Identificação dos fatores determinantes na formação do preço do açaí a partir da ótica dos seus batedores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2176-9036.2024v16n2ID32917

Palavras-chave:

Estratégias de precificação, Custos, Mercado, Açaí, Região Metropolitana de Belém

Resumo

Objetivo: Identificar os fatores essenciais para a determinação do preço do litro do açaí na Região Metropolitana de Belém (RMB), segundo a ótica de seus batedores.

Metodologia: Pesquisa exploratória, com abordagem qualitativa, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas de forma presencial com batedores de açaí, na RMB. As informações coletadas foram tratadas com análise de conteúdo, com a utilização do software ATLAS.Ti 8, em três categorias de análise: fatores determinantes para a precificação com base em custos; fatores determinantes para a precificação com base em mercado; fatores determinantes para a precificação com base em custos e mercado. A partir dessas três categorias ocorreu a descrição dos fatores e variáveis.

Resultados: Concluiu-se que os batedores de açaí pesquisados adotam predominantemente estratégias para a formação de preço tendo como fatores determinantes ligados a custos, em contraponto aos determinantes baseados em fatores de mercado, utilizando registros e métodos de formação de preços inadequados, fundamentados apenas na experiência e necessidade percebida, carecendo de treinamento e educação formal na área em estudo, chamando atenção para necessidade de apoio por parte de órgãos de fomento ao empreendedorismo e definição de políticas públicas para desenvolvimento e aprimoramento da atividade de produção da polpa do açaí em Belém e região.

Contribuições do Estudo: Sob uma ótica teórica, esta pesquisa contribui para o estudo e discussão de abordagens de formação de preço de venda. Como contribuição prática, esta pesquisa enfatiza o fruto do açaí nos estabelecimentos pertencentes à metrópole paraense, favorecendo o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos empreendimentos locais. Por fim, dado que o açaí é um produto alimentício de significância cultural e econômica para a RMB, esta pesquisa contribui socialmente ao retratar e trazer para a discussão a realidade da gestão desses negócios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Roberto Pires e Silva, Universidade Federal do Pará - UFPA

Doutor em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Pós-graduação Lato sensu em Controladoria e Contabilidade pela FEAPA, em Docência do Ensino Superior pelo CESUPA. MBA em Gestão de Cooperativas de Crédito da Amazônia e Desenvolvimento Regional pelo NAEA/UFPA. Professor Assistente II da Faculdade de Ciências Contábeis da UFPA. Pesquisador da área contábil e financeira.

Jorge Lucas Castro Furtado, Universidade Federal do Pará

Bracharel em Ciências Cont´ábeis

Elyany da Silva Amador, Universidade Federal do Pará

Bacharel em Ciências Contábeis

Márcia Athayde Moreira, Universidade Federal do Pará

Doutora em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP) – Professora da Faculdade de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Referências

Alves, U., & Caetano, M. (2016). Analysis of ticket price in the airline industry from the perspective of operating costs, supply, and demand. Aviation in Focus - Journal of Aeronautical Sciences, 7(2), 21-28. https://doi.org/10.15448/2179-703x.2016.2.23185

Barbosa, P. (2018). Casa do Açaí oferece curso gratuito de qualificação para batedores de açaí. Agência Belém. Recuperado em 21 de janeiro, 2019, de https://agenciabelem.com.br/Noticia/178416/casa-do-acai-oferece-curso-gratuito-de-qualificacao-para-batedores-de-acai.

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Bento, D. G. C., & Teles, F. L. (2013). A sazonalidade da produção agrícola e seus impactos na comercialização de insumos. Revista Científica do Centro de Ensino Superior Almeida Rodrigues, 1(1), 15-19. Recuperado em 19 de janeiro, 2019, de http://www.faculdadefar.edu.br/arquivos/revista-publicacao/files-6-0.pdf

Bernardez, G. (2005). Marketing para pequenas empresas: dicas para a sobrevivência e crescimento do seu negócio. HB Editora.

