Tratamento dos pagamentos de aluguéis na demonstração do valor adicionado após o CPC 06 (R2): uma análise empírico-reflexiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2176-9036.2024v16n1ID31646

Palavras-chave:

Demonstração do valor adicionado (DVA), CPC 06 (R2), IFRS 16, Arrendamentos

Resumo

Objetivo: O objetivo do artigo é analisar os efeitos da adoção do CPC 06 (R2) – Arrendamentos na rubrica de aluguéis da Demonstração do Valor Adicionado (DVA) e no percentual de distribuição do valor adicionado como aluguéis.

Metodologia: O estudo é quantitativo quanto à abordagem e documental quanto ao método de coleta de dados. A amostra é composta por empresas comerciais listadas na B3. Efetuaram-se análises de variações e teste de postos com sinais de Wilcoxon sobre a rubrica de aluguéis da DVA e sobre o percentual de distribuição do valor adicionado como aluguéis destas empresas nos triênios posterior (2019-2021) e anterior (2016-2018) à adoção do CPC 06 (R2).

Resultados: Identificou-se que, após a adoção do CPC 06 (R2), houve uma expressiva redução nos valores da rubrica de aluguéis da DVA e no percentual de distribuição do valor adicionado como aluguéis das empresas componentes da amostra. Isso ocorreu porque as empresas vêm alocando os pagamentos de uma mesma natureza econômica (remuneração a terceiros por usufruto de seu capital) em três diferentes rubricas na DVA, quais sejam, aluguéis, depreciação e juros. O teste de postos com sinais de Wilcoxon indicou diferenças estatisticamente significativas no valor médio da rubrica de aluguéis da DVA e no percentual médio de distribuição do valor adicionado como aluguéis no triênio posterior à implementação do CPC 06 (R2) em comparação com o triênio anterior.

Contribuições do Estudo: O artigo contribui com a literatura a respeito dos arrendamentos e da DVA, sendo pioneiro na análise dos efeitos dos arrendamentos sobre esta demonstração após a adoção do CPC 06 (R2). Também contribui com usuários das informações contábeis para que compreendam os efeitos dos arrendamentos sobre a DVA e interpretem adequadamente as rubricas afetadas em decorrência do CPC 06 (R2). Por fim, contribui com reguladores, pois sinaliza um potencial necessidade de revisão da norma sobre DVA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Rodrigues Silva Souza, Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP)

Mestre em Ciências Contábeis. Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, Mestrado Acadêmico em Ciências Contábeis.

Referências

Bianchet, T. D. S. A., Mazzioni, S., Zanin, A., & Moura, G. D. (2019). Diferenças no valor adicionado em empresas familiares e não familiares listadas na BM&FBovespa. Enfoque: Reflexão Contábil, 38(1), 85-104. https://doi.org/10.4025/enfoque.v38i1.39681

Biondi, Y., Bloomfield, R. J., Glover, J. C., Jamal, K., Ohlson, J. A., Penman, S. H., Tsujiyama, E., & Wilks, T. J. (2011). A Perspective on the joint IASB/FASB exposure draft on accounting for leases. Accounting Horizons, 25(4): 861–871. https://doi.org/10.2308/acch-50048

Campanha, R. A., & Santos, O. M. (2020). Impactos da adoção do IFRS 16 em uma empresa brasileira arrendatária. Enfoque: Reflexão Contábil, 39(3), 1-18. https://doi.org/10.4025/enfoque.v39i3.46800

Choi, D. Y., Saito, R., & Silva, V. A. B. (2015). Estrutura de capital e remuneração dos funcionários: evidência empírica no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, 19(2), 249-269. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac20151600

Cornaggia, K. J., Franzen, L. A., & Simin, T. T. (2013). Bringing leased assets onto the balance sheet. Journal of Corporate Finance, 22, 345-360. https://doi.org/10.1016/j.jcorpfin.2013.06.007

