Competências docentes e aprendizagem em controladoria em programas de mestrado: uma investigação da percepção discente

Palavras-chave: Competências docentes. Ensino e aprendizagem. Controladoria.

Resumo

Objetivo: Compreender a percepção dos discentes sobre a relação entre competências docentes e aprendizado de controladoria em programas de mestrado em contabilidade no sul e sudeste do Brasil.

Metodologia: Estudo qualitativo com caráter descritivo-exploratório realizado por meio de entrevistas em profundidade. Foram entrevistados 19 alunos que concluíram a disciplina de controladoria em 9 programas de mestrado em contabilidade no sul e sudeste do Brasil. Empregou-se análise de conteúdo.

Resultados: Os alunos indicaram que a percepção sobre conhecimentos (domínio de conteúdo, experiência prática sobre organizações e experiência acadêmica), habilidades (prática pedagógica, incluindo comunicação, estratégias de ensino e método de avaliação) e atitudes (preparação das aulas; escolha dos materiais da disciplina; e relacionamento interpessoal) dos professores se relacionam com seu processo de aprendizagem. Esta diferenciação é apenas didática, pois tanto a teoria sobre competências quanto os resultados obtidos a partir das entrevistas demonstram que esses aspectos se inter-relacionam no processo de aprendizagem.

Contribuições do Estudo: Essa pesquisa pode trazer contribuições relevantes para professores e instituições avaliarem e promoverem mudanças no processo de ensino em controladoria nos programas de mestrado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Anita Walter, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Administração, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Marechal Cândido Rondon.

Jhessica Tamara Kremer, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestre em contabilidade - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Jéssica Karine de Oliveira Gomes, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestre em contabilidade - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Anna Caroline Priebe, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestre em contabilidade - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Referências

Almeida, D. M., Vargas, A. J., & Rausch, R. B. (2011). Relação entre ensino e pesquisa em Controladoria nos cursos de pós-graduação Stricto senso em ciências contábeis brasileiros. Anais do Congresso da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Vitória, ES, Brasil, 5. Recuperado de: https://docplayer.com.br/2522436-Relacao-entre-ensino-e-pesquisa-em-controladoria-nos-cursos-de-pos-graduacao-stricto-sensu-em-ciencias-contabeis-brasileiros.html.

Amaral, M. S., & Rodrigues, M. S. (2006). O ensino da disciplina de Controladoria nos programas de pós-graduação em nível de especialização em ciências contábeis e o profissional controller atuante no mercado de trabalho. Enfoque Reflexão Contábil, 25(3), 17-28. DOI: https://doi.org/10.4025/enfoque.v25i3.3456

Araújo, C. T. (2011). As condições de oferta da disciplina de Controladoria em cursos de ciências contábeis na região metropolitana de São Paulo. (Dissertação de mestrado). Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, SP, Brasil.

Araújo, J. G. R., Callado, A. L. C., & Cavalcanti, B. S. B. (2014). Habilidades e competências do controller: um estudo com alunos de cursos de pós-graduação em controladoria. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 13(38), 52-64. DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v13n38p52-64

Behr, T.; & Temmen, K. (2012). Teaching experience – improving teacher education with experiential learning. International Journal on New Trends in Education and Their Implications, 3(3), 60-73. Recuperado de: http://www.ijonte.org/FileUpload/ks63207/File/06.behr.pdf.

Bolsan, G. (2018). Competências docentes: um estudo com professores de graduação de ciências contábeis no Rio Grande de Sul. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Fleury, M. T. L., & Fleury, A. (2001). Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, 5(spe), 183-196. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-65552001000500010

Gomes, C. V., Souza, P., & Lunkes, R. J. (2014). O perfil do profissional da controladoria solicitado por empresas brasileiras. Revista de Globalização, Competitividade e Governabilidade, 8(1), 34-50. DOI: 10.3232/GCG.2014.V8.N1.02

Guest, G., Bunce, A., y Johnson, L. (2006). How many interviews are enough? An experiment with data saturation and variability. Field Methods, 18(1), 59-82. DOI: https://doi.org/10.1177/1525822X05279903

Krasilchik, M. (2008). Docência no Ensino Superior: tensões e mudanças. Cadernos de Pedagogia Universitária USP, 12. São Paulo, SP: Universidade de São Paulo. Recuperado de: http://moodle.stoa.usp.br/file.php/1216/Caderno_5.pdf.

Laffin, M. (2002). De contador a professor: a trajetória da docência no ensino superior de contabilidade. (Tese de doutorado). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Lima, B. C. C., Ferraz, S. B., Albuquerque Júnior, E. P., Luca, M. M. M., & Vasconcelos, A. C. (2013). Controladoria nos mestrados em ciências contábeis no Brasil. Revista de Administração FACES Journal, 12(3), 44-63. DOI: ps://doi.org/10.21714/1984-6975FACES2013V12N3ART1381

Lima, E. C. (2012). Os sentimentos do professor gerados pelas suas vivências na prática docente: um estudo com docentes em uma escola pública no Piauí. (Dissertação de mestrado). Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE, Brasil.

Mazzioni, S. (2013). As estratégias utilizadas no processo de ensino-aprendizagem: concepções de alunos e professores de Ciências Contábeis. Revista Eletrônica de Administração e Turismo, 2(1), 93-109. Recuperado de: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/AT/article/view/1426/2338.

Mendonça, J. F. (2007). Pesquisa sobre a percepção da interdisciplinaridade por professores de Controladoria em cursos de ciências contábeis no município de São Paulo (Dissertação de mestrado). Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, SP, Brasil.

