Sistema eletrônico de informações em uma instituição pública do estado de Pernambuco: uma análise da aceitação e uso do sistema

Palavras-chave: Sistemas de Informação. SEI. Gestão Pública. Aceitação e Uso.

Resumo

Objetivo: Este estudo visa promover uma avaliação da aceitação e uso da tecnologia implantada (Sistema Eletrônico de Informações) em uma instituição pública do estado de Pernambuco, sob a perspectiva dos usuários internos do sistema à luz da Teoria Unificada de Aceitação e Uso da Tecnologia (Venkatesh, Morris, Davis & Davis, 2003).

Metodologia: Foi utilizada uma abordagem quantitativa, analítica e descritiva com objetivo exploratório. Realizou-se uma coleta de dados por meio formulário estruturado com afirmativas agrupadas por construtos, elaborado e aplicado via google forms, com o uso da escala Likert. O tratamento dos dados coletados foi realizado de duas formas: i) estatística descritiva para as questões que tratam do perfil demográfico dos respondentes, chamadas de variáveis moderadoras, segundo a teoria; e ii) aplicou-se o método do Ranking Médio, confrontando com os aspectos propostos na teoria para questões específicas, verificando se as notas das respostas da amostra correspondem aos achados do renomado autor no que tange ao relacionamento entre construtos.

Resultados: Os resultados obtidos apontam que idade, gênero e experiência influem diretamente nos construtos. Conclui-se, portanto, que há um nível razoável de aceitação e uso do SEI. Embora existam resistência e conflitos a serem enfrentados na gestão pública, os usuários em sua maioria, enxergam e compreendem de forma positiva que o sistema apresentado no presente estudo tem sido uma ferramenta relevante na gestão pública, contribuindo no gerenciamento e controle de informações sem deixar de lado o apoio a tomada de decisão, auxiliando para o aprimoramento no uso dos recursos.

Contribuições do Estudo: Os resultados contribuem para a literatura específica, porque apresenta resultados sobre aceitação e uso no âmbito público, podendo subsidiar o processo de implantação do SEI em outros órgãos, como também para futuras pesquisas envolvendo situações similares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Alves da Silva, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Mestrando em Controladoria, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Departamento de Administração (DADM), Programa de Pós-Graduação em Controladoria (PPGC).

Paulo de Tasso de Souza Junior, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Mestrando em Controladoria, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Programa de Pós-graduação em Controladoria (PPGC).

Alessandra Carla Ceolin, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Doutora em Agronegócios, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Departamento de Administração (DADM), Programa de Pós-Graduação em Controladoria (PPGC).

Referências

Alfonso, C., Schwarz, A., Roldán, J., & Sánchez-Franco, M. J. (2015). EDMS Use in Local E-Government: An Analysis of the Path from Extent of Use to Overall Performance. International Journal of Electronic Government Research. doi: 10.4018/IJEGR.2015040102.

Al Khatib, (2013). H.E-government systems success and user acceptance in developing countries: The role of perceived support quality. Brunel Business School Thesis, London. Recuperado de https://bura.brunel.ac.uk/bitstream/2438/7471/1/FulltextThesis.pdf.

Alpendre, F. T., Cruz, E D. A., Dyniewicz, A. M., Mantovani, M. F., Silva, A. E. B. C., & Santos, G.S. (2017). Cirurgia segura: validação de checklist pré e pós-operatório. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 25, e2907. Epub July 10, 2017. doi: 10.1590/1518-8345.1854.2907.

Almeida, E. (2019). A implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) na UTFPR: uma visão a partir do princípio da eficiência na administração pública. (Dissertação de Mestrado Profissional em Administração Pública), Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa. Recuperado de https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4726.

Amaral, V. L., & Uchôa, C. E. (2014). Processo Eletrônico Nacional: sua construção colaborativa e suas perspectivas. VII Congresso CONSAD de Gestão Pública, 2014. Recuperado de http://www.consad.org.br/wp-content/uploads/2014/08/Revista-Completa.pdf.

Ajzen, I. (1991). The theory of planned behavior. Organizational Behavior and Human Decision Processes, 50(2), 179–211. doi: 10.1016/0749-5978(91)90020-T.

Balasubramanian, N. (2012). Likert Technique of Scale Construction in Nursing Research. Asian Journal of Nursing Education and Research, 2(2), 65-69. Recuperado de https://www.researchgate.net/publication/249964188_Likert_Technique_of_Attitude_Scale_Construction_in_Nursing_Research.

