ARQUITETURA DE AEROPORTOS: DOS TERMINAIS DE PASSAGEIROS AOS AERO SHOPPINGS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2017v2n1ID16595

Palavras-chave:

Aeroporto, Terminal de Passageiros, Arquitetura, Aero Shopping

Resumo

A aviação, com surgimento em 1902, passa a atuar como meio de transporte civil após a Primeira Guerra Mundial, tendo se efetivado após a Segunda. O veloz deslocamento proporcionador pela aviação a configura como um essencial meio de transporte no atual contexto da globalização. Os aeroportos, surgidos como uma infraestrutura básica no processamento de passageiros e bagagens na década de 1920, têm evoluído continuamente. Tal equipamento, com singularidades e complexidades que o fazem edifícios únicos e inovadores, encontram-se em uma nova etapa de seu desenvolvimento. Se, antigamente, os aeroportos tratam-se de ambientes construídos em linguagem arquitetônica impessoal, imponente e extremamente vinculado à tecnologia, atualmente percebe-se o intuito de se estabelecer uma interação com o usuário, que não mais apenas se caracteriza pelo passageiro, buscando construir laços, vínculos, identidade. Se o aeroporto do século XX priorizava o caráter operacional, o do século XXI evidencia o comercial, inspirando na tendência ados shoppings centers. Este artigo propõe-se a refletir sobre os terminais de passageiros levando-se em considerações fatores associados à arquitetura. Tem como objetivos compreender a dinâmica evolução destes terminais, compreender como os terminais assumiram certas formas e características que apresentam nos dias atuais e identificar as especificidades dos terminais contemporâneos, que foram construídos, reformados, ampliado ou modernizados no século XXI. Como metodologia, utiliza-se pesquisa em referências bibliográficas, bem como verificações in loco em aeroportos internacionais no Brasil e no exterior, detalhando, mais especificamente, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins, MG, Brasil) e o Aeroporto Internacional Ministro Pistarini (Buenos Aires, Argentina).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Pinheiro Gomes Cavalcante, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Arquitetura (PROARQ) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) , sendo bolsista Capes. Colaboradora do Projeto de Extensão "Guia Virtual de Acessibilidade Plena: contribuindo para o direito de ir e vir", que recebe apoio do CNPQ, no âmbito da chamada nº 84/2013 MCTI-SECIS/ CNPQ-Tecnologia Assistiva. Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará (2009), tendo sido bolsista do Projeto de extensão "Projeto de Acessibilidade em Escolas de Ensino Fundamental e Médio das Redes Públicas Estadual e Municipal". Experiência profissional nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Acessibilidade e em Sítios Aeroportuários. Dentre os principais trabalhos técnicos realizados nas citadas áreas, ressaltam-se: Consultoria referente à Acessibilidade no Aeroporto Internacional Tancredo neves, Confins-MG (60.305 m²); autoria de projeto arquitetônico de adequação à acessibilidade no pavimento superior do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (1.125 m²) e autoria de projeto arquitetônico de Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (3.100 m²).

 

Cristiane Rose de Siqueira Duarte, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

Possui graduação em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981), graduação em Architecture - École d'Architecture de Paris-La Villette (1983), mestrado pela Universite de Paris XII (Paris-Val-de-Marne) (1985) e doutorado pela Université de Paris I (Pantheon-Sorbonne) (1993). Pós-doutorado na University of California Berkeley (2014). Docente concursada da UFRJ desde 1983. Atualmente é professora Titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Projeto do Espaço Urbano, atuando principalmente nos seguintes temas: aspectos culturais da construção do espaço, acessibilidade e etnografia da cidade. Recebeu prêmio internacional da Association Européene pour l'Enseignement de l'Architecture pela melhor metodologia de ensino de arquitetura do biênio 2003-2004; diversas publicações premiadas; diversas moções de congratulações pelos trabalhos centíficos realizados. Foi membro do Comitê de Assessoramento do CNPq para a área de Ciências Sociais Aplicadas (2009/2012). Possui diversos trabalhos publicados, orienta trabalhos de pós-graduação (mestrado e doutorado) em Arquitetura e Urbanismo.

Downloads

Publicado

08-10-2017

Como Citar

CAVALCANTE, E. P. G.; DUARTE, C. R. de S. ARQUITETURA DE AEROPORTOS: DOS TERMINAIS DE PASSAGEIROS AOS AERO SHOPPINGS. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 57–68, 2017. DOI: 10.21680/2448-296X.2017v2n1ID16595. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/16595. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

PESQUISA