IMPACTOS DAS NORMAS INTERNACIONAIS DE AUDITORIA NOS RELATÓRIOS DOS AUDITORES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS BANCOS BRASILEIROS

Autores

  • Rafael Lopes Cardozo Castro Universidade de Brasília (UnB)
  • João Paulo Barros Vasconcelos Universidade de Brasília (UnB)
  • José Alves Dantas Universidade de Brasília - UnB

DOI:

https://doi.org/10.21680/2176-9036.2017v9n1ID7827

Resumo

Este estudo teve por objetivo avaliar os impactos da adoção das International Standards of Auditing (ISAs) nas opiniões dos auditores sobre as demonstrações financeiras dos bancos brasileiros, além de mapear as principais causas de modificação de opinião e/ou apresentação de parágrafos de ênfase e de outros assuntos. Foram examinados 478 relatórios sobre as demonstrações dos cem maiores bancos, entre 2006 a 2013, utilizando-se como referência para se concluir sobre a relevância do impacto da adoção da nova estrutura normativa, o teste t de diferença de média. Os resultados dos testes de diferença de média revelaram aumento, mas não estatisticamente relevante, da frequência de relatórios com modificação de opinião. Entre os assuntos destacados para justificar a opinião modificada destacam-se a não reclassificação de operações de arrendamento mercantil, a apropriação indevida de receitas e despesas e questões de natureza atuarial. Com relação à apresentação de parágrafos de ênfase, o crescimento após a adoção das ISAs também não foi estatisticamente relevante, sendo que os assuntos mais utilizados para tal foram a realização de créditos tributários, o condicionamento de créditos a receber a algum tipo de processo e questões de natureza societária. Quanto à frequência de utilização de parágrafo de outros assuntos, foi constatado aumento, estatisticamente relevante, entre os períodos pré e pós-adoção das ISAs, com destaque para a referência ao exame da Demonstração do Valor Adicionado (DVA).

Palavras chave: Auditoria. ISA. Relatório de Auditoria. Opinião Modificada. Ênfase.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Lopes Cardozo Castro, Universidade de Brasília (UnB)

Universidade de Brasília (UnB)

João Paulo Barros Vasconcelos, Universidade de Brasília (UnB)

Universidade de Brasília (UnB)

José Alves Dantas, Universidade de Brasília - UnB

Professor da Universidade de Brasília (UnB) e servidor do Banco Central do Brasil, é graduado em Ciências Contábeis e em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com mestrado e doutorado em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (UnB). Foi professor da Universidade Paulista (UNIP), do Centro Universitário Unieuro e do Centro Universitário Brasília (Uniceub), além de ter atuado em cursos de especialização na Universidade de Brasília, na Fucape Business School, na Fundação Getúlio Vargas, na Universidade Estadual de Goiás, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte e na Universidade Católica de Brasília. Foi editor da Revista Unieuro de Contabilidade entre julho/2008 e junho/2009. Tem artigos publicados nos seguintes periódicos: Revista Contabilidade e Finanças (USP), Revista Universo Contábil (FURB), Revista Contabilidade, Gestão e Governança (UnB), Revista de Contabilidade e Organizações (USP/RP), Advances in Scientific and Applied Accounting (Anpcont), Revista de Administração Mackenzie, Revista Brasileira de Finanças (RBFin), Contabilidade Vista e Revista (UFMG), Enfoque Reflexão Contábil (UEM), Contextus - Revista Contemporânea de Economia e Gestão (UFC) e Revista Economia e Gestão (PUC/MG). Trabalhos de sua autoria estão disponíveis na Social Science Research Network (SSRN), no Working Papers do BCB e foram apresentados em congressos científicos da área contábil nacionais (Enanpad, Anpcont, Congresso Brasileiro de Custos, Congresso USP de Contabilidade e Controladoria e Congresso Brasileiro de Contabilidade) e internacionais (Asian-Pacific Conference e Asamblea do Cladea). Áreas de concentração: contabilidade para usuários externos, instituições financeiras, auditoria e controle interno.

Referências

ALBUQUERQUE, K. S. L. S. Auditoria e sociedade: análise das diferenças de expectativas dos usuários da contabilidade em relação ao papel do auditor. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós-graduação em contabilidade da faculdade de Ciências Contábeis da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2009.

AMERICAN ACCOUNTING ASSOCIATION (AAA). A statement of basic auditing concepts. The Accounting Review, 47 (supplement): 18, 1972.

ARENS, A. A.; LOEBBECKE, J. K. Auditoria: un enfoque integral. 6 ed. México: Prentice Hall, 1996.

AUTORE, D. M.; BILLINGSLEY, R. S.; SCHNELLER, M. I. Information uncertainty and auditor reputation. Journal of Banking and Finance, 33: 183-192, 2009.

