DIFICULDADES ENCONTRADAS NA INTERNACIONALIZAÇÃO DOS NEGÓCIOS PARA O MÉXICO: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE O RESTAURANTE SPOLETO E A REDE CHINA IN BOX

  • Leonardo José Seixas Pinto Universidade Federal Fluminense
  • Josir Simeone Gomes Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Resumo

Buscou-se neste estudo de caso, conhecer como o restaurante Spoleto internacionalizou suas operações e quais foram suas principais dificuldades. Em seguida, comparou-se os resultados desta pesquisa com uma pesquisa similar publicada por Melo, Andreassi e Oliveira Jr (2010), o qual verificam as experiências da rede China in Box na internacionalização dos negócios. Os resultados da pesquisa apontam que ambas empresas iniciaram suas atividades em mercados internacionais através da parceria com outras empresas e que a escolha do país para expandir os negócios internacionais possuem fundamento na similaridade cultural, possuindo embasamento com as teorias de Martinewski e Gomes (2002) e de Johanson e Vahlne (1977), respectivamente. As dificuldades encontradas na internacionalização são distintas. Enquanto o restaurante Spoleto aponta a dificuldade no controle das operações, a rede China in Box indica a dificuldade em encontrar matéria-prima e ajuste do cardápio para atender os hábitos culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo José Seixas Pinto, Universidade Federal Fluminense
Professor de contabilidade da UFF e mestre em ciências contábeis pela UERJ.
Josir Simeone Gomes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Doutor em administração de empresas pela UFRJ e coordenador do mestrado em ciências contábeis da UERJ.
Publicado
17-12-2013
Como Citar
PINTO, L. J. S.; GOMES, J. S. DIFICULDADES ENCONTRADAS NA INTERNACIONALIZAÇÃO DOS NEGÓCIOS PARA O MÉXICO: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE O RESTAURANTE SPOLETO E A REDE CHINA IN BOX. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 2, n. 2, p. 67-78, 17 dez. 2013.
Seção
ARTIGOS