Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 7 – Número 1 – Ano 2015 (jan./jun./2015)

Autores

  • José Dionísio Gomes da Silva UFRN

Resumo

A Revista Ambiente Contábil (Ambiente) apresenta na sua 13ª edição 15 (quinze) artigos que tratam de assuntos relevantes para a área contábil.

Artigo 1 - ADOÇÃO DAS NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE: UM ESTUDO NO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL COM AÇÕES LISTADAS NA BM&FBOVESPA de Renato Henrique Gurgel Mota, Ana Flávia Albuquerque Ventura, Augusto Cezar da Cunha e Silva Filho e de Edilson Paulo com o objetivo de analisar quais as normas advindas da adoção das IFRS pelo Brasil causaram alterações no Balanço Patrimonial das empresas do setor da construção civil.

Artigo 2 - O CONTADOR COMO COLABORADOR DA CONSCIENTIZAÇÃO TRIBUTÁRIA de Catiele Fagundes Baialardi, Sérgio Murilo Petri e de Priscila Alano da Rosa com o objetivo de verificar se há contribuição dos contadores de empresas contábeis localizadas no bairro de Campinas, em São José – SC - Brasil, com a conscientização tributária e de que maneira eles influenciam seus clientes neste processo.

 

Artigo 3 - BIG BATH: EVIDÊNCIAS BRASILEIRAS NA ADOÇÃO INICIAL DA NORMA QUE TRATA DE REDUÇÃO NO VALOR RECUPERÁVEL DO GOODWILL de Maíra Melo de Souza com o objetivo de identificar evidências no Brasil que possam sugerir que ocorreu big bath nos primeiros anos de adoção do pronunciamento CPC-01 no que tange ao impairment do goodwill.

Artigo 4 - COMPARATIVO ENTRE OS MÉTODOS UEP E TDABC: ESTUDO DE CASO de Rodney Wernke, Ivone Junges e de Marluce Lembeck com o objetivo de identificar as semelhanças e diferenças que eventualmente fundamentam os métodos UEP e TDABC para verificar se os resultados são iguais em termos de custos unitários dos produtos.

 

 Artigo 5 - ANÁLISE DO DESEMPENHO NA GESTÃO DAS DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS COM SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL de Jonathan Alves Galdino, Maria da Glória Vitório Guimarães e de Manoel Martins do Carmo Filho com o objetivo de analisar o desempenho na gestão das despesas orçamentárias com segurança pública no Brasil nos anos de 2008 a 2010, a partir do exame de clusters resultantes do cruzamento das despesas per capita em segurança pública com as taxas de violência homicida dos Estados brasileiros e do Distrito Federal para identificação das unidades federativas brasileiras mais eficientes e menos eficientes no que tange à execução de suas despesas com segurança pública.

                                                       

Artigo 6 - ANÁLISE DE CUSTOS A PARTIR DA CADEIA DO VALOR DO LEITE E SEUS DERIVADOS NA REGIÃO SERIDÓ DO RIO GRANDE DO NORTE de Valeska de Sousa Costa, Amanda Borges de Albuquerque Assunção, Magno Marcos Bezerra da Costa e de Márcia Josienne Monteiro Chacon com o objetivo de analisar os custos a partir da cadeia de valor do leite e derivados, analisando sua importância no desenvolvimento econômico regional. Foi realizado também uma análise dos custos de uma fazenda produtora de leite da Região Seridó do  Rio Grande do Norte (município de Parelhas durante o ano de 2012).

 

Artigo 7 - UMA ANÁLISE EPISTEMOLÓGICA DAS PESQUISAS EM CONTABILIDADE INTERNACIONAL: UM ESTUDO EM PERIÓDICOS INTERNACIONAIS DE LÍNGUA INGLESA de Luciana Miyuki Ikuno e de Jorge Katsumi Niyama com o objetivo de caracterizar, sob o enfoque epistemológico, a produção científica em contabilidade internacional publicada nos periódicos internacionais de língua inglesa.

