Os rios e a cidade

espaço, sociedade e as políticas públicas em relação ao saneamento básico em Belo Horizonte, 1964 – 1973

Autores

  • Yuri Mello Mesquita

Palavras-chave:

História Ambiental, Belo Horizonte, Rios, Políticas Públicas

Resumo

Através do estudo das canalizações dos rios de Belo Horizonte, percebemos a importância da relação do homem com a natureza nos ambientes urbanos. Elementos naturais dentro da cidade podem adquirir inúmeros significados afetivos, urbanísticos, de referência, sociais e políticos. As canalizações fizeram parte de um projeto desenvolvimentista que transformou o automóvel no protagonista dos projetos urbanísticos da cidade, onde os rios, já poluídos por esgoto e dejetos de todos os tipos, foram sendo erradicados do cenário urbano para a ampliação da malha asfáltica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yuri Mello Mesquita

Bacharel em História pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Arquivos adicionais

Publicado

09-06-2010

Como Citar

MESQUITA, Y. M. Os rios e a cidade: espaço, sociedade e as políticas públicas em relação ao saneamento básico em Belo Horizonte, 1964 – 1973. Revista Espacialidades, [S. l.], v. 3, n. 02, p. 01–30, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/espacialidades/article/view/17658. Acesso em: 4 fev. 2023.