TÉCNICA SEMIDIRETA: ABORDAGEM PRÁTICA E EFICAZ PARA RESTAURAÇÃO EM DENTES POSTERIORES

  • Renata Vasconcelos Monteiro Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
  • Carolina Mayumi Cavalcanti Taguchi Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
  • Sylvio Monteiro Junior Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
  • Jussara Karina Bernardon Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Palavras-chave: Restauração dentária permanente, Estética dentária, Falha de restauração dentária

Resumo


Introdução: Embora as restaurações diretas tenham boas propriedades mecânicas, quando utilizadas sem indicação em cavidades amplas ficam susceptíveis a fratura e ao desgaste. Nesses casos, o ideal é que sejam feitas restaurações indiretas do tipo inlay ou onlay, entretanto o custo da etapa laboratorial das restaurações indiretas limitam a realização dessa técnica. Para tentar minimizar o custo e melhorar as propriedades da técnica direta existe as restaurações semidiretas. Objetivo: Descrever na forma de um caso clínico a confecção de uma restauração do tipo onlay pela técnica semidireta. Relato de caso: Paciente compareceu a clínica odontológica para substituição de restauração insatisfatória no elemento 46. O tratamento de escolha foi substituição da restauração de resina composta por uma restauração do tipo onlay. A técnica semidireta foi eleita para confecção da restauração, uma vez que agrega as vantagens das técnicas direta e indireta, com um menor custo operacional e tempo de execução. Considerações finais: a técnica semidireta é uma opção de tratamento para restaurações em dentes posteriores, com menor custo para o paciente e pode ser seguramente indicada em cavidades amplas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Vasconcelos Monteiro, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Doutoranda em odontologia, Departamento de Dentística, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Carolina Mayumi Cavalcanti Taguchi, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Doutoranda em odontologia, Departamento de Dentística, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Sylvio Monteiro Junior, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Professor Doutor, Departamento de Dentística, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Jussara Karina Bernardon, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.
Professora Doutora, Departamento de Dentística, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil

Referências

  • Referências

  • Astvaldsdottir A, Dagerhamn J, van Dijken JW V, Naimi-Akbar A, Sandborgh-Englund G, Tranaeus S, et al. Longevity of posterior resin composite restorations in adults - A systematic review. J Dent. 2015;43(8):934–54.

  • Kemaloglu H, Pamir T, Tezel H. A 3 year randomized clinical trial evaluating two different bonded posterior restorations : Amalgam versus resin composite. Eur J Dent. 2016;16–22.

  • Krämer N, Reinelt C, Richter G, Petschelt A, Frankenberger R. Nanohybrid vs. fine hybrid composite in Class II cavities: Clinical results and margin analysis after four years. Dent Mater. 2009;25(6):750–9.

  • Opdam NJM, van de Sande FH, Bronkhorst E, Cenci MS, Bottenberg P, Pallesen U, et al. Longevity of Posterior Composite Restorations: A Systematic Review and Meta-analysis. J Dent Res. 2014; 93(10):943–9.

  • Spreafico RC, Krejci I, Dietschi D. Clinical performance and marginal adaptation of class II direct and semidirect composite restorations over 3.5 years in vivo. J Dent. 2005; 33(1):499–507.

  • Ferracane JL. Resin composite--state of the art. Dent Mater. 2011;27(1):29–38.

  • Higashi C, Arita C, Gomes JC, Hirata R. Estágio atual das resinas indiretas. In: Pro-odonto/ Estética - Programa de Atualização em Odontologia Estética. 2007. p.1-48.

  • Felippe LA, Baratieri LN, Monteiro-Junior S, Andrada MAC, et al. Restaurações indiretas em posteriors com inlays e onlays de resina composta. RGO. 2002; 50(4): 231-36.

  • Alharbi A, Rocca GT, Dietschi D, Krejci I. Semidirect Composite Onlay With Cavity Sealing : A Review of Clinical Procedures. J esthet and restor dent. 2014;26(2):97–106.

  • Leirskar J, Henaug T, Thoresen NR, Nordbù Ê. Clinical performance of indirect composite resin inlays / onlays in a dental school : observations up to 34 months. Acta Odontologica Scandinavica. 1999; 57(4):216-20.

  • Marques S, Guimarães MM. Técnica semidireta como opção restauradora para dentes posteriores. Rev Dental Press Estét. 2015;12(2):40–9.

  • Tonolli G, Hirata R. Técnica de restauração semi-direta em dentes posteriores – uma opção de tratamento. Rev assoc paul cir dente. 2010;(1):90–6.

  • Nedeljkovic I, Teughels W, De Munck J, Van Meerbeek B, Van Landuyt KL. Is secondary caries with composites a material-based problem ? Dent Mater. The Academy of Dent Mater; 2015;31(11):e247–77.

  • Dennison JB, Sarrett DC. Prediction and diagnosis of clinical outcomes affecting restoration margins. J Oral Rehabil. 2012; 39:311-18.

  • Tay FR, Wei SH. Indirect Posterior Restorations Using a New Chairside microhybrid Resin Composite System. J Adhesive Dent. 2001;3:89–100.

  • Wendt SL. The effect of heat used as a secondary cure upon the physical properties of three composite resins . I . Diametral tensile strength, compressive strength, and marginal dimensional stahility. Quintessence int. 1987;18(4):265–72.

  • Asmussen E, Peutzfeldt A. Mechanical properties of heat treated restorative resins for use in the inlay / onlay technique. Scand J Dent Res.1990; 98: 564-7.

  • Junior AS, Rodrigues-Junior AS, Ferracane, JL, Bona AD. Influence of surface treatments on the bond strength of repaired resin composite restorative materials. Dent Mater. 2009; 25(4):442-51.

  • Papacchini F, Sadek FT. Composite-to-Composite Microtensile Bond Strength in the Repair of a Microfilled Hybrid Resin : Effect of Surface Treatment and Oxygen Inhibition. J Adhesive Dent. 2007;9(1):25–32.

  • Dijken JWV Van. Direct resin composite inlays/onlays : an 11 year follow-up. J Dent. 2000;28:299–306.

Publicado
10-07-2017
Como Citar
MONTEIRO, R. V.; TAGUCHI, C. M. C.; MONTEIRO JUNIOR, S.; BERNARDON, J. K. TÉCNICA SEMIDIRETA: ABORDAGEM PRÁTICA E EFICAZ PARA RESTAURAÇÃO EM DENTES POSTERIORES. Revista Ciência Plural, v. 3, n. 1, p. 12-21, 10 jul. 2017.
Seção
Artigos