Estado de exceção: Giorgio Agamben entre Walter Benjamin e Carl Schmitt [State of exception: Giorgio Agamben between Walter Benjamin and Carl Schmitt]

  • Danigui Renigui Martins de Souza Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Poder soberano, Estado de exceção, Direito [Sovereign power, State of exception, Law]

Resumo

O presente trabalho pretende apresentar algumas considerações acerca do Estado de exceção pensado por Agamben a partir do diálogo existente entre Walter Benjamin e Carl Schmitt. Para realizar tal tarefa teremos como referência basilar o capítulo “Gigantomachia intorno a un vuoto”, da obra Estado de exceção. No referido capítulo, Agamben nos revela a existência de um diálogo entre Schmitt e Benjamin que influenciou a criação do conceito de exceção em ambos. Porém, para Agamben, o conceito de exceção parece ser algo que ultrapassa a discussão realizada por Benjamin e Schmitt, revelando a estrutura jurídico-política do Ocidente.

[The present work intends to show some considerations about the State of exception thought by Agamben from the existing dialogue between Walter Benjamin and Carl Schmitt. To carry out this task we will have as a reference the chapter "Gigantomachia intorno a un vuoto", from the book State of exception. In that chapter, Agamben reveals to us the existence of a dialogue between Schmitt and Benjamin that influenced the creation of the concept of exception for the both of them. However, for Agamben, the concept of exception seems to be something that goes beyond the discussion held by Benjamin and Schmitt, revealing the legal-political structure of the West.]

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danigui Renigui Martins de Souza, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Doutorando em filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Estado de exceção. Trad. Iraci D. Poleti. São Paulo: Boitempo, 2004.

AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: poder soberano e vida nua I. Trad. Henrique Burgo. Belo Horizonte: UFMG, 2010.

BENJAMIN, Walter. Origem do drama barroco alemão. Trad, apres. e anot. Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BENJAMIN, Walter. Para uma crítica da violência. In: BENJAMIN, Walter. Escritos sobre mito e linguagem. Trad. Susana Kampff Lages e Ernani Chaves. São Paulo: 34; Duas cidades, 2011.

BARBOSA, Jonnefer Francisco. Limiares da política e do tempo na filosofia de Giorgio Agamben. São Paulo, 2012. 168f. Tese (Doutorado em Filosofia) ‒ Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

JACQUIN, Jean-Baptiste. Antiterrorisme: le gouvernement veut mettre l’état d’urgence dans le droit commun. Le Monde – Édition Globale. Police et Justice, 8 Juin 2017, Disponível em: < http://www.lemonde.fr/police-justice/article/2017/06/07/le-gouvernement-compte-faire-entrer-l-etat-d-urgence-dans-le-droit-commun_5140018_1653578.html#tm3VXfQ0ZZ8XEwI6.99>. Acesso em: 25 ago. 2017.

KIRSCHBAUM, Saul. Carl Schmitt e Walter Benjamin. Cadernos de filosofia Alemã. São Paulo, 8, 2002, p. 61-84.

NASCIMENTO, Daniel Arruda. Do fim da experiência ao fim do jurídico: percurso de Giorgio Agamben. Campinas, 2010. 185f. Tese (Doutorado em Filosofia) ‒ Universidade Estadual de Campinas.

SCHÜMER, Dirk. A crise infindável como instrumento de poder: uma conversa com Giorgio Agamben. Blog da Boitempo. 17 jul. 2013. Disponível em: < https://blogdaboitempo.com.br/2013/07/17/a-crise-infindavel-como-instrumento-de-poder-uma-conversa-com-giorgio-agamben/>. Acesso em: 7 ago. 2017.

SCHMITT, Carl. La dictadura. Trad. José Díaz García. Revista de Occidente Bárbara de Braganza. Madrid, 12, 1968.

SCHMITT, Carl. Teologia política: quatro capítulos sobre a doutrina da soberania. In: SCHMITT, Carl. A crise da democracia parlamentar. Trad. Inês Lobbauer. São Paulo: Scritta, 1996.

ZAVALA HYDE, Carlos. La polémica entre Benjamin y Schmitt en el Homo Sacer de Agamben. In: JORNADAS de Filosofía Política, 5. ‒ 17-20 de noviembre de 2008. Barcelona: Universitat de Barcelona, 2008.

Publicado
04-06-2018
Como Citar
SOUZA, D. R. M. DE. Estado de exceção: Giorgio Agamben entre Walter Benjamin e Carl Schmitt [State of exception: Giorgio Agamben between Walter Benjamin and Carl Schmitt]. Princípios: Revista de Filosofia (UFRN), v. 25, n. 47, p. 35-58, 4 jun. 2018.