UM MESMO ESPAÇO, UM MESMO PERSONAGEM, TRÊS DISCURSOS DISTINTOS:

a mémória de Lampião no médio Pajeú e o ensino de história local

Autores

  • José Ferreira Júnior UFCG / AEST
  • Janaína Freire dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.21680/1984-817X.2022v18n1ID26570

Resumo

Neste artigo se discute os discursos construídos e emitidos relacionados à memória lampiônica, na região do Médio Pajeú, nas cidades de Serra Talhada, Triunfo e na Vila de Nazaré do Pico, espacialidades sertanejas pernambucanas. São mostradas as intencionalidades presentes nas ações dos produtores culturais dos espaços citados, quando se reportam à memória lampiônica. Também é trazida à luz a prática pedagógica desenvolvida em salas de aula, quando do ensino de história local. Lançou-se mão de bibliografia relacionada à temática memória lampiônica, bem como elementos resultantes de pesquisas realizadas e em andamento. A abordagem foi qualitativa.

 

Palavras- chave: Memória Lampiônica; Serra Talhada; Triunfo; Vila de Nazaré do Pico; Discursos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBUQUERQUE, André C. Capitães do fim do mundo: as tropas volantes pernambucanas (1922 – 1938). Recife. Edupe. 2016.

BARROS, José de A. O Campo da História: especialidades e abordagens. Petrópolis – RJ. Vozes. 2013.

BOURDIEU, Peirre. A Economia das Trocas Simbólicas. São Paulo. Editora. Perspectiva. 2010.

CANCLINI, Nestor G. Culturas híbridas. São Paulo. EDUSP. 2011

CASTELLS, Manuel. A construção da identidade. In: O Poder da Identidade. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

CERTEAU. Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis. Vozes 2011.

CHAUÍ, Marilena. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. São Paulo. Moderna, 1981.

CHIAVENATO, Júlio J. Cangaço, a Força do Coronel. São Paulo. Brasiliense. 1990.

FERREIRA JÚNIOR, José. A memória de Lampião em disputa: discursos e ações de produtores culturais na região do Pajeú. Curitiba. CRV. 2021.

FERREIRA JÚNIOR, José; SANTOS, Janaina F dos. Proximidade geográfica, distância conceitual: concepções de produtores culturais sobre a memória lampiônica nas cidades de Serra Talhada e Triunfo. Ponta de Lança, São Cristóvão, v.12, n. 22, jan.-jun. 2018.

FERREIRA JÚNIOR, José; SANTOS, Janaina F dos. Memória lampiônica x memória volante: tensões discursivas entre produtores culturais no Médio Pajeú pernambucano. Anais da XXXVI Semana de História da Universidade Federal de Juiz de Fora. Entre golpes e democracias: Narrativas históricas de um sonho em vertigem. Juiz de Fora – MG. 2020

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 7. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

HALL. Stuart. A identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: DP&A. 2006.

HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence. A Invenção das Tradições. São Paulo. Nova

Fronteira. 2004.

LINS, Daniel. Lampião, o homem que amava as mulheres. São Paulo. Annablume. 1997.

NETO, Manoel F de S. A aula. Vitória. Geografares. 2001

NORA. Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. São Paulo: Educ. 1993.

POLLAK, Michel. Memória, Esquecimento, Silêncio. In: Estudos Históricos. Rio de Janeiro, volume 2. nº 3, p. 3-15. 1992.

QUEIROZ. Maria I. P. de. Os Cangaceiros. São Paulo. Duas Cidades. 1977.

REIS, José C. Teoria da História. São Paulo. Edusp. 2010

SCHWARTZENBERG. Roger G. O Estado Espetáculo. Rio de Janeiro. Difel. 1978.

SOUZA, Ilda R. de. Sila, uma cangaceira de Lampião. São Paulo. Traço. 1984.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. São Paulo. Cutrix, 2006.

TODOROV, Tzvetan. Les abus de la mémoire. Paris, Arléa, 1995.

WEBER. Max. Economia e Sociedade. São Paulo. Imprensa Oficial. 2010.

Downloads

Publicado

14-04-2022

Como Citar

FERREIRA JÚNIOR, J.; JANAÍNA FREIRE DOS SANTOS. UM MESMO ESPAÇO, UM MESMO PERSONAGEM, TRÊS DISCURSOS DISTINTOS: : a mémória de Lampião no médio Pajeú e o ensino de história local . Revista Espacialidades, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 180–199, 2022. DOI: 10.21680/1984-817X.2022v18n1ID26570. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/espacialidades/article/view/26570. Acesso em: 5 dez. 2022.