SISTEMA DE CUSTO BASEADO NA METODOLOGIA DO CUSTEIO TDABC: UMA EXPERIÊNCIA EM UMA ENTIDADE DE APOIO

Autores

  • Maria Denise Nunes Rodrigues Instituto Federal de Educação do Ceará
  • Ruth Carvalho de Santana Pinho Universidade Federal do Ceará - UFC

DOI:

https://doi.org/10.21680/2176-9036.2017v9n1ID9756

Resumo

A parceria entre Universidades e entidades de apoio visa conceder agilidade e flexibilidade necessárias ao desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa e extensão. A necessidade de aprimorar os critérios para aceitação de projetos que, via de regra, têm taxas de administração majoradas pelos contratos firmados com as Universidades e a necessidade de manter informações que eventualmente possam ser requeridas pelos órgãos de controle são os fatores que instigaram esta pesquisa. Por conseguinte, o presente estudo tem como objetivo analisar os benefícios resultantes da aplicação de um modelo de apuração de custos à luz do Time-Driven Activity-Based Costing (TDABC), em uma entidade de apoio. Elegeu-se o estudo de caso como estratégia de pesquisa, classificada como exploratória quanto aos objetivos, qualitativa quanto à natureza, e documental quanto aos procedimentos, agregando também a observação participante. O desenvolvimento do modelo de apuração de custos compreendeu as seguintes etapas: identificação dos setores envolvidos; entrevistas com a gerência para o levantamento das atividades e respectivos tempos; obtenção de informações de natureza contábil-financeira acerca dos custos por operações, e por fim a aplicação do modelo de apuração dos custos. Conclui-se que a utilização do TDABC permitirá que a entidade de apoio projete a receita necessária para atender às necessidades do Curso e assegure a consecução dos seus objetivos estratégicos mediante a análise de viabilidade dos projetos que administra. Adicionalmente, a adoção do TDABC propicia o redimensionamento das atividades pela eliminação das que não agregam valor ao negócio e permite às instituições de apoio adequar-se às variações das mensalidades que possam decorrer da possível inadimplência dos alunos, já que estas são a base de cálculo da taxa administrativa. Ademais, o levantamento desses custos permitirá a prestação de contas dos recursos administrados e fundamentará respostas para eventuais questionamentos dos órgãos de controle quanto aos percentuais cobrados a título de taxa de administração.

Palavras-chave: Custos. Time Model Driven. Entidade de Apoio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Denise Nunes Rodrigues, Instituto Federal de Educação do Ceará

Mestre em Controladoria pela Universidade Federal do Ceará. Professora do Instituto Federal de Educação do Ceará

Ruth Carvalho de Santana Pinho, Universidade Federal do Ceará - UFC

Doutora pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (2001). Atualmente é professora Associada da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Ciências Contábeis, atuando principalmente nos seguintes temas: transparência; credibilidade, auditoria, competitividade, independência e educação contábil.

Referências

BARROS, Rúben Silva; SIMÕES, Ana Maria Dias. Do custeio tradicional ao time-driven activity-based costing: revisão de literatura e sugestões de investigação futura. Revista Iberoamericana de Contabilidad e Gestion (RIGC). Vol. XII, nº 24, Julio-Diciembre 2014.

BRASIL. Lei 8958/94. Dispõe sobre as relações entre as instituições federais de ensino superior e de pesquisa científica e tecnológica e as fundações de apoio e dá outras providências. Diário da Presidência da República Federativa do Brasil.

BRASIL. Projeto de Emenda Constitucional no. 395. Altera a redação do inciso IV do art. 206 da Constituição Federal, referente à gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais. Câmara dos Deputados, Brasília, 2014.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração de empresas: uma abordagem contingencial. 3a.edição. São Paulo: Makron, 1995.

CAMPOS, Gerlane F.de O.; FIGUEIRÊDO JR., Hugo S. de. Aplicação do método de

custeio ABC direcionado pelo tempo (TDABC) como apoio à gestão de um estaleironaval. Anais: XVI CongressoBrasileiro de Custos, Fortaleza, 2009.

CUNNINGHAM, G.M. Management control and accounting systems under competitive strategy.Accounting, Auditing & Accountability Journal, vol.5, No.2, pp. 85-102, 1992.

