Arte e Sociedade em "Teoria Estética" de Theodor Adorno

  • Francisco Fianco Universidade de Passo Fundo
Palavras-chave: arte, sociedade, teoria crítica, estética, Theodor Adorno, arte contemporânea

Resumo

O presente texto tem como temática principal as relações entre arte e sociedade conforme foram tecidas por Adorno em Teoria Estética, dando especial ênfase, ainda que entre outros, aos conceitos de desartização da arte, conteúdo de verdade, arte autêntica e dissonância. Para tanto, foi utilizado o texto de Adorno já citado, bem como outros textos do mesmo autor em questões pontuais e o apoio de comentadores como Rodrigo Duarte, Marc Jimenez e Marcia Tiburi, entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Fianco, Universidade de Passo Fundo

Graduação em Licenciatura Plena em Filosofia (2002) e mestrado em Filosofia (2004) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Estética e Filosofia da Arte, tendo desenvolvido dissertação de mestrado sobre Walter Benjamin (2004) sob orientação da Profa. Dra. Márcia Tiburi pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos-RS e tese de doutorado sobre Nietzsche e a Escola de Frankfurt (2008) sob orientação do Prof. Dr. Rodrigo Duarte pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é Professor do Programa de Pós-Graduação em Letras, do Curso de Filosofia e da Área de Ética e Conhecimento da Universidade de Passo Fundo, RS.

Referências

ADORNO, Theodor W. A arte é alegre? In: OLIVEIRA, Newton Ramos de; ZUIN, Antônio Álvaro Soares; PUCCI, Bruno (orgs.). Teoria Crítica, Estética e Educação. Campinas, SP: Autores Associados; São Paulo: Editora Unimep, 2001, p. 11-18.
ADORNO, Theodor W. A Crítica da Cultura da Sociedade. In: ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max; MARCUSE, Herbert. Cultura e Sociedade. Lisboa: Presença, 1970, p. 7-43.
ADORNO, Theodor W. Filosofia da Nova Música. [Philosophie der Neuen Musik.] São Paulo: Perspectiva, 1974.
ADORNO, Theodor W. Minima Moralia: Reflexões a partir da vida danificada. Tradução de Luiz Eduardo Bica. São Paulo: Ática, 1992.
ADORNO, Theodor W. Notas marginais sobre teoria e práxis. In: Palavras e Sinais: Modelos Críticos 2. [Stichwörthe: Kritische Modelle 2] Tradução de Maria Helena Ruschel, supervisão de Álvaro Valls. Petrópolis: Vozes, 1995b, p. 202-229.
ADORNO, Theodor W. Observações sobre o pensamento filosófico. In: Palavras e Sinais: Modelos Críticos 2. [Stichwörthe: Kritische Modelle 2] Tradução de Maria Helena Ruschel, supervisão de Álvaro Valls. Petrópolis: Vozes, 1995a, p. 15-36.
ADORNO, Theodor W. Teoria Estética. [Ästhethische Theorie.] Tradução de Artur Morão. São Paulo: Martins Fontes, 1982.
DUARTE, Rodrigo. A desartificação da arte segundo Adorno: antecedentes e ressonâncias. In: Artefilosofia: Filosofia, Arte, Música. Ouro Preto: UFOP; Belo Horizonte: Tessitura, 2007, p. 19-35.
DUARTE, Rodrigo. O tema do fim da arte na estética contemporânea, In: PESSOA, Fernando (org.). Arte no Pensamento Contemporâneo, p. 377-414. Seminários Internacionais: Museu Vale do Rio Doce, 2006.
DUARTE, Rodrigo. Teoria Crítica da Indústria Cultural. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.
JIMENEZ, Marc. O que é estética? [Qu’est-ce que l’esthétique] Tradução de Fúlvia M. L. Moretto. Revisão Técnica de Álvaro L. M. Valls. São Leopoldo: Editora Unisinos, 1999.
JIMENEZ, Marc. Para ler Adorno. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.
TIBURI, Márcia. Uma outra história da Razão e outros ensaios. São Leopoldo: UNISINOS, 2003.
Publicado
30-05-2020
Como Citar
FIANCO, F. Arte e Sociedade em "Teoria Estética" de Theodor Adorno. ARJ – Art Research Journal / Revista de Pesquisa em Artes, v. 7, n. 1, 30 maio 2020.