Balbe, R. da S. (2010). Uso de tecnologias de informação e comunicação na gestão pública: exemplos no governo federal. Revista do Serviço Público, 61(2), 189–209. doi: 10.21874/rsp.v61i2.45.

Batista, C. de C., Pereira, M. M. O., Ferreira, M. C., Silva, F. D., & Ribeiro, L. L. (2018). Implementação de Um Sistema de Informação Gerencial na Esfera Municipal: Relação entre Ergonomia Cognitiva e Estresse no Trabalho. Revista Gestão &Amp; Conexões, 7(1), 16–36. doi: 10.13071/regec.2317-5087.2014.7.1.14718.16-36.

Brasil. (2021). Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Processo Eletrônico Nacional. Recuperado de: http://processoeletronico.gov.br/index.php/aderiu-ao-sei.

Bresser-Pereira, L. C. (2005). Gestão do setor público: Estratégia e estrutura para um novo Estado. In: Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial. Luiz Carlos Bresser-Pereira e Peter Spink (Orgs.). Carolina Andrade (Trad.). 6.ed. Rio de Janeiro: FGV.

Camparo, J. (2013). A geometrical approach to the ordinal data of Likert scaling and attitude measurements: The density matrix in psychology. Journal of Mathematical Psychology, 57(1-2), 29-42. doi: 10.1016/j.jmp.2013.02.004.

Cardoso, R. L., Aquino, A. C. B. de, & Bitti, E. J. da S. (2011). Reflexões para um framework da informação de custos do setor público brasileiro. Revista de Administração Pública, 45(5), 1565–1586. doi: 10.1590/S0034-76122011000500014.

Cauter, L., Snoeck, M. & Crompvoets. J. (2014). PA Meets IS Research: Analysing Failure of Intergovernmental Information Systems via IS Adoption and Success Models. Marijn Janssen; Hans Jochen Scholl; Maria A. Wimmer; Frank Bannister. In: 13th International Conference on Electronic Government. doi: 10.1007/978-3-662-44426-9_6.

Compeau, D.R., & Higgins, C.A. (1995). Computer self-efficacy: development of a measure and initial test. MIS Quarterly, Minneapolis, 19(2), 189-212, DOI: 10.2307/249688.

Cohen, E., Delage, P., Alencar, R., & Menezes, A. (2020). Percepção dos estudantes em relação a uma experiência de gamificação na disciplina de psicologia e educação inclusiva. HOLOS, 1, 1-15. doi: 10.15628/holos.2020.7597.

Cornwell, G., Kessler, R. R., Aldrich, D., Andersen, T. K., Hayes, S. M., Sulzer, J., & Tulis, S. (1993). Problems and issues affecting the U.S. depository library program and the GPO. Government Publications Review, 20(2), 121–140. doi: 10.1016/0277-9390(93)90106-Y.

Cho, K. W., Bae, S.-K., Ryu, J.-H., Kim, K. N., An, C.-H., & Chae, Y. M. (2015). Performance Evaluation of Public Hospital Information Systems by the Information System Success Model. Healthcare Informatics Research, 21(1), 43. doi: 10.4258/hir.2015.21.1.43.

Davis, F. D. (1989). Perceived usefulness, perceived ease of use, and user acceptance of information technology. MIS Quarterly, Minneapolis, 13 (3), 318-339, doi: 10.2307/249008.

Davis, F. D., Bagozzi, R. P. & Warshaw, P. R. (1989). User Acceptance of Computer Technology: A Comparison of Two Theoretical Models. Management Science, 35 (8), 982–1003. doi: 10.1287/mnsc.35.8.982.

De Souza, V. W. O. M., Gomes, V. A. do P., Pozo, O. V. C., & de Freitas, R. R. (2020). Análise da implementação dos processos administrativos eletrônicos no Brasil após a Lei de Acesso à Informação. Revista Brasileira de Engenharia de Produção, 6(2), 1–9. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/bjpe/article/view/29103/20661.

Farias, L. D. A., Oliveira, L. C. de, Oliveira, J. De, & Michaloski, A. O. (2020). Implantação do sistema eletrônico de informações em uma Universidade Pública Federal: percepção dos servidores da área de gestão de pessoas. Revista Brasileira de Administração Científica, 11(4), 189–199. doi: 10.6008/cbpc2179-684x.2020.004.0015.

Farias, J. S., & Resende, M. M. (2020). Impacto do treinamento na implantação de novo sistema eletrônico e aceitação de novas tecnologias em uma instituição federal de ensino superior. Revista de Administração Da UFSM, 13(4), 773–791. doi: 10.5902/1983465932624.

Ferreira, J. B., Botelho, P. L., Caixeta, D. H., Faria, P. M. C., & Freitas, M. E. P. de. (2019). Implantação do Sistema Eletrônico na gestão de processos e documentos – Projeto Papel Zero. Revista Da Universidade Vale Do Rio Verde, 17(2), 1–12. doi: 10.5892/ruvrd.v17i2.5105.

Fishbein, M., & Ajzen, I. (1975). Belief, attitude, intention and behavior: an introduction to theory and research. Reading: Addison-Wesley. Recuperado de https://www.researchgate.net/publication/233897090_Belief_attitude_intention_and_behaviour_An_introduction_to_theory_and_research.

Gama, Janyluce Rezende, Duque, Claudio Gottschalg, & Almeida, José Elias Feres de. (2014). Convergência brasileira aos padrões internacionais de contabilidade pública vis-à-vis as estratégias top-down e bottom-up. Revista de Administração Pública, 48(1), 183-206. doi: 10.1590/S0034-76122014000100008.

Gaspar, I. D. A., Mendes, C., Shimoya, A., & Shimoda, E. (2018). Análise da satisfação de usuários de softwares livres em um instituto federal de ensino e do questionário aplicado utilizando o coeficiente Alfa De Cronbach. Linkscienceplace. Interdisciplinary Scientific Journal, 5(1), 102–124. doi: 10.17115/2358-8411/v5n1a7.

Gil, A. C. (2019). Métodos e técnicas de pesquisa social. 7. ed. São Paulo: Atlas.

Gonçalves Silva, L., & Rosália Beber de Souza. (2020). A gestão de documentos e tramitação de processos na administração pública, com a utilização do Sistema Eletrônico de Informações – SEI: um estudo de caso na Universidade Federal de Viçosa – UFV. Múltiplos Olhares Em Ciência Da Informação. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/25838.

Gontijo, D. de L., Deboçã, L. P., Rosvadoski-da-Silva, P., & Silva, L. L. (2019). Tecnologia da Informação em organizações públicas: das intenções estratégicas à experiência dos usuários em uma Universidade Federal. Revista de Ciências Humanas |, 19(2), 1–26. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/RCH/article/view/11470.

Hermida, P. M. V., Nascimento, E. R. P., Echevarría-Guanilo, M. E., Brüggemann, O. M., & Malfussi, L. B. H. (2018). Acolhimento com classificação de risco em unidade de pronto atendimento: estudo avaliativo. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 52, e03318. doi: 10.1590/s1980-220x2017001303318.

Hess, H. C. (2010). O princípio da eficiência e o Poder Judiciário. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 105, 211-239. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67899.

Homburg, V. (2018). ICT, E-Government and E-Governance: Bits & Bytes for Public Administration. In The Palgrave Handbook of Public Administration and Management in Europe (pp. 347–361). London: Palgrave Macmillan UK. doi: 10.1057/978-1-137-55269-3_18.

Hung, S.-Y., Tang, K.-Z., Chang, C.-M., & Ke, C.-D. (2009). User acceptance of intergovernmental services: An example of electronic document management system. Government Information Quarterly, 26(2), 387–397. doi: 10.1016/j.giq.2008.07.003.

Kaaki, F., Rayner, C., & Alshamrani, M. (2013). Female Users’ Acceptance of the Electronic Document Management System (EDMS). In 2013 European Modelling Symposium (pp. 315–320). IEEE. doi: 10.1109/EMS.2013.54.

Kautz, K., & Cecez-Kecmanovic, D. (2013). Sociomateriality and Information Systems Success and Failure. In Y. K. Dwivedi, H. Zinner Henriksen, D. Wastell, & R. De’ (Eds.), Grand Successes and Failures in IT. Public and Private Sectors: IFIP WG 8.6 International Working Conference on Transfer and Diffusion of IT, TDIT 2013, Bangalore, India, June 27-29, 2013. Proceedings (pp. 1-20). Springer Science+Business Media. IFIP AICT - Advances in Information and Communication technology Vol. 402. doi: 10.1007/978-3-642-38862-0_1.

Kern, R. A. (2011). Perspectivas sobre o planejamento estratégico no âmbito da Administração da Justiça. Revista de Doutrina da 4ª Região, Porto Alegre, n. 41. Recuperado de https://revistadoutrina.trf4.jus.br/artigos/edicao041/ricardo_kern.html.

Kline, P. (2013). Handbook for Psychological Testing, (2ª Ed.). London: Routhledge.