DIEL, Carlos Alberto. GONÇALO, Claudio Reis. Gestão Estratégica de Custos: Uma estrutura para análise daestratégia praticada aplicada em empresas de serviços. Anais: IX Congresso Brasileiro de Custos. Florianópolis, 2005.

ECKERT, Alex; MECCA, Marlei Salete; BIASIO, Roberto; MAURO, Priscila Stedille. A viabilidade da aplicação do método de custeio TDABC em umaempresa de mármores sob encomenda.Anais: IX Congresso Brasileiro de Custos. Bento Gonçalves, 2012.

FONTOURA, Fernando Batista Bandeira da.Gestão de Custos. São Paulo: Atlas, 2013.

FRY T.D; STEELE, D.C; SALADIN, B.A. The Role of Management Accounting in the Development of a Manufacturing Strategy.IJOPM, vol.15, No12, 1995, p. 21-31

KAPLAN, Robert S. COOPER. Robin. Custo e Desempenho. 2. Ed. São Paulo. EditoraFutura, 2000.

KAPLAN, R. S.; ANDERSON, S. R. Time driven activity-based costing.HarwardBussinessReview, Novembro de 2004, Volume 82, No. 11.

____________________. Custeio baseado em atividades e tempo. Time driven activity-based costing - o caminho prático e eficaz para aumentar a lucratividade. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

KOONTZ, Harold e O’DONNELL, Cyril. Fundamentos da Administração. 2. ed. São Paulo: Livraria Pioneira, 1981.

PADOVEZE, Clóvis Luís; TAKAKURA JR.; Franco Kaolu. Custos e Preços de Serviços. São Paulo: Ed. Atlas, 2013.

RODRIGUES, Evaldo Z.; SILVA, Wendel Alex Castro.; ARAÙJO, Elisson, Alberto TavaresCusteio Baseado em Atividade e Tempo - TDABC: estudo de caso em uma instituição de ensino superior particular.

SANTANA, Alex Fabiano Bertollo. AFONSO, Paulo. FAGUNDES, Jair Antonio. Time-Driven Activity-Based Costing (TDABC): um perfil dos artigos publicados no Congresso Brasileiro de Custos.Anais: XX Congresso Brasileiro de Custos, Uberlândia, 2013.

SANTANA, Gislaine A. S.; COLAUTO, Romualdo D.; CARRIERI, A. P.

Institucionalização de instrumentos de custeio para o controle gerencial: o caso de uma

organização do setor elétrico. Anais: XVII Congresso Brasileiro de Custos, Belo Horizonte, 2010.

SHANK, John K.; GOVINDARAJAN, Vijay.A revolução dos custos: como reinventar e redefinir sua estratégia de custos para vencer em mercados crescentemente competitivos. 2ª.

ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SCHULTZ, Albino Charles et. al. Produção Científica na área de custos no setor de serviços no período de 2000 a 2004. Anais: X Congresso Brasileiro de Custos. Espírito Santo, 2004.

SOUZA, A. A.e ; AVELAR, E. A. ; BOINA, T. M. ; LARA, C. O. Análise dos estudos empíricos realizados sobre o time-driven ABC entre os anos de 2004 e 2008. Anais: 9º Congresso USP de Controladoria e Contabilidade. São Paulo: FEA/USP, 2009.

TSE, M.S.C.; GONG, M.Z. (2009): “Recognition of idle resources in Time-Driven Activity-Based Costing and resource consumption accounting models”. Journal of Applied Management Accounting Research, 7 (2): 41-54.

WERNKE, Rodeney. LEMBECK, Marluce, MENDES, Eduardo Zanellatto. ABC versus TDABC: estudo de caso aplicado no setor de manutenção de veículos de uma transportadora de passageiros. Anais: XVI Congresso Brasileiro de Custos. Fortaleza, 2009.

Downloads

Publicado

02-01-2017

Como Citar

RODRIGUES, M. D. N.; PINHO, R. C. de S. SISTEMA DE CUSTO BASEADO NA METODOLOGIA DO CUSTEIO TDABC: UMA EXPERIÊNCIA EM UMA ENTIDADE DE APOIO. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 383–396, 2017. DOI: 10.21680/2176-9036.2017v9n1ID9756. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/9756. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS