O trabalho de cozinheiras, cozinheiros e chefs em cozinhas profissionais: reflexões a partir da perspectiva de gênero

Autores

  • Cecília Ulisses Frade dos Reis Universidade Federal do Paraná
  • Márcia Shizue Massukado-Nakatani Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.21680/2357-8211.2022v10n3ID26902

Resumo

O objetivo do presente estudo é refletir sobre o trabalho em cozinhas profissionais a partir da perspectiva de gênero, com referencial teórico baseado nos estudos feministas. Esta pesquisa se justifica pela representatividade do setor de alimentação perante as demais Atividades Características do Turismo (ACTs), além da contribuição com o campo de estudos de gênero no Turismo. Foi utilizada metodologia qualitativa por meio da realização de entrevistas com cozinheiros, cozinheiras e chefs com experiência na alta gastronomia. A análise das entrevistas permitiu considerar a percepção dos entrevistados e entrevistadas quanto às diferenças entre cozinha doméstica e profissional. Além disso, demonstrou uma série de dificuldades comuns a homens e mulheres advindas da rotina de trabalho, como: longas jornadas laborais; dificuldade de conciliação da vida pessoal com a profissional; e demanda por disposição física e mental. Apesar desses pontos em comum, as concepções binárias de masculino e feminino repercutem de maneira mais desafiadora para as mulheres, como por exemplo, o frequente julgamento de serem incapazes de trabalhar na cozinha profissional, além da cultura de normalização do assédio associada ao arquétipo do chef de cozinha bad boy/rock star. Contudo, tais concepções de gênero não estão cristalizadas, mas em disputa, conforme relataram as entrevistadas ao apontarem os limites de sua profissão, mas, por outro lado, provarem ser, de fato, capazes de atuar nessa área. Conclui-se, portanto, que, em larga medida, as concepções tradicionais de masculinidade e feminilidade pautam as relações entre esses profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Shizue Massukado-Nakatani, Universidade Federal do Paraná

Professora Associada e Pesquisadora no Departamento de Turismo da Universidade Federal do Paraná, com atuação no Programa de Pós-graduação em Turismo (2013) e na Graduação em Turismo (2008). Doutora e Mestre em Administração (PPGADM/UFPR) e Bacharel em Turismo (UFPR). Co-líder dos Grupos de Pesquisa CNPq TEEM - Turismo, Educação, Emprego e Mercado (2016- ) e, TURITEC - Turismo, Tecnologia, Informação, Comunicação e Conhecimento (2008- ). Interesses de pesquisa: Metodologia e Construção do Conhecimento em Turismo, Comunicação e Informação Turística e, Educação e Formação Superior em Turismo. Revisora ad hoc de periódicos da área de Turismo, de eventos em Turismo e em Administração, de agências de fomento e de editais de pesquisa.

Downloads

Publicado

25-08-2022

Como Citar

ULISSES FRADE DOS REIS, C.; SHIZUE MASSUKADO-NAKATANI, M. O trabalho de cozinheiras, cozinheiros e chefs em cozinhas profissionais: reflexões a partir da perspectiva de gênero. Revista de Turismo Contemporâneo, [S. l.], v. 10, n. 3, 2022. DOI: 10.21680/2357-8211.2022v10n3ID26902. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/turismocontemporaneo/article/view/26902. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos