Concursos de arquitetura em patrimônio edificado

Um estudo comparativo

Autores

  • Jenifer Petry Vescia Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Caryl Eduardo Jovanovich Lopes Universidade Federal de Santa Maria / Professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e das Pós-Graduações em Patrimônio Cultural e em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo

DOI:

https://doi.org/10.21680/2448-296X.2023v8n3ID31100

Palavras-chave:

Concursos de arquitetura, Patrimônio, Preservação

Resumo

A questão da preservação patrimonial é uma prática social e heterogênea, que reproduz as contradições da sociedade e seus conflitos. Ainda que significativos concursos tenham evidenciado práticas e impulsionado a arquitetura nacional no Brasil, a modalidade no país ainda carece de consistência e normatização. Neste artigo serão analisados três concursos de arquitetura em patrimônio histórico, com foco em sua organização e realização, bem como os resultados obtidos com as competições. Foram analisados o Concurso de Anteprojeto Palácio Pereira, em Santiago/Chile, o Concurso Porto Digital para o Diário de Pernambuco, em Recife/Pernambuco e o Concurso Iconicidade: Clube dos Ferroviários, em Santa Maria/Rio Grande do Sul. Estas análises aqui apresentadas tiveram como objetivo a construção de uma base real de dados para a discussão de aspectos apontados como relevantes ao longo do desenvolvimento teórico de uma pesquisa que visa investigar a formulação, desenvolvimento e conclusão de concursos de arquitetura voltados a patrimônios arquitetônicos, discutindo a importância de certames públicos abertos para a discussão acadêmica, técnica e legislativa. A delimitação dos focos de observação partiu de conceitos explorados na bibliografia consultada e apontaram elementos considerados relevantes para o sucesso de um concurso de arquitetura. Pode-se concluir, através da tabulação de dados referentes aos concursos, que os elementos levantados na metodologia podem servir de base para investigação de elementos de construção de concursos de arquitetura com foco em patrimônio cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jenifer Petry Vescia, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Cursou Pós-Graduação em Docência no Ensino Superior, onde desenvolveu uma dissertação acerca do uso do desenho e fabricação digital em faculdades de Arquitetura. Tem experiência na área de edificações acessíveis, tema de seu Trabalho Final de Graduação e na área de loteamentos e infra-estrutura urbana, objeto de projeto de pesquisa. Mestra pelo no Programa de Pós-graduação em Patrimônio Cultural da Universidade Federal de Santa Maria,  onde desenvolveu um projeto de dissertação denominado Concursos de Arquitetura como Alternativa para a Preservação do Patrimônio Histórico Construído. 

Caryl Eduardo Jovanovich Lopes, Universidade Federal de Santa Maria / Professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e das Pós-Graduações em Patrimônio Cultural e em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo - Faculdades Integradas do Instituto Ritter dos Reis (1986) e doutorado em Arquitetura - Universitat Politècnica de Catalunya (2003). É professor titular na Universidade Federal de Santa Maria, atuando na Graduação em Arquitetura e Urbanismo e nos cursos de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural (Mestrado Profissional - Área: Arquitetura e Patrimônio Material - Linha: Preservação do Patrimônio Material) e no Mestrado em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo (Mestrado Acadêmico - Área: Paisagem Cultural e Sustentabilidade - Linha: Planejamento, Projeto e Fundamentos do Ambiente Construído). Membro do Conselho de Patrimônio Cultural e do Fórum Técnico da Prefeitura de Santa Maria, Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em História da Arquitetura e do Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: patrimônio cultural, memória, inventariação, cidade e paisagem e projeto de edificação.

Referências

CHILE. Decreto Supremo nº 513 de 1996. Autoriza la Direción de Arquitectura para Convocar Concursos de Anteproyectos de Arquitectura. Ministerio de Obras Públicas. Santiago, 23 de jul. de 1996. Disponível em: http://transparencia.arquitecturamop.cl/marco/Decreto_513-1996.pdf. Acesso em: 12 out. 2021.

COLEGIO DE ARQUITECTOS. Reglamento de Concursos de Anteproyectos y Proyectos de Arquitetura. Direção Nacional de Arquitectura, 19 de jan. de 2012. Santiago, 2012. Disponível em: www.colegiodearquitectos.com. Acesso em: 08 out. 2021.

CRISTÓBAL, M. B. Concursos de Arquitectura en Chile: Su aporte al desarrollo cultural y a la calidad de vida. Consejo Nacional de la Cultura y las Artes. Santiago: Quad/Graphics, 2014. Disponível em: http://repositorio.cultura.gob.cl/handle/123456789/4517. Acesso em: 03 mar. 2021

ESPINOZA, V. Palacio Pereira: Renovación y Nueva Constitución. L'Officel, Santiago, 13 mar. 2021. Disponível em: https://www.lofficielchile.com/arte-y-cultura/palacio-pereira-renovacion-y-nueva-constitucion. Acesso em: 24 nov. 2021

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão. Edital, 22 de junho de 2021. Edital de Chamamento Público nº 01/21/SPGG: Seleção de projetos para adesão ao projeto Iconicidades, Porto Alegre, RS, 22 jun. 2021. Disponível em: https://www.diariooficial.rs.gov.br/materia?id=573315. Acesso em: 13 abr. 2022.

______. Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão. Edital, 27 de abril de 2022. Edital de Concurso nº 0002/2022: Concurso Público Nacional de Arquitetura e Urbanismo para o Clube dos Ferroviários: Centro de Inovação e Economia Criativa, Porto Alegre, RS, 27 abr. 2022. Disponível em: http://www.concursoiconicidadessantamaria.org/. Acesso em: 3 ago. 2022.

______. Normas do Instituto de Arquitetos do Brasil para Organização de Concursos Públicos de Arquitetura e Urbanismo. 127ª Reunião do Conselho Superior do IAB, Rio de Janeiro, outubro de 2007. Disponível em: https://concursosdeprojeto.files.wordpress.com/2008/11/normas-concursos-iab-127-cosu.pdf. Acesso em: 13 jul. 2020.

______. Política Nacional de Concursos Públicos. 124ª Reunião do Conselho Superior do IAB, Brasília, maio de 2006. Disponível em: https://concursosdeprojeto.files.wordpress.com/2008/11/iabdn-politica-concursos-aprovada-cosu-brasilia104-10-07.pdf. Acesso em: 13 jul. 2020.

______. Regulamento Nacional de Concursos de Arquitetura e Urbanismo. 145ª Reunião do Conselho Superior do IAB, Fortaleza, 2014. Disponível em: https://iab.org.br/wp-content/uploads/2021/07/REGULAMENTO-NACIONAL-DE-CONCURSOS-DE-ARQUITETURA-E-URBANISMO-APROVADO-NO-145%C2%B0-COSU-EM-ABRIL-DE-2014-.docx.pdf. Acesso em: 13 jul. 2020.

MINISTERIO DE OBRAS PUBLICAS. Dirección de Arquitectura. Bases administrativas especiales del concurso internacional: Anteproyecto restauración Palacio Pereira y reposición edificio del consejo de monumentos nacionales y la dirección de bibliotecas archivos y museos., Santiago, Chile, 2012.

NÚCLEO DE GESTÃO PORTO DIGITAL. Bases do Concurso, 19 de setembro de 2016. Termo de referência: Concurso Porto Digital de Arquitetura para o Diário de Pernambuco, Recife, 19 set. 2016a.

______. Bases do Concurso, 19 de setembro de 2016. Edital Fase 01 (anexo II): Concurso Porto Digital de Arquitetura para o Diário de Pernambuco, Recife, 19 set. 2016b.

______. Bases do Concurso, 19 de setembro de 2016. Edital fase 02 (anexo III): Concurso Porto Digital de Arquitetura para o Diário de Pernambuco, Recife, 19 set. 2016c.

______. Bases do Concurso, 19 de setembro de 2016. Diretrizes do projeto de restauro (anexo XII): Concurso Porto Digital de Arquitetura para o Diário de Pernambuco, Recife, 19 set. 2016d.

______. Bases do Concurso, 19 de setembro de 2016. Diretrizes para o programa de necessidades (anexo XI): Concurso Porto Digital de Arquitetura para o Diário de Pernambuco, Recife, 19 set. 2016e.

PEÑA, F.P.C. Estudo, Registro y Revisión de Processos de Conservación y restauración de Ornamentos: Fachada Palacio Pereira. Dissertação (Mestrado em Conservação e Restauração de Objetos e Entorno Patrimonial) - Universidad Finis Terrae, Santiago, Chile, 2018.

SOBREIRA, F. Concursos: pela qualidade da Arquitetura e dos espaços públicos. Revista Drops. V.36, p. 036.06, 2010. Disponível em: https://vitruvius.com.br/index.php/revistas/read/drops/11.036/3596. Acesso em: 5 nov. 2020.

______. As regras do jogo: sobre a dinâmica dos concursos de arquitetura. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 68–83, 2020. DOI: 10.21680/2448-296X.2020v5n2ID19693. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/19693. Acesso em: 3 out. 2022.

______; WANDERLEY, V. Concursos de arquitetura no Brasil de 2005 a 2014. Breve panorama analítico. Revista Arquitextos, Ano 16, n. 181, jun. 2015. Disponível em: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/16.181/5598. Acesso em: 20 ago. 2022.

SUZUKI, E. Concursos de Arquitetura e Urbanismo no Brasil de 1984 a 2012: a eficiência dos concursos públicos nacionais. Tese (Doutorado em Projeto de Arquitetura) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16138/tde-01092016-173101/pt-br.php. Acesso em: 09 abr. 2021.

VESCIA, J. P. Concursos de Arquitetura como Alternativa para a Preservação do Patrimônio Construído. Dissertação (Mestrado em Patrimônio Histórico) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. 2022.

Downloads

Publicado

23-09-2023

Como Citar

PETRY VESCIA, J.; JOVANOVICH LOPES, C. E. Concursos de arquitetura em patrimônio edificado: Um estudo comparativo. Revista Projetar - Projeto e Percepção do Ambiente, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 151–164, 2023. DOI: 10.21680/2448-296X.2023v8n3ID31100. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revprojetar/article/view/31100. Acesso em: 3 mar. 2024.