Mendonça, D. J., & Souza, J. A. (2016). Considerações sobre a formação pedagógica de docentes para o curso de ciências contábeis. Educação, Gestão e Sociedade, 6(21), 14-21. Recuperado de: https://www.researchgate.net/publication/311571447_Consideracoes_sobre_a_formacao_pedagogica_de_docentes_para_o_curso_de_Ciencias_Contabeis.

Miranda, G. J. (2010). Docência universitária: uma análise das disciplinas na área da formação pedagógica oferecidas pelos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Contábeis. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 4(2), 81-98. DOI: https://doi.org/10.17524/repec.v4i2.202

Miranda, G. J., Leal, E. A., & Casa Nova, S. D. C. (2012). Técnicas de ensino aplicadas à contabilidade: existe uma receita. In C. L. Coimbra (Org.), Didática para o ensino nas áreas de Administração e Ciências Contábeis. São Paulo, SP: Atlas.

Moreno, T. C. B. (2017). O saber em controladoria sob a ótica de Foucault: análise do ensino da controladoria nos programas de pós-graduação em contabilidade do Brasil. (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual do Oeste do Oeste, Cascavel, PR, Brasil.

Oliveira, A. J., Raffaelli, S. C. D., Colauto, R. D., & Nova, S. P. D. C. C. (2013). Estilos de aprendizagem e estratégias ludopedagógicas: percepções no ensino da contabilidade. Advances in Scientific and Applied Accounting, 6(2), 236-262. Recuperado de: https://asaa.anpcont.org.br/index.php/asaa/article/view/117.

Oliveira, V. S., & Silva, R. F. (2012). Ser bacharel e professor: dilemas na formação de docentes para a educação profissional e ensino superior. HOLOS, 2, 193-205. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2012.913

Paiva, J. C. L. S., & Facci, N. (2013). O ensino da disciplina de Controladoria: um estudo comparativo nas instituições de ensino superior do estado do Paraná. Revista UNIFAMMA 12(2), 90-116. Recuperado de: http://revista.famma.br/unifamma/index.php/RevUNIFAMMA/article/view/11/pdf_7.

Peleias, I. R., Mendonça, J. D. F., Slomski, V. G., & Fazenda, I. C. A. (2011). Interdisciplinaridade no ensino superior: análise da percepção de professores de Controladoria em cursos de ciências contábeis na cidade de São Paulo. Revista da Avaliação da Educação Superior, 16(3), 499-532. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-40772011000300002

Pimentel, L. M., & Souza, M. A. (2012). O ensino da contabilidade e as perspectivas da profissão na atualidade: ênfase no profissional contábil que leciona em curso universitário. E-civitas, 5(1), 1-26. Recuperado de: https://revistas.unibh.br/dcjpg/article/view/99/485.

Pires, L. G., Mendes, F., & Neves Júnior, I. J. (2007). Estudo exploratório sobre a aplicação de jogos de empresas na disciplina de controladoria do curso de ciências contábeis da Universidade Católica de Brasília sob a ótica do domínio cognitivo. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, João Pessoa, PB, Brasil, 14. Recuperado de: https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/view/1453/1453.

Pletsch, C. S., Silva, A., & Lavarda, C. E. F. (2017). Conteúdos da disciplina de Controladoria e as funções do controller no mercado de trabalho. Revista Pretexto, 17(1), 118-133. DOI: https://doi.org/10.21714/pretexto.v17i1.2798

Ramirez, P. (2003). Uma estratégia para melhoria da formação de competências para o profissional de nível técnico na área de gestão. (Dissertação de mestrado). Centro Universitário Nove de Julho, São Paulo, SP, Brasil.

Rodrigues, E. A., & de Araújo, A. M. P. (2015). O ensino da contabilidade: aplicação do método PBL nas disciplinas de contabilidade em uma Instituição de Ensino Superior particular. Revista de Educação, 10(10), 28-46. Recuperado de: https://revista.pgsskroton.com/index.php/educ/article/view/2150.

Silva, C. F., Ferreira, L. V., Leal, E. A., & Miranda, G. J. (2019). Formação Docente na Área Contábil: Contribuições da Disciplina Metodologia do Ensino oferecida na Pós-Graduação Stricto Sensu. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 14(3), 144-162. DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v0i0.23062

Souza, C. M. (2010). Um estudo dos conteúdos temáticos curriculares ministrados nos cursos de graduação em ciências contábeis do sul do Brasil. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Souza, F. J. V., Farias, M. D. V. M., Quirino, M. C. O., & Vieira, E. R. F. C. (2011). O reflexo do ensino da controladoria na minimizaçío do efeito framing. Revista Ambiente Contábil, 3(1), 72-88. Recuperado de: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/1317/1025.

Vendruscolo, M. I. (2015). Modelo pedagógico para o desenvolvimento de competências docentes em Contabilidade por educação à distância. (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Vogt, M., Degenhart, L., & Lavarda, C. E. F. (2017). Motivações, habilidades e competências do Controller na percepção de alunos que cursam pós-graduação em Controladoria. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 16(48), 105-123. DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v16n48.2385

Publicado
02-07-2021
Como Citar
WALTER, S. A.; KREMER, J. T.; DE OLIVEIRA GOMES, J. K.; PRIEBE, A. C. Competências docentes e aprendizagem em controladoria em programas de mestrado: uma investigação da percepção discente. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 13, n. 2, p. 231-248, 2 jul. 2021.
Seção
Seção 3: Pesquisas de Campo sobre Contabilidade (Survey) (S3)