Kreutz, R. R., Silva, F.S., & Amorin, P.H.M. (2018). Eficiência, eficácia e efetividade na administração pública: uma análise das produções cientificas de 2007 a 2017. In: Siepex - Cachoeira do Sul, 2018. Recuperado de https://www.doity.com.br/anais/8-siepex/trabalho/60615.

Laudon, K. C. & Laudon, J. P. (2014). Sistemas de Informações Gerenciais. 11ª ed. Pearson: São Paulo.

Lawson-Body, A., Willoughby, L., Lawson-Body, L., & Tamandja, E. M. (2018). Students’ acceptance of E-books: An application of UTAUT. Journal of Computer Information Systems, 60(3), 256–267. doi: 10.1080/08874417.2018.1463577.

Lourenço, E. O. (2019). A avaliação do sistema eletrônico de informações (SEI) em uma instituição federal de ensino superior (Dissertação de Mestrado em Administração), Universidade Federal de Goiás, Goiás. Recuperado de http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9656.

Mansoori, K. A. Al, Sarabdeen, J., & Tchantchane, A. L. (2018). Investigating Emirati citizens’ adoption of e-government services in Abu Dhabi using modified UTAUT model. Information Technology & People, 31(2), 455–481. doi:10.1108/ITP-12-2016-0290.

Moraes, G. H. S. M. (2013). Adoção de governo eletrônico no Brasil: a perspectiva do usuário do programa Nota Fiscal Paulista (Tese de doutorado), Escola de Administração de empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo.

Nogueira, R. D. F., Costa, T. D. A., & Saraiva, N. D. L. (2018). Desafios da gestão de documentos: a aplicação do e-arq no âmbito do sistema eletrônico de informações (sei). Pesquisa Brasileira Em Ciência Da Informação e Biblioteconomia, 13(2), 294–303. doi: 10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n2.43044.

Nogueira, R. D. F., & Costa, T. D. A. C. (2018). O processo eletrônico nacional e a implementação do sistema eletrônico de informações na universidade de Brasília. Informação Arquivística, 6(1), 304–317. doi: 10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n2.43045.

Oliveira, L. H. (2005). Exemplo de cálculo de Ranking Médio para Likert. Notas de Aula. Metodologia Científica e Técnicas de Pesquisa em Administração. Mestrado em Adm. e Desenvolvimento Organizacional. PPGA CNEC/FACECA: Varginha.

Oliveira, L. C. P., Faleiros, S. M., & Diniz, E. H. (2015). Sistemas de informação em políticas sociais descentralizadas: Uma análise sobre a coordenação federativa e práticas de gestão. Revista de Administração Pública, 49(1), 23–46. doi: 10.1590/0034-76121675.

Pereira, R., Castro, S., Marques, H., Botelho, L., Silva, T., & Freitas, A. (2015). A Informatização de Processos em Instituições Públicas: o caso da Universidade Federal de Viçosa. Navus - Revista de Gestão e Tecnologia, 6(1), 17-29. doi: 10.22279/navus.2016.v6n1.p17-29.314.

Pettas, N. & Giannikos, I. (2014). Evaluating the delivery performance of public spending programs from an efficiency perspective. Evaluation and Program Planning, v. 45, 140-150. doi: 10.1016/j.evalprogplan.2014.03.007.

Pires Fulton, D. de C., Farias, J. S., Alfinito, S., & De Almeida, J. P. L. (2018). Adoção do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) pelo Ministério da Justiça: uma avaliação na ótica de usuários. Revista Do Serviço Público, 69(4), 1015–1036. doi: 10.21874/rsp.v69i4.3624.

Prado, E., Ramalho, N., Souza, C., Cunha, M., & Reinhard, N. (2011). Iniciativas de governo eletrônico: análise das relações entre nível de governo e características dos projetos em casos de sucesso. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, 10(1). doi: 10.21529/RESI.2011.1001007.

Prodanov, C. C., & Freitas, E. C. (2013). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale.

Rad, M. S.; Nilashi, M. & Dahlan, H. M. (2018). Information technology adoption: a review of the literature and classification. Universal Access in the Information Society, v. 17, 361–390. doi: 10.1007/s10209-017-0534-z.

Rahi, S., Abd. Ghani, M., Alnaser, F. M., & Ngah, A. H. (2018). Investigating the role of unified theory of acceptance and use of technology (UTAUT) in internet banking adoption context. Management Science Letters, 8(3), 173–186. doi: 10.5267/j.msl.2018.1.001.

