A fórmula do amor: figurativizações do "páthos" em ninfas antigas e contemporâneas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36025/arj.v9i1.29350

Palavras-chave:

Pathosformeln, Engrama, Semiótica discursiva, Mulher, Saia e vestido

Resumo

A fórmula de páthos, um dos principais conceitos elaborados por Aby Warburg, consiste em figurativizações canônicas da exterioridade dos corpos, retomadas da Antiguidade pelo Renascimento, e que remetem à interioridade afetada por uma paixão. O historiador especificou o páthos do ciúmes e do herói, mas não chegou a denominar o páthos observado nas ninfas de vestes e cabelos esvoaçantes por ele analisadas em obras de Sandro Botticelli. Este artigo propõe que, nestas ninfas, o páthos é o do amor. A proposição se justifica pela presença de uma isotopia figurativa do amor nas obras de Botticelli e nas que influenciaram o pintor, conforme o trabalho mostra ao descrever e detalhar o percurso metodológico seguido por Warburg. O artigo exercita ainda a identificação da fórmula do amor em ninfas de manifestações contemporâneas e discute a ambivalência dos sentidos desta fórmula: o amor como sobredeterminação do prazer e do perigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Baggio, Pesquisadora independente

Adriana Tulio Baggio é pesquisadora independente e trabalhadora editorial em Curitiba, Brasil. Desenvolve atualmente uma investigação histórico-literária sobre o De mulieribus claris, de Giovanni Boccaccio, no âmbito de estágio pós-doutoral do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná.

Referências

BAGGIO, Adriana Tulio. Significações do corpo (in)vestido em uma publicidade de absorvente feminino. In: CONGRESSO MUNDIAL DE COMUNICAÇÃO IBERO-AMERICANA, 1., 2011, São Paulo. Anais eletrônicos… São Paulo: Confibercom, 2011. Disponível em: https://www.academia.edu/44194651/Significações_do_corpo_in_vestido_em_uma_publicidade_de_absorvente_feminino. Acesso em: 29set. 2020.

Baggio, Adriana Tulio.Mulheres de saia na publicidade: regimes de interação e de sentido na construção e valoração de papéis sociais femininos. 2014. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica) — Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=18005. Acesso em: 29 set. 2020.

BAGGIO, Adriana Tulio; LUZ, Nanci Stancki da. A impunidade do assédio sexual de rua: um vácuo jurídico sustentado pela cultura da violência contra a mulher. In: BERTOTTI, Bárbara Mendonça et al. (org.). Gênero e resistência, volume 2: memórias do II Encontro de Pesquisa por/de/sobre Mulheres. Porto Alegre: Editora Fi, 2019. Disponível em: https://www.editorafi.org/524resistencia. Acesso em: 29 set. 2020.

BAGGIO, Adriana Tulio. A Pathosformel do amor e sua afluência em certas figurações do amor heterossexual contemporâneo. Apresentação no Simpósio Warburg 2019. Buenos Aires, 2019.

BARROS, Ana Taís Martins Portanova. A saia de Marilyn: do arquétipo ao estereótipo nas imagens midiáticas. E-Compós, v. 12, n. 1, p. 1-17, 22 jun. 2009. Disponível em: https://doi.org/10.30962/ec.365. Acesso em: 24 dez. 2019.

BERTRAND, Denis. Caminhos da semiótica literária. Tradução Grupo Casa (Unesp Araraquara). Bauru: Edusc, 2003.

BURUCÚA, José Emilio; CASAZZA, Roberto; KWIATKOWSKI, Nicolás; RUVITUSO, Federico; SZIR, Sandra. Ninfas, serpientes, constelaciones. La teoría artística de Aby Warburg. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Museo Nacional de Bellas Artes; Ministerio de Educación, Cultura, Ciencia y Tecnología, Secretaría de Gobierno de Cultura, 2019. Disponível em: <https://www.bellasartes.gob.ar/publicaciones/ninfas-serpientes-constelaciones-la-teoria-artistica-de-aby-warburg/>. Acesso em: 24 dez. 2019.

