INCÓGNITAS ESTRATÉGICAS

rumo a uma sociologia da ignorância

Resumo


Ao desenvolver uma agenda para o estudo social da ignorância, este artigo apresenta a sociologia das incógnitas estratégicas: a investigação das formas multifacetadas pelas quais a ignorância pode ser aproveitada como um recurso, permitindo que o conhecimento seja defletido, obscurecido, escondido ou ampliado de uma maneira que amplia a extensão do que permanece ininteligível. Em contraste com as preocupações teóricas que fundamentam o estudo da acumulação de conhecimento, o foco na importância de incógnitas estratégicas resiste à tendência de valorizar o conhecimento ao invés da ignorância, ou pressupor que a aquisição de mais conhecimento está relacionado de forma automática ou linear à obtenção de mais poder social ou político. Ao refinar e desafiar a suposição de que as sociedades liberais modernas inevitavelmente prosperam no acúmulo de informações sobre as personas públicas, psiques privadas, hábitos de consumo ou tendências políticas dos cidadãos, os artigos nesta edição especial exploram como o cultivo de incógnitas estratégicas continuam a ser um recurso - talvez o maior recurso - para aqueles em uma posição de poder e para aqueles sujeitos a ele.

Palavras-chave: sociologia da ignorância; incógnitas estratégicas; ambiguidade; risco; incerteza.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
18-11-2020
Como Citar
MCGOEY, L. INCÓGNITAS ESTRATÉGICAS. Revista Inter-Legere, v. 3, n. 29, p. c23359, 18 nov. 2020.