 

 

Artigo 8 - INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E O ESTEREÓTIPO DO CONTADOR de Thais Caetano Roth, Eduardo Vinícius Bassi Murro, Guilherme Bittencourt Teixeira e de Simone Bernardes Voese com o objetivo de verificar a associação entre as inteligências múltiplas elencadas por Howard Gardner e a percepção do estereótipo do contador.

 

Artigo 9 - DETERMINANTES DA DIVULGAÇÃO DOS INDICADORES DE DESEMPENHO DA GRI NAS EMPRESAS DO BRASIL E DA ESPANHA de Alan Diógenes Góis, Márcia Martins Mendes De Luca e de Alessandra Carvalho de Vasconcelos com o objetivo de investigar os fatores determinantes da divulgação dos indicadores de desempenho de sustentabilidade da GRI nas empresas listadas nas bolsas do Brasil e da Espanha.

 

Artigo 10 - a janela que se abre: UM ESTUDO EMPÍrICO DOS DETERMINANTES DA transparência ATIVA Nos governos dos estados brasileiros de Rossana Guerra de Sousa, Gabriel Aragão Wright, Edilson Paulo e de Paulo Aguiar do Monte com o objetivo de investigar os determinantes da variação na TGA (e-gov ) dos governos estaduais do Brasil.

 

Artigo 11 - DEFININDO FRONTEIRAS E ABRINDO NOVOS HORIZONTES: O CONCEITO DE GOVERNANÇA NA PESQUISA EM CONTABILIDADE de Susana Cipriano Dias Raffaelli, Henrique Portulhak, Paulo Mello Garcias e de Rodrigo Oliveira Soares com o objetivo de avaliar como o termo “governança” tem sido utilizado em artigos publicados em periódicos da área de Contabilidade.

 

Artigo 12 - DETERMINANTES DA VARIAÇÃO DO LIMITE DE GASTOS COM PESSOAL EM MUNICÍPIOS PAULISTAS de Ricardo Rocha de Azevedo, Rafael Confetti Gatsios, José Marcos da Silva e de Fabiano Guasti Lima com o objetivo de analisar se a variação do percentual de gastos com pessoal nos municípios paulistas no período de 2001 a 2012, decorreu da variação da arrecadação das receitas correntes ou do próprio incremento dos gastos com pessoal.

 

Artigo 13 - A LRF NO TRABALHO DE CONTROLE DE CONTAS PÚBLICAS - UM ESTUDO DE PARECERES PRÉVIOS CONCLUSIVOS DE CONTAS DE GOVERNOS MUNICIPAIS de Vicente Lima Crisóstomo, Nirleide Saraiva Coelho e Cavalcante e de Alysson Régis Menezes Chaves Freitas com o objetivo de avaliar a efetividade da LRF como instrumento de apoio ao trabalho dos órgãos de controle, ou seja, verificar se os responsáveis pela análise de Contas de Governo estão, efetivamente, incorporando preceitos da LRF em seus pareceres.

 

Artigo 14 - MENSURAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DAS CORPORAÇÕES COM SELO ISE DA BM&FBOVESPA VIA MODELO GSE de Alexandre André Feil e Roberto Harb Naime com o objetivo de analisar as corporações com selo ISE em 2012 e mensurar o nível de sustentabilidade empresarial de acordo com o modelo GSE de Callado (2010).

 

Artigo 15 - RELATO DE SUSTENTABILIDADE DE EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM PORTUGAL E ESPANHA de Dina da Costa Caetano e de Teresa Cristina Pereira Eugénio com o objetivo de caracterizar as práticas de divulgação de sustentabilidade no setor da construção civil em Portugal e em Espanha referente aos anos de 2009 a 2011 que possuem relatório de sustentabilidade de acordo com a estrutura de divulgação da Global Reporting Initiative.

 

Boa leitura. Cordiais saudações!

Prof. Dr. José Dionísio Gomes da Silva

Editor

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SILVA, J. D. G. da. Editorial – Revista Ambiente Contábil – Volume 7 – Número 1 – Ano 2015 (jan./jun./2015). REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, [S. l.], v. 7, n. 1, p. i-iii, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/6518. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

EDITORIAL