Comitê de Pronunciamentos Contábeis [CPC]. (2010). CPC 06 (R1): operações de arrendamento mercantil. Recuperado de http://static.cpc.aatb.com.br/Documentos/163_CPC_06_R1_rev%2008.pdf

Comitê de Pronunciamentos Contábeis [CPC]. (2017). CPC 06 (R2): arrendamentos. Recuperado de http://static.cpc.aatb.com.br/Documentos/533_CPC_06_R2_rev%2014.pdf

Comitê de Pronunciamentos Contábeis [CPC]. (2008). CPC 09: demonstração do valor adicionado. Recuperado de https://s3.sa-east-1.amazonaws.com/static.cpc.aatb.com.br/Documentos/175_CPC_09_rev%2014.pdf

Figueiredo, G. H., Santos, V., & Cunha, P. R. (2017). Práticas de evidenciação em entidades desportivas: um estudo nos clubes de futebol brasileiros. Enfoque: Reflexão Contábil, 36(1), 1-21. https://doi.org/10.4025/enfoque.v36i1.28467

Fitó, M. À., Moya, S., & Orgaz, N. (2013). Considering the effects of operating lease capitalization on key financial ratios. Revista Española de Financiación y Contabilidad, 42(159), 341-369. Retrieved from https://www.jstor.org/stable/26597708

Franzen, L., Cornaggia, K. R., & Simin, T. (2009). Capital structure and the changing role of off-balance-sheet lease financing. SSRN Electronic Journal. http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.1452971

Gelbcke, E. R., Santos, A., Iudícibus, S., & Martins, E. (2021). Manual de contabilidade societária (3a ed.). São Paulo: Atlas.

Gil, A. C. (2022). Como elaborar projetos de pesquisa (7a ed.). Barueri: Atlas.

Gomes, A. P. M., Pereira, V. H., Cunha, J. V. A., & Barbosa, J. E., Neto. (2021). A escrituração fiscal digital (EFD) minimiza a agressividade tributária no recolhimento do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS)? Revista Universo Contábil, 17(2), 99-113. DOI: 10.4270/ruc.2021209

Gonçalves, K. A., & Carmo, C. H. S. (2020). Influência da adoção da IFRS 16 nas práticas de gerenciamento de resultados. Anais do XIV Congresso ANPCONT, Foz do Iguaçu, PR, Brasil, 14. Recuperado de https://anpcont.org.br/pdf/2020_CFF328.pdf

Hoogervorst, H. (2016). Shining the light on leases. International Federation of Accountants [IFAC]. Retrieved from https://www.ifac.org/knowledge-gateway/supporting-international-standards/discussion/shining-light-leases

Jamal, K.; Tan, H. T. (2010). Joint effects of principles-based versus rules-based standards and auditor type in constraining financial managers’ aggressive reporting. Accounting Review, 85(4), 1325-1346. DOI: 10.2308/accr.2010.85.4.1325

Luty, P., & Petković, M. (2021). Does adoption of latest modifications of IAS 16 influence on company's profitability? Evidence from European companies. European Research Studies Journal, 24(3), 899-917. DOI: 10.35808/ersj/2390

Machado, M. A. V., Macedo, M. A. S., & Machado, M. R. (2015). Análise da relevância do conteúdo informacional da DVA no mercado brasileiro de capitais. Revista Contabilidade & Finanças, 26(67), 57-69. https://doi.org/10.1590/rcf.v26i67.98098

Maciel, J. V. S. P., Dantas, J. A., Botelho, D. R. (2018). Evidenciação do ajuste a valor justo na DVA por empresas que exploram ativos biológicos. Custos & @gronegócio, 14(4), 377-400. Recuperado de http://www.custoseagronegocioonline.com.br/numero4v14/OK%2017%20DVA.pdf

Mazzioni, S., Moura, G. D., & Hein, N. (2014). Distribuição de valor adicionado e intangibilidade: uma análise em empresas brasileiras. Revista de Contabilidade & Organizações, 8(20), 50-64. https://doi.org/10.11606/rco.v8i20.55586

