“A TERRA É PLANA”

O OBSCURANTISMO CÍNICO DOS NEGACIONISTAS

Resumo


O negacionismo anti-ciência dos nossos dias é claramente praticante de um obscurantismo que não pode ser pensado como sendo o fenômeno do obscurantismo como conhecido na história social até aqui. Sendo da ordem de racionalizações deliberadas de irracionalismos e dedicado a uma pauta política influente, somente pode ser compreendido – e designado por seu justo título – como um obscurantismo cínico. O exemplo da afirmação burlesca que “a terra é plana” é quase uma caricatura desse cinismo que milita pela negação do conhecimento científico, mas igualmente serve de metáfora suprema da opção dos negacionistas por tentar desautorizar e invalidar o pensamento teórico-filosófico-científico por qualquer que seja a via. Mesmo quando certas vias sejam elas mesmas pseudociências, opinião ignorante, retórica ideológica anti-intelectualista e anti-ciência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alipio de De Sousa Filho, Instituto Humanitas - UFRN

Professor Titular de Teoria Social do Instituto Humanitas/UFRN e professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia (Ética e Filosofia Política)/UFRN, é doutor em Sociologia pela Universidade de Paris-Sorbonne (2000). Diretor do Humanitas - Instituto de Estudos Integrados/UFRN (2019-2022), foi criador, em 2007, da revista Bagoas: estudos gays (EDUFRN) e seu editor até 2019. Entre outros trabalhos, é autor dos livros Medos, mitos e castigos (Cortez, 1995; 2001) Responsabilidade intelectual e ensino universitário (EdUFRN, 2000), Les métissages brésiliens (Paris, PUS, 2003), Brésil: Terre des métissages (Saarbrücken, Presses Universitaires Europeennes, 2011), Tudo é construído! Tudo é revogável! A teoria construcionista crítica nas ciências humanas (Cortez Editora, 2017; com tradução para o inglês, publicada pela editora Peter Lang, Oxford, 2019), coorganizador e autor de capítulo do livro Cartografias de Foucault (Autêntica, 2008) e coautor do livro Que é ideologia? (Lisboa, Escolar Editora, 2016), autor de artigos e ensaios publicados em periódicos ou como capítulos de livros, resultados de estudos e participações em congressos nacionais e internacionais. Principal atuação: Teoria Construcionista Crítica; Desconstrucionismo Crítico; Teoria da Ideologia; Teoria da Sujeição e da Dessujeição; Filosofia Política e Ética do Reconhecimento (Direitos Humanos; Estudos Gays)

Publicado
20-12-2020
Como Citar
DE SOUSA FILHO, A. DE. “A TERRA É PLANA”. Revista Inter-Legere, v. 3, n. 29, p. c23426, 20 dez. 2020.
Seção
DOSSIÊ CRÍTICA DA RAZÃO CIENTÍFICA: SOCIOLOGIAS DO (DES)CONHECIMENTO