Bezerra, V. S., Freitas, O. S., & Damasceno, L. F. (2016). Açaí: produção de frutos, mercado e consumo. II Jornada Científica – Embrapa/Amapá, 19. Recuperado em 02 de fevereiro, 2019, de https://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1059773

Buechner, M. N. (2018). A comment on the law of supply and demand. The Journal of Philosophical Economics, 11(2), 67-80. https://doi.org/10.46298/jpe.10713

Carvalho, P. L. C., Sáfadi, T., & Ferraz, M. I. F. (2008). Sazonalidade nos Índices de Preços Setoriais Agrícolas do Município de Lavras, MG. Revista Brasileira de Biometria, 26, 83-101. Recuperado em 17 de janeiro, 2019, de https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=8781693500

Dezordi, A. P. D. R., Vieira, E. P., & Sausen, J. O. (2022). Gestão estratégica de custos no segmento de micro cervejarias artesanais: variáveis de precificação do produto. Gestão & Planejamento-G&P, 23(1). Recuperado em 20 de outubro, 2023, de https://revistas.unifacs.br/index.php/rgb/article/view/7422/4527

Dieese. 2019. Preço do Açaí Segue em Alta na Grande Belém. G1- Pará. Recuperado em 23 de março, 2019, de https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2019/03/26/preco-do-acai-segue-em-alta-na-grande-belem-aponta-dieese.ghtml.

Dyson, P., Farr, A., & Hollis, N. S. (1996). Understanding, measuring, and using brand equity. Journal of Advertising Research, 36(6), 9-22. Recuperado em 20 de fevereiro, 2019, de https://link.gale.com/apps/doc/A19294298/AONE?u=anon~68a1e44f&sid=googleScholar&xid=0b6ffecb

Elepu, G. (2018). Market valuation of processed fruit juice attributes in Uganda: What do market prices of processed fruit juice reflect? African Journal of Food, Agriculture, Nutrition and Development, 18(2), 13438-13451. https://doi.org/10.18697/ajfand.82.17075

Farias Neto, J. T., Vasconcelos, M. A. M., & Silva, F. C. F. (2010). Cultivo, processamento, padronização e comercialização do açaí na Amazônia. Semana da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria – FRUTAL AMAZÔNIA/ FLOR PARÁ, In Anais da Semana da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria. Recuperado em 15 de março, 2019, de https://docplayer.com.br/35523546-Cultivo-processamento-padronizacao-e-comercializacao-do-acai-na-amazonia.html

Gallo, G. (2007). Análise da Sazonalidade do Preço do Tomate no Ceasa da Grande Florianópolis (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil. Recuperado em 24 de março, 2019, de https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/122220

Garrison, R. H., Noreen, E. W., & Brewer, P. C. (2013). Contabilidade Gerencial. (14ª ed.). Porto Alegre: AMGH Editora.

Johari, M, Hosseini-Motlagh, S. M., & Rasti-Barzoki, M. (2019). An evolutionary game theoretic model for analyzing pricing strategy and socially concerned behavior of manufacturers. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, 128, 506-525. https://doi.org/10.1016/j.tre.2019.07.006

Leal, A. (2019). Açaí põe Pará na liderança da produção agrícola, diz pesquisa do IBGE. SINDFRUTAS. Recuperado em 02 de janeiro, 2019, de http://www.sindicatodaindustria.com.br/noticias/2019/01/72,131478/acai-poe-para-na-lideranca-da-producao-agricola-diz-pesquisa-do-ibge.html%3E/.