BURUCÚA, José Emilio; KWIATKOWSKI, Nicolás. Aby Warburg, historiador del arte y científico de la cultura. In: BURUCÚA, José Emilio; CASAZZA, Roberto; KWIATKOWSKI, Nicolás; RUVITUSO, Federico; SZIR, Sandra. Ninfas, serpientes, constelaciones. La teoría artística de Aby Warburg. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Museo Nacional de Bellas Artes; Ministerio de Educación, Cultura, Ciencia y Tecnología, Secretaría de Gobierno de Cultura, 2019. p. 8-15. Disponível em: <https://www.bellasartes.gob.ar/publicaciones/ninfas-serpientes-constelaciones-la-teoria-artistica-de-aby-warburg/>. Acesso em: 24 dez. 2019.

FEATHERSTONE, Liza. Bad Romance. Jacobin Magazine. New York, 30 nov. 2018. Disponível em: <https://www.jacobinmag.com/2018/11/women-better-sex-under-socialism-review?fbclid=IwAR1yvdo0HjeZlPUnRs0k4_5qrVkPPqqy2jp-Hl5wbApsjTLPW7_fYc3bmFY>. Acesso em: 24 dez. 2019.

GINZBURG, Carlo. Medo, reverência, terror: quatro ensaios de iconografia política. Tradução Federico Carotti, Júlio Castañon Guimarães e Joana Angélica d'Avila Melo. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

LEBRUN, Gérard. O conceito de paixão. In: NOVAES, Adauto (org.). Os sentidos da paixão. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p. 12-32.

SAMAIN, Etienne. Aby Warburg. Mnemosyne. Constelação de culturas e ampulheta de memórias. In: SAMAIN, Etienne (org.). Como pensam as imagens. Campinas: Editora da Unicamp, 2012.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. Organizado por Charles Bally e Albert Sechehaye. Prefácio à edição brasileira de Isaac Nicolau Salum. Tradução de Antônio Chelini, José Paulo Paes e Izidoro Blikstein. 28. ed. São Paulo: Cultrix, 2012.

SZIR, Sandra. La ninfa. In: BURUCÚA, José Emilio; CASAZZA, Roberto; KWIATKOWSKI, Nicolás; RUVITUSO, Federico; SZIR, Sandra. Ninfas, serpientes, constelaciones. La teoría artística de Aby Warburg. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Museo Nacional de Bellas Artes; Ministerio de Educación, Cultura, Ciencia y Tecnología, Secretaría de Gobierno de Cultura, 2019. p. 24-45. Disponível em: <https://www.bellasartes.gob.ar/publicaciones/ninfas-serpientes-constelaciones-la-teoria-artistica-de-aby-warburg/>. Acesso em: 24 dez. 2019.

TREVISAN, Dalton. O vampiro de Curitiba. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965.

WAIZBORT, Leopoldo. Apresentação. In: WARBURG, Aby. Histórias de fantasmas para gente grande: escritos, esboços e conferências. Organização Leopoldo Waizbort. Tradução Lenin Bicudo Barbara. São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 7-22.

WARBURG, Aby. Dürer e a Antiguidade italiana. In: WARBURG, Aby. Histórias de fantasmas para gente grande: escritos, esboços e conferências. Organização Leopoldo Waizbort. Tradução Lenin Bicudo Barbara. São Paulo: Companhia das Letras, 2015a. p. 87-97.

WARBURG, Aby. O nascimento de Vênus e A primavera de Sandro Botticelli. In: WARBURG, Aby. Histórias de fantasmas para gente grande: escritos, esboços e conferências. Organização Leopoldo Waizbort. Tradução Lenin Bicudo Barbara. São Paulo: Companhia das Letras, 2015b. p. 27-86.

Downloads

Publicado

28-07-2022 — Atualizado em 27-09-2022

Versões

Como Citar

TULIO BAGGIO, A. A fórmula do amor: figurativizações do "páthos" em ninfas antigas e contemporâneas. ARJ – Art Research Journal: Revista de Pesquisa em Artes, [S. l.], v. 9, n. 1, 2022. DOI: 10.36025/arj.v9i1.29350. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/artresearchjournal/article/view/29350. Acesso em: 7 out. 2022.