A casa como espaço de materialização do processo de luto na poética de José Craveirinha

  • Nathália Soares Pinto UFRJ
Palavras-chave: Luto, Paisagem, Poesia, José Craveirinha

Resumo

O presente artigo dispõe-se a pensar acerca do espaço da casa em poemas do livro Maria, do poeta moçambicano José Craveirinha. A análise, a partir de um viés psicanalítico freudiano, estabelece este espaço como um território onde se materializa o luto após a perda do ser amado. A partir de um diálogo crítico, que
une psicanálise, a ideia de paisagem de Michel Collot e a análise de Gaston Bachelard acerca da casa, discute-se aqui a relação concebida entre homem e espaço por intermédio da composição de um espaço literário que concretiza o luto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nathália Soares Pinto, UFRJ

Mestranda em Literaturas Africanas, no Programa de Letras Vernáculas, da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), http://lattes.cnpq.br/2367685142214094. E-mail: soaresnathy@live.com.

Publicado
18-07-2020
Como Citar
SOARES PINTO, N. A casa como espaço de materialização do processo de luto na poética de José Craveirinha. Revista Espacialidades, v. 16, n. 2, p. 200-212, 18 jul. 2020.