Malacrida, M. J. C., & Santos, A. (2022). Demonstração do valor adicionado: como foi distribuída a riqueza gerada pelos ramos de atividade entre 1999 e 2018? Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 16(3). https://doi.org/10.17524/repec.v16i3.3159

Martins, V. G., Machado, M. A. V., & Machado, M. R. (2013). Value relevance das informações de leasing operacional: um estudo em empresas brasileiras. Enfoque: Reflexão Contábil, 32(2), 83-99. https://doi.org/10.4025/enfoque.v32i2.19762

Matos, N. B., & Niyama, J. K. (2018). IFRS 16 - Leases: desafios, perspectivas e implicações à luz da essência sobre a forma. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), 12(3), 323-340. https://doi.org/10.17524/repec.v12i3.1858

Messias, A. M., Gonzales, A., Belli, J. T., & Ribeiro, A. M. Análise do impacto da adoção do IFRS 16 (CPC 06 (R2)) nas empresas de capital aberto do segmento novo mercado. Revista Pensar Contábil, 24(85), 4-15. Recuperado de http://www.atena.org.br/revista/ojs-2.2.3-06/index.php/pensarcontabil/article/viewFile/3971/2808

Morales-Díaz, J., & Zamora-Ramírez, C. (2018). IFRS 16 (leases) implementation: impact of entities’ decisions on financial statements. Aestimatio: The IEB International Journal of Finance, 17, 60-97. DOI: 10.5605/IEB.17.4

Morettin, P. A., & Bussab, W. O. (2017). Estatística básica (9a ed.). São Paulo: Saraiva.

Rocha, M. C., Pereira, A. G., & Oliveira, J. S. C. (2022). Força de trabalho e gerenciamento de resultados: evidências no mercado de capitais brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, 33(89), 300-314. https://doi.org/10.1590/1808-057x202113310

Salotti, B. M., & Santos, A. (2015). Ativos biológicos na DVA: análise da divulgação no Brasil. Revista de Contabilidade & Organizações, 9(23), 14-23. https://doi.org/10.11606/rco.v9i23.88025

Samuelson, P. A., & Nordhaus, W. D. (2012). Economia (19a ed., E. Fontainha & J. P. Gomes, trad.). Porto Alegre: AMGH.

Santos, A. (2005). Editorial: DVA – Uma demonstração que veio para ficar. Revista Contabilidade & Finanças, 16(38), 3-3. https://doi.org/10.1590/S1519-70772005000200001

Santos, A. A., Botinha, R. A., & Lemes, S. (2019). Análise da value relevance da demonstração do valor adicionado nos níveis diferenciados de governança corporativa da BM&FBOVESPA. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 18, 1-16, e2697. https://doi.org/10.16930/2237-766220192697

Silva, B. S., Carvalho, O. A., Pinheiro, L. E., & Francisco, J. R. S. (2020). Efeito dos incentivos fiscais na geração e distribuição de riqueza das companhias de capital aberto brasileiras. Revista Contabilidade e Controladoria, 12(1), 63-83. http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v12i1.73754

Visoto, M. C. R., Niyama, J. K., Rodrigues, J. M. (2022). Contabilidade de leasing (IFRS 16): a opinião dos usuários da Informação Contábil de acordo com os critérios propostos pelo ED/2013/6. BASE –Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 19(3), 1232-1263. DOI: 10.4013/base.2022.193.06

Zamora-Ramírez, C., & Morales-Díaz, J. (2018). Effects of IFRS 16 on key financial ratios of spanish companies. Estudios de Economía Aplicada, 36(2), 385-406. https://doi.org/10.25115/eea.v36i2.2536

Downloads

Publicado

02-01-2024

Como Citar

SOUZA, W. R. S. . Tratamento dos pagamentos de aluguéis na demonstração do valor adicionado após o CPC 06 (R2): uma análise empírico-reflexiva. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 89–108, 2024. DOI: 10.21680/2176-9036.2024v16n1ID31646. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/31646. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Seção 1: Contabilidade Aplicada ao Setor Empresarial (S1)