Liu, J., Zhai, X., & Chen, L. (2019). Optimal pricing strategy under trade-in program in the presence of strategic consumers. Omega, 84, 1-17. https://doi.org/10.1016/j.omega.2018.03.005

Macedo, M. A. S., & Rosadas, L. A. S. (2005). Formação do Preço de Venda: uma proposta de modelagem através do uso de Análise Envoltória de Dados (DEA). In Anais do IV Congresso Brasileiro de Custos, Florianópolis, SC, p. 1-14. Recuperado em 10 de janeiro, 2019, de https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/view/2220

Macedo, M. A. S., Souza, M. A. F., Rosadas, L. A. S., & Almeida, K. (2011). Análise da estratégia de preço: uma proposta metodológica a partir da análise envoltória de dados (DEA). Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, 16(1), 62-78. Recuperado em 10 de janeiro, 2019, de https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rcmccuerj/article/view/5479/3975

Martins, E. (2010). Contabilidade de Custos (10ª ed.). São Paulo: Atlas.

Melo, M. D., Oliveira, E. C., Souza e Savi, M. E., & Costa, L. B. (2021). Análise da importância da gestão de custos para a precificação na perspectiva dos gestores de empresas do setor de panificação. Anais Do Congresso Brasileiro De Custos - ABC. Recuperado em 22 outubro, 2023, de https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/view/4837

Monteiro, R. K. C., & Azevedo, Z. M. (2018). A produção e comercialização do açaí no Brasil e em Roraima. In Anais do EICEA 2018 - X Encontro de Iniciação Científica da Estácio Amazônia, Boa Vista, RR, p. 1-10. Recuperado em 13 de março, 2019, de https://www.even3.com.br/anais/xeicea/123300-a-producao-e-comercializacao-do-acai-no-brasil-e-em-roraima/

Morais, M. S., Jardim, S. G. G., Silva, A. R. P, Alves F. F. (2018). A Formação do Preço no Mercado Hoteleiro: Uma Questão Baseada nas Estratégias de Custos ou Marketing? In Anais do XII Congresso UFPE de Ciências Contábeis, p. 1-17. Recuperado em 10 de janeiro, 2019, de https://periodicos.ufpe.br/revistas/SUCC/article/view/237143/30203

Nogueira, A. K. M., Santana, A. C. (2009). Analíse de Sazonalidade de Preços de Varejo de Açai, Cupuaçu e Bacaba no Estado do Pará. Revista de Estudos Sociais, 11(21), 7-22. Recuperado em 03 de março, 2019, de https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/res/article/view/232

Nogueira, A. K. M., Santana, A. C., & Garcia, W. S. (2013). A dinâmica do mercado de açaí fruto no Estado do Pará: De 1994 a 2009. Revista Ceres, 60(3), 324-331. Recuperado em 14 de fevereiro, 2019, de http://www.ceres.ufv.br/ojs/index.php/ceres/article/view/3984/1819

Pino, F. A. (2014). Sazonalidade Na Agricultura. Revista de Economia Agrícola, 61(1), 63-93. Recuperado em 03 de janeiro, 2019, de http://www.iea.sp.gov.br/ftpiea/publicar/rea2014-1/rea4

Pinto, L. J. S., & Moura, P. C. C. (2011). Formação do preço de venda e estratégias de precificação: o caso da Leader Magazine. VIII Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia – SEGeT, 1-10. Recuperado em 15 de janeiro, 2019, de https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos11/25414331

Pires e Silva, A. R. P., Santana, G. D., & Gonçalves, T. D. C. (2019). Estratégias para a apuração dos custos e formação de preços: um estudo no processo de beneficiamento do pescado. Custos e @gronegócio on line, 15.

Ramos, P. M., Maya, P. C. C., & Bornia A. C. (2005). Um estudo científico do componente preço e sua relação com o marketing mix de produto brasileiro de exportação: Uma pesquisa multicascos nas empresas do consórcio de exportação de calçados de São João Batista/Santa Catarina. In Anais do 29º Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração – ANPAD.

