 1-15. doi:https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23n53p1

Chan, K. C., & Liano, K. (2009). Influential articles, journals, and institutions in risk management and insurance. Risk Management and Insurance Review, 12: 125-139. Doi:10.1111/j.1540-6296.2009.01156.x

Chan, K. C., Seow, G. S., & Tam, K. (2009). Ranking accounting journals using dissertation citation analysis: a research note. Accounting, Organizations and Society, v. 34, p. 875-885.

Coelho, C. M. P., Niyama, J. K., & Rodrigues, J. M. (2011) Análise da qualidade da informação contábil frente a implementação dos IFRS: uma pesquisa baseada nos periódicos internacionais (1999 a 2010). Sociedade, Contabilidade e Gestão, 6(2), pp. 7-20.

Cooper, D. R., & Schindler, P. S. (2003). Métodos de pesquisa em Administração. 7 ed. Porto Alegre: Bookman.

Cunha, P. R., Rausch, R. B., & Cunha, J. V. A. (2010). Contabilidade internacional: uma análise metodológica e técnica das pesquisas publicadas no Congresso USP de Controladoria e Contabilidade e na Revista de Contabilidade & Financas da USP. Contabilidade, Gestão e Governança, 13(3), pp. 116-131.

Dănescu, T., & Botoș, A. (2016). Research on the international accounting harmonization process, Annals of University of Craiova - Economic Sciences Series, University of Craiova, Faculty of Economics and Business Administration, vol. 1(44), pages 49-58.

Diaconu, P., & Coman, N. (2006). Accounting research from the globalization perspective. Academy of Economics Studies. Working paper. Bucharest, Romana: n.6, sector 1.

Ding, Y., Jeanjean, T., & Stolowy, H. (2005). Why do national gaap differ from ias? The role of culture. The International Journal of Accounting, V.40, N. 4, P.325-350.

Egghe, L. (2005). Zipfian and lotkaian continuous concentration theory. Journal of The American Society for Information Science And Technology. V. 56, N. 9, P. 935-945.

Egghe, L., & Rousseau, R. (1990). Introduction to Informetrics. Quantitative Methods in Library, Documentation and Information Science. Elsevier, New York (PDF) Sherman’s and related inequalities with applications in information theory.

Espejo, M.M.S.B., Cruz, A.P.C., Lourenço, R.L., Antonovz, T., & Almeida, L.B. (2009). Estado da arte da pesquisa contábil: um estudo bibliométrico de periódicos nacional e internacionalmente veiculados entre 2003 e 2007. Revista de Informação Contábil, 3(3), 94-116.

Farias, M. R. S., & Farias, K. T. R. (2009). Tópicos para pesquisa sobre contabilidade internacional: Evidências empíricas no Brasil. Anais do II Encontro De Ensino E Pesquisa Em Administração E Contabilidade. EnEPQ, Curitiba.Brasil.

Fernandes, B. V. R., Lima, D. H. S., Vieira, E. T., & Niyama, J. K. (2011). Análise da percepção dos docentes dos cursos de graduação em Ciências contábeis do Brasil quanto ao processo de convergência às normas internacionais de contabilidade aplicadas no Brasil. Revista de Contabilidade e Controladoria, 3(3), 24-50.

Fulbier, R. U., Hitz, J. M., & Sellhorn, T. (2009). Relevance of Academic Research and Researchers’ Role in the IASB’s Financial Reporting Standard Setting. Abacus, v. 45, n. 4, p. 455-492.

Fulbier, R., & Sellhorn, T. (2008). Approaches to accounting research – Evidence from EAA Annual Congress. Social Science Research. Disponível em http://ssrn.com/abstract=985119. Acesso em: 19 dez. 2017.

Hajj, Z. S. E., & Lisboa, L. P. (2001). Business combinations e consolidação das demonstrações contábeis: uma abordagem comparativa entre os pronunciamentos e normas dos US-GAAP, IASC e Brasil. Revista Contabilidade & Financas, 12(27), pp. 33-58.

Hendriksen, E. S., & Breda, M. F. (1999). Van. Teoria da contabilidade; tradução de Antonio Zoratto Sanvicente. São Paulo: Atlas.

Huber, John C. (2002). A new model that generates Lotka’s law. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 53, n. 3, p. 209-219.

IKUNO, L. M. (2001) Uma análise bibliométrica e epistemológica das pesquisas em contabilidade internacional: um estudo em periódicos internacionais de língua inglesa. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) — Programa Multi-institucional e Inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis, UnB/UFPB/UFRN, Brasília, Brasil.

Ikuno, L. M., Niyama, J. K., Botelho, D. R., & Santana C. M. (2010). Contabilidade internacional: uma análise da produção científica sobre nos principais periódicos internacionais da área (2000 a 2009). In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, São Paulo, SP, Brasil, 16. DOI: 10.11606/rco.v6i15.52661.

Job, I. (2018). Bibliometria aplicada aos estudos do campo da Educação Física: confiabilidade, qualidade e relevância nas publicações. Motrivivência, 30(54), 18-34. doi:https://doi.org/10.5007/2175-8042.2018v30n54p18

Lara, J. M. G., Osma, B. G., & Noguer, B. G. A.(2006). Effects of Database Choice on International Accounting Research. Abacus, v. 42, n. 3/4.

Lemes, S., & Carvalho, L. N. G. (2009). Comparabilidade entre o resultado em BR GAAP e U.S. GAAP: evidências das companhias brasileiras listadas nas bolsas norte-americanas. Revista Contabilidade & Financas, 20(50), pp. 25-45.

Lotka, A. J. (1926). The freq distrib of scientific productivity. Journal of the Washington Academy of Sciences, v. 16, n. 12, p. 317–323.

Maltrás Barba, B. (2003). Los indicadores bibliométricos: fundamentos y aplicación al análisis de la ciencia. Gijón: Trea.

Lowe, A., & Locke, J. (2005). Perceptions of journal quality and research paradigm: results of a web-based survey of British accounting academics. Accounting, Organization and Society, v.30, p. 81-98.

Merton, R.K. (1968). The Mathew in science. Science, v.159, p. 58.

Mourad, N. A., & Paraskevopoulos, A. (2010). IFRS Introdução às Normas Internacionais de Contabilidade. 2. ed. São Paulo: Atlas.

Nicholas, D., & Ritchie, M. (1978). Literature and bibliometrics. Londres: Clive Bingley.

Nicholls, P. T. (1989). Bibliometric modeling process and the empirical validity of Lotka’s Law. Journal of the American Society for Information Science, v. 40, n. 6, p. 379-385.

Niyama, J. K. (2010). Contabilidade Internacional. São Paulo: Atlas, 2. Ed.

Nobes, C., & Parker, R. (2016). Comparative International Accounting . 13th edition. Prentice Hall, New York.

Oliveira, V. A., & Lemes, S. (2011). Nível de convergência dos princípios contábeis brasileiros e norte-americanos as normas do IASB: uma contribuição para a adoção das IFRS por empresas brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças, 22(56), pp. 155-173.

Pao, M. L. (1989). Concepts of information retrieval. Englewood: Libraries Unlimited, Inc.

Potter, W. G. (1981). Lotka's Law revisited. Library Trends, v. 31, p. 21-39.

Pritchard, A. (1969). Statistical bibliography or bibliometrics? Journal of Documentation, v.25, n.4, p. 348-349, Dec.

Quintana, A. C., & Fernandes, D. C. C. (2011). Produção científica sobre harmonização contábil internacional: um estudo bibliométrico na Revista Contabilidade & Finanças da Universidade de São Paulo, no período de 2005 a 2011. In: Seminário em Administração, 14. São Paulo. Anais Eletronicos..<http://www.ead.fea.usp.br/semead/14semead/resultado/trabalhosPDF/120.pdf>.

Ribeiro, H. C. M. (2014) Quinze anos de produção acadêmica do tema contabilidade internacional: uma análise bibliométrica em periódicos brasileiros. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(3), p. 326-343. DOI: http://dx.doi.org/10.17524/repec.v8i3.1079.

Schroeder, R. G., Clark, M. W., & Cathey, J. M. (2009). Financial Accounting Theory and Analysis: text and case. 9. ed. Estados Unidos: John Wiley & Sons.

Torres-Salinas, D., & Jiménez-Contreras, E. (2012). Hacia las unidades de bibliometría en las universidades: modelo y funciones. Revista Española de Documentación Científica, Madrid, v. 35, n. 3, p. 469-480.

Urbizagastegui Alvarado, R. (2008). A produtividade dos autores sobre a Lei de Lotka. Ci InF. Mai-Ago; 37(2):87-102.

Urbizagastegui Alvarado, R., & Lane, S. (2000). Lotka's Law : a bibliography. Riverside.

Theóphilo, C. R. (2007). Pesquisa científica em contabilidade: desenvolvimento de uma estrutura para subsidiar análises crítico-epistemológicas. In: Congresso da Associação Nacional dos Programas de Pós- Graduação em Ciências Contábeis – ANPCont, 1, Gramado. Anais eletrônicos... Rio Grande do Sul, Brsail. Disponível em: http://www.anpcont.com.br/site/materia.php?id=36. Acesso em: 12 Nov. 2017.

Vanti, N. A. P. (2002). Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, 31(2), p. 152-162.

Wakefield, R. (2008). Networks of accounting research: a citation-based structural and network analysis. The British Accounting Review, v.40, p. 228-244.

Watts, R. L., & Zimmerman, J. L. (1986). Positive Accounting Theory. Englewood Cliffs: Prentice Hall.

ZEFF, S. A. (1996). A Study of Academic Research Journals in Accounting. Accounting Horizons. 10 (3): 158-177, Set.

Publicado
03-07-2019
Como Citar
SILVA, M. C.; NIYAMA, J. K. Análise bibliométrica da evolução da pesquisa científica em contabilidade internacional nos principais periódicos de língua inglesa. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 11, n. 2, p. 65-87, 3 jul. 2019.
Seção
Seção 1: Contabilidade Aplicada ao Setor Empresarial (S1)