PENTECOSTALISMO E PÓS-PENTECOSTALISMO

Autores

  • Francisco Jean Carlos da Silva

Resumo

A trajetória do movimento pentecostal assume novas configurações no atual quadro da
religiosidade brasileira. Possivelmente o pentecostalismo surgiu com a ocorrência do
“falar em línguas”, em Topeka, na virada do século ou em Los Angeles, em 1906. A cura
divina, batismo do Espírito Santo, doutrina do pré-milenismo e a chama do “falar em línguas” constituíram as principais marcas deste movimento, sendo a última uma marca 

distintiva para promoção ardente de suas doutrinas. Este ensaio tenta compreender a
tipologia do pentecostalismo fundamentado na idéia de que esse movimento configura
três momentos: o pentecostalismo clássico; deuteropentecostalismo, e o pós-pentecostalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-12-2013

Como Citar

SILVA, F. J. C. da. PENTECOSTALISMO E PÓS-PENTECOSTALISMO. Revista Inter-Legere, [S. l.], n. 2, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/interlegere/article/view/4870. Acesso em: 12 jul. 2024.