Avaliação pelos Pares

A Revista Ciência Plural adota o sistema de revisão pelos pares duplo-cego (double blind peer-review). O processo de avaliação dos manuscritos submetidos é todo feito pelo sistema eletrônico da revista, de modo que os autores que submeteram têm como consultar o andamento do processo. 

Os manuscritos selecionados na pré-análise são submetidos à avaliação de revisores/especialistas na temática abordada. Os pareceres são analisados pelos editores científicos, que propõem ao Editor Chefe a aprovação ou não do manuscrito.

PROCESSO DE AVALIAÇÃO

Ver Fluxo Editorial

01 - Após o recebimento do manuscrito, é feita uma avaliação preliminar em relação a plágio e normalização;

02 - Caso o manuscrito não seja aprovado nessa fase, ele é devolvido ao autor e o artigo é rejeitado e arquivado, podendo o autor, após os ajustes, submetê-lo novamente. Caso seja aprovado, passa-se ao próximo passo;

03 - A submissão é designada a editora da revista, que fica responsável pelo processo de avaliação do artigo;

04 -  O editor designará os pareceristas para a avaliação cega do texto, que podem ser do corpo editorial e/ou ad hoc. Os pareceristas serão escolhidos segundo a sua especialidade acadêmica;

05 - Caso haja discrepâncias nos pareceres (por exemplo, um paracerista aprova o texto e outro o rejeita), o editor responsável designará um terceiro parecerista para avaliar a submissão;

06 - Após os pareceres dos avaliadores, os editores tomarão uma decisão editorial sobre o texto e enviarão uma mensagem de e-mail de notificação ao(s) autor(es).

Esse processo de avaliação, que corresponde ao momento da submissão até a decisão editorial, correspondendo ao período estipulado pela CAPES.