O “Rio Civilizador” e o “Vale do Cariri”

a eletrificação urbana do Sul do Ceará (1949-1961)

Autores

  • Assis Daniel Gomes

Palavras-chave:

história do Cariri, eletrificação, Rio São Francisco

Resumo

Neste artigo, tencionamos introduzir uma análise das construções imagético-discursivas do Rio São Francisco, sua vinculação à história do Cariri e o cenário político-econômico para a criação da Companhia de eletricidade do Cariri (CELCA). Escolhemos como recorte temporal a criação do Comitê pró-eletrificação e industrialização do Cariri (1949) e da CELCA (1961). Nesse período, as questões econômicas, políticas e culturais imbricaram-se com a importância desse recurso natural nos discursos tanto a nível nacional como local. As (re) invenções, então, da imagem do Rio São Francisco na história do Cariri deram-se em uma correlação de forças entre o passado, presente e futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Assis Daniel Gomes

Mestrando em História Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e bolsista da Fundação Cearense de Amparo à Pesquisa (FUNCAP).

Arquivos adicionais

Publicado

20-12-2014

Como Citar

GOMES, A. D. O “Rio Civilizador” e o “Vale do Cariri”: a eletrificação urbana do Sul do Ceará (1949-1961). Revista Espacialidades, [S. l.], v. 7, n. 01, p. 171–195, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/espacialidades/article/view/17694. Acesso em: 3 mar. 2024.