Análise do impacto da pandemia da Covid-19 na celeridade dos periódicos da área de ciências contábeis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2176-9036.2024v16n2ID32698

Palavras-chave:

Teoria contingencial, Periódico, Qualis, Covid-19

Resumo

Objetivo: Analisar o impacto da pandemia de Covid-19 na celeridade dos periódicos que publicam artigos na área ciências contábeis à luz da teoria da contingência.

Metodologia: Trata-se de uma pesquisa documental. Foram mapeados e explorados 31 periódicos dentre o período pandêmico de 2019 a 2022, com um total de 2.290 artigos analisados individualmente. Como estratégia para análise dos dados foi adotada nesta pesquisa a análise descritiva dos dados e a análise do conteúdo.

Resultados: Nos achados principais da pesquisa foi encontrado que, o impacto da pandemia da Covid-19 nos periódicos investigados foi de 47% em relação a média de dias entre a entrega da submissão e o aceite da pesquisa pelo periódico. Além disso, foi encontrado que no geral, os periódicos tiveram um aumento na média de dias nas avaliações acima de 20%. Ademais, ao apurar estes achados, constatou-se que foi confirmada as afirmações da teoria contingencial para este fenômeno, visto que Covid-19 trouxe um cenário de insegurança e novas adaptações para todas as entidades.

Contribuições do Estudo: Esta pesquisa contribuiu para confirmar a relação da teoria contingencial com a celeridade das avaliações dos periódicos da área de ciências contábeis, principalmente em relação as incertezas e as adaptações encontradas pelas organizações durante a pandemia da Covid-19. Ademais, as evidências coletadas são de grande valia para os discentes, professores, pesquisadores, gestores dos periódicos e o público em geral, pois por meio dos resultados encontrados, haverá o direcionamento para a escolha do envio dos artigos na atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa Ewellin Nogueira Montenegro, Universidade Federal do Amazonas

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Redvânia Vieira Xavier, Universidade Federal do Amazonas

Professora Adjunta da Universidade Federal do Amazonas, Doutora em Ciências Contábeis, Mestra em Contabilidade e Controladoria, Especialista em Auditoria e Perícia Contábil.

Luiz Augusto de Carvalho Francisco Soares, Universidade Federal do Amazonas

Doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor Doutor do Departamento de Contabilidade da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Mariomar de Sales Lima, Universidade Federal do Amazonas

Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora Doutora do Departamento de Contabilidade da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Referências

Associação Nacional de Programas De Pós-Graduação em Ciências Contábeis (ANPCONT).

(2023) Periódicos de Contabilidade. Recuperado em: 22 de fevereiro de 2023, de https://www.anpcont.org.br/periodicos-de-contabilidade/.

de Almeida, B. O., & Alves, L. R. G. (2020). Lives, educação e Covid-19: estratégias de interação na pandemia. Educação, 10(1), 149-163. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n1p149-163

Bardin, L. (2010). Análise de conteúdo (1977). Lisboa (Portugal): Edições, 70, 225.

Beuren, I. M., & Macohon, E. R. (2011). Institucionalização de hábitos e rotinas na contabilidade gerencial à luz da teoria da contingência: Um estudo em indústrias de móveis em São Bento do Sul. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, 10(1-2), 78-91. https://doi.org/10.1590/S1984-92302010000400007

Bridi, M. A., Bohler, F. R., & Zanoni, A. P. Relatório técnico-científico da pesquisa: o trabalho remoto/home-office no contexto da pandemia Covid-19. Curitiba: UFPR, GETS, REMIR; 2020. Recuperado em: 22 de janeiro de 2023, de http://observatoriorh.ufrn.br/uploads/90cf4d1d61ffab64d83c75963613cf5c.pdf.

Brofman, P. R. (2018). A importância das publicações científicas. Revista Telfract, 1(1).

Camargo, R. V. W., Camargo, R. D. C. C. P., Dutra, M. H., & Alberton, L. (2013). Produção científica em auditoria: uma análise dos estudos acadêmicos desenvolvidos no Brasil. Contabilidade Vista & Revista, 24(1).

Cavichioli, D., Rovaris, N. R. S., Dall'Asta, D., & Fiirst, C. (2018). Teoria contingencial: uma análise da produção científica na área de custos. Contabilometria, 6(1).

Ciotti, M., Ciccozzi, M., Terrinoni, A., Jiang, W. C., Wang, C. B., & Bernardini, S. (2020). The Covid-19 pandemic. Critical reviews in clinical laboratory sciences, 57(6), 365-388. https://doi.org/10.1080/10408363.2020.1783198

Coelho, G. N., Junior, D. D. H., dos Santos, E. A., Petri, S. M., & Lunkes, R. J. (2018). Análise dos Prazos de Avaliação de Artigos Científicos dos Periódicos da Área de Contabilidade no Brasil. Revista Mineira de Contabilidade, 19(2), 31-43. https://doi.org/10.21714/2446-9114RMC2018v19n2t03

da Cunha, J. V. A., de Oliveira Dias, W., & Neto, J. E. B. (2011). A comunicação do conhecimento científico: dados sobre a celeridade do processo de avaliação e de publicação de artigos científicos em periódicos da área de contabilidade. Revista Contemporânea de Contabilidade, 8(15), 41-62.

da Silva, A. M. M., da Silva, J. R., de Sousa, M. N., dos Santos, P. J. A., & Cavalcante, L. P. S. (2021). A Temática da Higienização no Ensino Remoto Emergencial: Estudo de Caso em Tempos de Pandemia. Revista Campo do Saber, 7(2), 32-47.

da Silva, F. F. M., Benini, É. G., & da Silva, M. A. C. (2020). Contribuição da Teoria da Contingência no Enfrentamento dos Impactos Econômicos Decorrentes da Pandemia da Covid-19. IN: Anais. do Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), 4(1). Recuperado em: 12 de janeiro de 2023, de https://periodicos.ufms.br/index.php/EIGEDIN/article/view/11452.