Reis, A. F., Dacorso, A. L. R., & Tenório, F. A. G. (2015). Influência do uso de tecnologias de informação e comunicação na prestação de contas públicas municipais — um estudo de caso no Tribunal de Contas dos Municípios do estado da Bahia. Revista de Administração Pública, 49 (1), 231–251. doi: 10.1590/0034-76121664.

Rezende, D. A. (2008). Tecnologia da informação e planejamento estratégico: alinhamento e integração com a inteligência organizacional privada ou pública. Rio de Janeiro: Basport.

Rodrigues, E. C. C., Silva, R. B. da, & Bernardo, N. M. (2017). Avaliação da usabilidade e desempenho do sistema eletrônico de informações (SEI). Revista Negócios Em Projeção, 1(2), 51–61. Recuperado de http://revista.faculdadeprojecao.edu.br/index.php/Projecao1/article/view/899/785.

Rogers, E.M. (1995). Diffusion of innovations. New York: Free Press.

Sanchez, O. A., & Araújo, M. (2006). Avaliação dos mecanismos de controle da corrupção e de valorização da cidadania no estado de São Paulo. São Paulo: Cedec.

Santos, S. R. dos, Fereira, J. de A., Cruz, E. M. M. S., Leite, E. M. de A. M., & Pessoa, J. da C. S. (2014). Sistema de informação em saúde: gestão e assistência no sistema único de saúde. Cogitare Enferm, 19(4), 833–840. Recuperado de https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/viewFile/35347/23965.

Sarno Carvalho, J. F., Elias Alves, R. S., Carvalho dos Santos, W., Ribeiro David, H., & Souza, F. da S. (2019). Inovações no setor público: relato de experiências. Revista Cesumar – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, 24(1), 197. doi: 10.17765/1516-2664.2019v24n1p197-219.

Scott, M., DeLone, W., & Golden, W. (2016). Measuring eGovernment success: a public value approach. European Journal of Information Systems, 25(3), 187–208. doi: 10.1057/ejis.2015.11.

Silva, T. F. da C. e, Aragão, J. M. C., Souza, J. F., & Corcino, K. F. (2020). Implicações Socioambientais a partir da implantação do Sistema Eletrônico de Informações em uma Universidade. ID on Line Revista de Psicologia, 14(52), 244–261. doi: 10.14295/idonline.v14i52.2697.

Smek, R., Silva, R. M. P., Costa, G. B., & Nantes, R. (2019). A implantação do Sistema Eletrônico de Informações em uma Universidade Federal da Amazônia ocidental: sob a visão da teoria unificada de aceitação e uso da tecnologia. XIX Colóquio Internacional de Gestão Universitária, Florianópolis. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/201889.

Sousa, R. P. M. de, Miranda, Y. P. de, Sousa, M. R. F. de, & Ramalho, F. A. (2017). Necessidades de informação do operador do direito como usuário do processo judicial eletrônico no estado da Paraíba. Perspectivas Em Ciência Da Informação, 22(1), 186–201. doi: 10.1590/1981-5344/2598.

Taylor, S., & Tood, P. (1995). Understanding information technology usage: a test of competing models. Information Systems Research, Hanover, 6(2), 144–176. doi: 10.1287/isre.6.2.144.

Thompson, R., Higgins, C., & Howell, J. (1991). Personal computing: toward a conceptual model of utilization. MIS Quarterly, Minneapolis, 15 (1), 124-143. doi: 10.2307/249443.

Van Cauter, L.; Verlet, D.; S., M, &; Crompvoets, J. (2017). The explanatory power of the Delone & McLean model in the public sector: A mixed method test. Information Polity, (), 1–16. doi:10.3233/IP-170404.

Venkatesh, V., Morris, M. G., Davis, G. B., & Davis, F. D. (2003). User acceptance of Information Technology: toward a unified view. MIS Quarterly, 27(3), 425-478, 2003. doi: 10.2307/30036540.

Yang, Z. Y., & da Conturbia, S. (1998). U.S. State Documents in Academic Libraries. Journal of Government Information, 25(3), 263–276. doi: 10.1016/S1352-0237(98)00007-0.

Publicado
06-01-2022
Como Citar
SILVA, A.; SOUZA JUNIOR, P.; CEOLIN, A. C. Sistema eletrônico de informações em uma instituição pública do estado de Pernambuco: uma análise da aceitação e uso do sistema. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 14, n. 1, p. 355-378, 6 jan. 2022.
Seção
Seção 3: Pesquisas de Campo sobre Contabilidade (Survey) (S3)