DAMASCENA, L. G.; FIRMINO, J. E.; PAULO, E. Estudo sobre os Pareceres de Auditoria: Análise dos Parágrafos de Ênfase e Ressalvas Constantes nas Demonstrações Contábeis das Companhias Listadas na Bovespa. Revista Contabilidade Vista & Revista, 22(2): 125-154, 2011.

DAMASCENA, L. G.; PAULO, E. Pareceres de auditoria: um estudo das ressalvas e parágrafos de ênfase constantes nas demonstrações contábeis das Companhias abertas brasileiras. Revista Universo Contábil, 9(3): 104-127, 2013.

DANTAS, J. A.; MEDEIROS, O. R. Determinantes de Qualidade da Auditoria Independente em Bancos. Revista Contabilidade & Finanças, 26(67): 43-56, jan./fev./mar./abr. 2015.

ETTREDGE, M. L.; XU, Y.; YI, H. Fair value measurements, auditor industry expertise, and audit fees: evidence from the banking industry. SSRN Working Papers, 2010. Disponível em: <http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm? abstract_id=1473569>. Acesso em: 13 dez, 2014.

FIELDS, L. P.; FRASER, D. R.; WILKINS, M. S. An investigation of the pricing of audit services for financial institutions. Journal of Accounting and Public Policy, 23: 53–77, 2004.

JIN, J. Y.; KANAGARETNAM, K.; LOBO, G. J. (2011). Ability of accounting and audit quality variables to predict bank failure during the financial crisis. Journal of Banking & Finance, 35(11), 2011.

JOHL, S.; JUBB, C. A.; HOUGHTON, K. A. Audit quality: earnings management in the context of the 1997 asian crisis. Drafty - College Business at Illinois, 2003. Disponível em: <http://www.business.illinois.edu/accountancy/research/vkzcenter/conferences/gottingen/papers/Johl.pdf>. Acesso em 13 dez, 2014.

KANAGARETNAM, K.; KRISHNAN, G.; LOBO, G. J. Is the market valuation of banks’ loan loss provision conditional on auditor reputation? Journal of Banking and Finance, 33(6): 1039-1047, 2009.

KANAGARETNAM, K.; KRISHNAN, G.; LOBO, G. J. An empirical analysis of auditor independence in the banking industry. The Accounting Review, 85(6), 2011-2046, 2010.

KANAGARETNAM, K.; LIM, C. Y.; LOBO, G. J. Auditor reputation and earnings management: international evidence from the banking industry. Journal of banking and Finance, 34: 2318-2327, 2010.

MANITA, R. The quality of audit process: proposal of scaling measure. Congresso IAAER-ANPCONT. São Paulo, jun. 2009.

MAUTZ, R.; SHARAF, H. The philosophy of auditing. 12 ed. American Accounting Association, 1985.

MENEZES, A. L.; COSTA, F. M. Expectation Gap em Auditoria: Impactos no Brasil Após a Adoção do Projeto Clarity. XXXVI Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro, set. 2012.

NEWMAN, D. P.; PATTERSON, E. R.; SMITH, J. R. The role of auditing in investor protection. The Accounting Review, 80(1): 289-313, 2005.

OJO, M. The role of the external auditor in the regulation and supervision of the UK banking system. Journal of Corporate Ownership and Control, 5(4), 2008.

SANTOS, A.; GRATERON, I. R. G. Contabilidade criativa e responsabilidade dos auditores. Revista Contabilidade & Finanças, 14(32): 7-22, 2003.

SANTOS, A. C.; SOUZA, M. A.; MACHADO, D. G.; SILVA, R. G. Auditoria independente: um estudo dos pareceres emitidos sobre demonstrações contábeis de empresas brasileiras listadas na Bovespa e na Nyse. Revista Universo Contábil, 5(4): 44-62, 2009.

SANTOS, F. P. A relação entre o parecer de auditoria e a troca de auditores: uma investigação nas instituições financeiras. (Dissertação de Mestrado) – Programa de Mestrado Executivo em Gestão Empresarial – Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2008.

WATTS, R. L.; ZIMMERMAN, J. L. Positive accounting theory. New Jersey: Prentice Hall, 1986.

ZAGONOV, M. Audit quality and bank risk under heterogeneous regulations. European Accounting Association, 34rd Annual Meeting. Rome, Italy, abr. 2011.

Downloads

Publicado

02-01-2017

Como Citar

CASTRO, R. L. C.; VASCONCELOS, J. P. B.; DANTAS, J. A. IMPACTOS DAS NORMAS INTERNACIONAIS DE AUDITORIA NOS RELATÓRIOS DOS AUDITORES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DOS BANCOS BRASILEIROS. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 1–20, 2017. DOI: 10.21680/2176-9036.2017v9n1ID7827. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/7827. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS