As danças na educação básica: nas festas escolares e para além delas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36025/arj.v9i2.28817

Palavras-chave:

ensino de dança, apresentação cênica, calendário escolar, docência, escola

Resumo

O trabalho investiga a relação entre ensino de dança, festas escolares e outras possibilidades de acontecimento e inserção da dança na educação básica brasileira. A investigação apresenta análise bibliográfica de quatro pesquisas acadêmicas, que congregam diferentes regiões do Brasil, diversas formas de inserção da dança no currículo escolar e distintos tempos de atuação docente. Conclui-se que, se tratarmos a dança de forma atual, contextualizada e sem reproduzir discursos históricos do campo, é possível perceber que ela, muitas vezes, encontra-se nas festas escolares de forma consciente e através de processos de criação coreográfica justificados didaticamente. Atribui-se isso ao alargamento do campo, tendo cada vez mais profissionais licenciados na disciplina específica, aumentando, assim, a diversidade do ensino, bem como ampliando os espaços de atuação no currículo escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiane Franken Corrêa, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Josiane Franken Corrêa é professora, pesquisadora e artista comprometida com a dança e educação. Docente no Curso de Dança – Licenciatura – Universidade Federal de Pelotas. Doutora (2018) e Mestre (2012 – bolsista CAPES) em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Recebeu menção honrosa no Prêmio CAPES de Tese 2019. Especialista em Corpo e Cultura: ensino e criação – Universidade de Caxias do Sul (2010). Licenciada em Dança – Universidade de Cruz Alta (2008). Pesquisadora no Grupo de Pesquisa OMEGA – Observatório de Memória, Educação, Gesto e Arte (UFPel/CNPq). E-mail: josianefranken@gmail.com

Débora Souto Allemand, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Débora Souto Allemand é professora de Dança do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutoranda em Artes Cênicas na UFRGS. Mestra em Arquitetura e Urbanismo (2016 – bolsista CAPES), Arquiteta e Urbanista (2013) e Licenciada em Dança (2015) pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Pesquisadora nos Grupos de Pesquisa OMEGA (UFPel/CNPq) e GESTE (UFRGS/CNPq). Estuda as relações entre corpo, escola, dança e espaço. E-mail: deborallemand@hotmail.com

Thiago Silva de Amorim Jesus, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Thiago Silva de Amorim Jesus é Professor Associado da Universidade Federal de Pelotas-UFPel/RS, atuando como docente no Curso de Dança - Licenciatura do Centro de Artes e no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, e também no Programa de Pós-Graduação em História - PPGH do Instituto de Ciências Humanas. Doutor em Ciências da Linguagem pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da UNISUL - Universidade do Sul de Santa Catarina. Líder do Grupo de Pesquisa OMEGA - Observatório de Memória, Educação, Gesto e Arte (UFPel/CNPq).  Artista Popular, diretor e fundador da Abambaé Companhia de Danças Brasileiras. Co-coordenador do CT Dança e(m) Cultura: poéticas populares, tradicionais, folclóricas, étnicas e outros atravessamentos na ANDA - Associação Nacional dos Pesquisadores em Dança. E-mail: thiago.amorim@ufpel.edu.br

Referências

BARRETO, Débora. Dança...: Ensino, sentidos e possibilidades na escola. Campinas: Autores Associados, 2008.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28, 2002.

BRASIL. Lei n. 13.278, de 2 de maio de 2016. Altera o § 6° do art. 26 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Diário Oficial da União, Brasília, 03 maio 2016.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Brasília: MEC; SEF, 1997.

BRASILEIRO, Lívia Tenório. Dança – educação física: (in)tensas relações. 2009. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, 2009.

CONE, Theresa Purcell; CONE, Stephen. Ensinando dança para crianças. 3. ed. Barueri: Manole, 2015.

CORRÊA, Josiane Franken; SANTOS, Vera Lúcia Bertoni dos. Políticas Educacionais e Pesquisas Acadêmicas sobre Dança na Escola no Brasil: um movimento em rede. Revista Brasileira de Estudos da Presença, Porto Alegre, v. 9, 2019.

CORRÊA, Josiane Gisela Franken. Nós, professoras de Dança: ensaio documental sobre a docência em Dança no Rio Grande do Sul. 309 f. 2018. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

COSTA, Daniel Santos. CORPO-FESTA: uma proposta poético-político-pedagógica no contexto da educação básica. Rascunhos, Uberlândia, p. 110-130, dezembro de 2018.

FALKEMBACH, Maria Fonseca. Corpo, Disciplina e Subjetivação nas Práticas de Dança: um estudo com professoras da rede pública no sul do Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017.

FIALHO, Aline Dutra. Ensino-aprendizagem de dança na escola: construindo significados e espaços. 89 f. 2016. Dissertação (Mestrado Profissional em Artes) - Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em Artes, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

GARCEZ, Artur Martins. Grupo de dança do colégio Marista de Natal: um percurso formativo em danças Populares. 2016. Dissertação (Mestrado Profissional Em Ensino De Artes - Profartes) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.

MARQUES, Isabel A. Dançando na Escola. São Paulo: Cortez, 2007.

MARQUES, Isabel; BRAZIL, Fábio. Arte em questões. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2014.

OLIVEIRA, Mauricio Jesus. Corporeidade pela Dança: o caso do Colégio Estadual Thales de Azevedo. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) – Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016.

PINTO, Amanda da Silva. Dança como área de conhecimento: dos PCNs à sua implementação no sistema educacional municipal de Manaus. Manaus: Travessia; Fapeam, 2015.

SIMÕES, Isabela Corradi Vianna. A cena ensina?: perspectivas pedagógicas do e para o acontecimento cênico. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Dança) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2019.

SOARES, Carmen Lúcia. Quando o corpo é festa (prefácio). In: CASTRO JÚNIOR, Luís Victor. Festa e corpo: as expressões artísticas e culturais nas festas populares baianas. Salvador: EDUFBA, 2014.

SOARES, Zuleide Nogueira Medeiros; BARROS, Patrícia Costa Pinto. A dança no contexto escolar: uma prática de saberes além do treinamento. In: GONÇALVES, Maria Célia da Silva; JESUS, Bruna Guzman. Educação Contemporânea. v. 23. Belo Horizonte: Poisson, 2021.

STRAZZACAPPA, Márcia. Dançando na Chuva... e no Chão de Cimento. In: FERREIRA, Sueli (org.). O Ensino das Artes: construindo caminhos. 10. ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 2012. p. 39-78.

Publicado

14-12-2022 — Atualizado em 15-12-2022

Versões

Como Citar

CORRÊA, J. G. F.; ALLEMAND, D. S.; JESUS, T. S. de A. As danças na educação básica: nas festas escolares e para além delas. ARJ – Art Research Journal: Revista de Pesquisa em Artes, [S. l.], v. 9, n. 2, 2022. DOI: 10.36025/arj.v9i2.28817. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/artresearchjournal/article/view/28817. Acesso em: 8 fev. 2023.