Rangel, M., Rodrigues, J. D. N., & Mocarzel, M. (2018). Fundamentos e princípios das opções metodológicas: Metodologias quantitativas e procedimentos quali-quantitativos de pesquisa. Omnia, 8(2), 5-11. https://doi.org/10.23882/OM08-2-2018-A

Ribeiro, L. O. (2019). Diagnóstico de cadeia produtiva do açaí no município de São Miguel do Guamá – Pará (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Federal Rural da Amazônia, Capitão poço, PA, Brasil. Recuperado em 30 de janeiro, 2019, de http://www.bdta.ufra.edu.br/jspui/handle/123456789/385

Rizzi, D. I., & Zanin, A. (2018). Estratégia de formação de preço de venda/serviço dos empreendedores incubados na Recepeti. HOLOS, 2, 111-127. https://doi.org/10.15628/holos.2018.5262

Santana, G. L. S, Silva, A. R. P, & Gonçalves, T. J. C. (2017). A Influência dos Custos na Formação de Preços: Um Estudo no Processo de Beneficiamento do Pescado no Município de Augusto Corrêa – Pará. In Anais do XI Congresso UFPE de Ciências Contábeis, p. 1-17. Recuperado em 20 de março, 2019, de https://periodicos.ufpe.br/revistas/SUCC/article/view/22946

Sebrae. (2015). Boletim: produção nacional de açaí. Recuperado em 10 de fevereiro, 2019, de http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/64153228c3c444bcdb587b6b501fa076/%24File/5827.

Silva, D. A. P. (2017). Açaí: expansão comercial e cadeia produtiva (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Federal do Pará, Belém, PA, Brasil. Recuperado em 12 de fevereiro, 2019, de https://bdm.ufpa.br:8443/bitstream/prefix/1399/1/Monografia_A%C3%A7aiExpansaoComercial.pdf

Silva, J. C. N. Açaí protagoniza negócios do norte ao sul do país e cresce 15 mil % em 10 anos (2023). Sucesso no Campo. Recuperado em 22 de outubro, 2023, de https://www.sucessonocampo.com.br/acai-protagoniza-negocios-do-norte-ao-sul-do-pais-e-cresce-15-mil-em-10-anos/#:~:text=Em%202021%2C%20de%20acordo%20com,contribu%C3%ADdo%20para%20o%20cen%C3%A1rio%20promissor.

Silva Neto, W. A., Pinheiro, M. A., Parre, J. L., & Alves, A. F. (2006). Sazonalidade, Margem de Comercialização e Transmissão de Preços do Tomate de Mesa no Estado de São Paulo. In Anais do XLIV Congresso da Sober, Fortaleza, CE, p. 1-15. Recuperado em 02 de março, 2019, de https://ageconsearch.umn.edu/record/147306

Wang, Y., Sun, J., & Wang, J. C. (2015). Equilibrium markup pricing strategies for the dominant retailers under supply chain to chain competition. International Journal of Production Research, 54(7), 2075-2092. https://doi.org/10.1080/00207543.2015.1101174

Wernke, R. (2010). Gestão de Custos no Comércio Varejista. (1ª ed.) Curitiba: Juruá Editora.

Zart, A. C. F., Zart, M. C., & Zanatta, J. M. (2018). Análise de custos de linha de produtos de confeitaria Em Uma Panificadora. Revista Livre de Sustentabilidade e Empreendedorismo, 3(2), 20-47. Recuperado em 20 de outubro, 2023, de https://www.relise.eco.br/index.php/relise/article/view/132/127.

Downloads

Publicado

01-07-2024

Como Citar

SILVA, A. R. P. e; FURTADO, J. L. C.; AMADOR, E. da S.; MOREIRA, M. A. . Identificação dos fatores determinantes na formação do preço do açaí a partir da ótica dos seus batedores. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 346–365, 2024. DOI: 10.21680/2176-9036.2024v16n2ID32917. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/32917. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Seção 3: Pesquisas de Campo sobre Contabilidade (Survey) (S3)