CUIDADO, BRANQUITUDE E INTERDEPENDÊNCIA

Responsabilidades em tempos de isolamento social

  • Daniela Dalbosco Dell'Aglio UFRGS
  • Paula Sandrine Machado UFRGS

Resumo


Esse artigo parte de reflexões e análises durante o período de isolamento social devido à pandemia da Covid-19 de forma a pensar como que o cuidado é atuado nesse período onde as mulheres se veem no contexto do “trabalhar em casa”. Julga-se necessário falar da especificidade da branquitude de maneira a desnaturalizar a neutralidade do ser mulher, pontuando que enxergar esse fenômeno apenas por uma ótica da “divisão sexual do trabalho” invisibiliza as relações de opressão e privilégios que faz uma rede de cuidados ser possível. Articulamos com o conceito de interdependência, para refletir que para o sistema se manter e o cuidado acontecer, tarefas tendem a ser delegadas, eximindo-se de responsabilidades mesmo em contextos de pandemia. Concluímos que é mais que necessário reorganizar redes de modo que a responsabilidade coletiva exista no cotidiano para além dos tempos de crise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Dalbosco Dell'Aglio, UFRGS

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (2012), especialização em "Instituições em Análise" pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2014) e mestrado em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2016). Atualmente é doutoranda do programa de pós-graduação em Psicologia Social e Institucional da UFRGS. Seus temas de interesse perpassam áreas dos estudos de gênero, feminismos e cuidado.

Paula Sandrine Machado, UFRGS

Possui graduação em Psicologia, mestrado e doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora adjunta do Departamento de Psicologia Social e Institucional do Instituto de Psicologia da UFRGS. Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional (PPGPSI/UFRGS) e professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS/UFRGS). Coordenadora adjunta do Núcleo de Pesquisa em Sexualidade e Relações de Gênero (NUPSEX/UFRGS) e do Centro de Referência em Direitos Humanos: Relações de Gênero, Diversidade Sexual e Raça (CRDH/UFRGS). Integrante do Núcleo de Pesquisa em Antropologia do Corpo e da Saúde (NUPACS/UFRGS). Suas pesquisas são voltadas para os seguintes temas: gênero, sexualidade, corpo, intersexualidades, transexualidades, processos de medicalização e estudos da ciência e da tecnologia.

Publicado
01-09-2020
Como Citar
DALBOSCO DELL’AGLIO, D.; MACHADO, P. S. CUIDADO, BRANQUITUDE E INTERDEPENDÊNCIA. Revista Inter-Legere, v. 3, n. 28, p. c20892, 1 set. 2020.
Seção
DOSSIÊ A PANDEMIA DE COVID-19 NA VIDA DE MULHERES