Da Silva, H. C. C. D. (2019). Proposição de um framework de governança de tecnologia da informação para pequenas e médias empresas: a busca pelo aumento do valor da tecnologia da informação para o negócio. Tese. Recife, Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/38449.

Donaldson, L. (2001). The contingency theory of organizations. Sage. https://doi.org/10.4135/9781452229249

Donaldson, L. (1998). Teoria da Contingência Estrutural in: Clegg, SR; Hardy, C. Handbook de estudos organizacionais. São Paulo: Atlas.

Ferreira, M. P., & Falaster, C. (2016). Uma análise comparativa dos fatores de rejeição nos periódicos de diferentes estratos de Administração. Revista de administração contemporânea, 20, 412-433. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2016140144

Fernandes, G. A. A. L., & Manchini, L. D. O. (2019). How QUALIS CAPES influences Brazilian academic production? A stimulus or a barrier for advancement? Brazilian Journal of Political Economy, 39, 285-305. https://doi.org/10.1590/0101-31572019-3006

Guerreiro, R., Pereira, C. A., & Rezende, A. J. (2020). Em busca do entendimento da formação dos hábitos e das rotinas da contabilidade gerencial: um estudo de caso. RAM. Revista de Administração Mackenzie, 7(2), 78-101. https://doi.org/10.1590/1678-69712006/administracao.v7n2p78-101

Judice, V. M. M., & Baêta, A. M. C. (2005). Modelo empresarial, gestão de inovação e investimentos de venture capital em empresas de biotecnologia no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, 9(1), 171-191. https://doi.org/10.1590/S1415-65552005000100009

Ibn-Mohammed, T., Mustapha, K. B., Godsell, J., Adamu, Z., Babatunde, K. A., Akintade, D. D. & Koh, S. C. L. (2021). A critical analysis of the impacts of Covid-19 on the global economy and ecosystems and opportunities for circular economy strategies. Resources, Conservation and Recycling, 164, 105169. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2020.105169

Losekann, R. G. C. B., & Mourão, H. C. (2020). Desafios do teletrabalho na pandemia Covid--19: quando o home vira office. Caderno de Administração, 28, Ed. Especial, 71-75. https://doi.org/10.4025/cadadm.v28i0.53637

Macera, M., De Angelis, G., Sagnelli, C., Coppola, N., & Vanvitelli Covid-19 Group. (2020). Clinical presentation of Covid-19: case series and review of the literature. International journal of environmental research and public health, 17(14), 5062. https://doi.org/10.3390/ijerph17145062

Nilson Coelho, G., Hammes Junior, D. D., dos Santos, E. A., & Flach, L. (2018). Benchmarking para periódicos brasileiros de contabilidade: um comparativo com o Journal of Accounting and Economics. Capital Científico, 16(3). https://doi.org/10.5935/2177-4153.20180018

Oliveira, K. L. D., Santos, A. A. A. D., Noronha, A. P. P., Boruchovitch, E., Cunha, C. A. D., Bardagi, M. P., & Domingues, S. F. (2007). Produção científica em avaliação psicológica no contexto escolar. Psicologia Escolar e Educacional, 11(2), 239-251. https://doi.org/10.1590/S1413-85572007000200005

Otley, D. T. (1980). The contingency theory of management accounting: achievement and prognosis. Accounting, organizations and society, 5(4), 413-428. https://doi.org/10.1016/0361-3682(80)90040-9

Plataforma Sucupira. (2023). Qualis Periódicos. Recuperado em: 12 de janeiro de 2023, de https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/veiculoPublicacaoQualis/listaConsultaGeralPeriodicos.xhtml.

Rufino, M. A. & Silva, P. Z. P. (2017). Análise da celeridade dos periódicos da área de Ciências Contábeis no processo de avaliação dos artigos científicos. IN: Anais do XVII USP Internacional conference in Accounting.

Santos, C. (2007). Estatística descritiva: Manual de auto-aprendizagem. (2ª ed.). Lisboa.

Tesche, A. F., & de Souza, Â. R. L. (2016). Contabilidade de custos: uma análise bibliométrica dos estudos realizados nos congressos Enanpad e Anpcont de 2009 a 2014. ConTexto-Contabilidade em Texto, 16(33), 20-40.

Toffler, A. (1970). Future shock, 1970. Sydney. Pan.

Vieira, M. D. F., & Seco, C. (2020). A Educação no contexto da pandemia de Covid-19: uma revisão sistemática de literatura. Revista Brasileira de Informática na Educação–RBIE, (28), 1013-1031.

Downloads

Publicado

01-07-2024

Como Citar

MONTENEGRO, A. E. N. .; XAVIER, R. V.; SOARES, L. A. de C. F.; LIMA, M. de S. Análise do impacto da pandemia da Covid-19 na celeridade dos periódicos da área de ciências contábeis . REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 74–95, 2024. DOI: 10.21680/2176-9036.2024v16n2ID32698. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/32698. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Seção 1: Contabilidade Aplicada ao Setor Empresarial (S1)