ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA NO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL

  • Janayna Rodrigues de Morais Luz Professora da Universidade Estadual da Paraíba
  • Paulo Roberto Nóbrega Cavalcante Universidade Federal da Paraíba e Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN
  • José Ribamar Marques de Carvalho UFCG

Resumo

Nas últimas décadas a temática em torno das questões que permeiam o meio ambiente se constituiu um dos assuntos relevantes dentro das muitas discussões no contexto das organizações. Nesse sentido, o objetivo dessa pesquisa se concentra em identificar as estratégias empresariais adotadas pelos gestores do setor de construção civil da cidade de Campina Grande, PB, em relação à qualidade ambiental e produção mais limpa. Para tanto, foi realizada uma pesquisa exploratória e descritiva, através de um questionário estruturado, junto a uma amostra de 41 empresas de um total de 67 organizações. O tipo de amostragem adotada foi a não probabilística e por acessibilidade. Os resultados evidenciam as estratégias mais usuais no sentido de obter a P+L, dentre elas, o treinamento de funcionários e a melhoria tecnológica. No entanto, boa parte dos respondentes não utiliza nenhuma técnica de P+L. Quanto ao tratamento dos resíduos da produção foi possível identificar que estão sendo destinados para o lixão da cidade. Apenas uma empresa utiliza tratamento dos entulhos em projetos paisagísticos, não obstante a estratégia mais relevante utilizada pelos gestores foi racionalização construtiva. Com tais resultados pode-se inferir e reconhecer que as estratégias adotadas pelos gestores do segmento estudado necessitam de uma redefinição, uma vez que o nível de competitividade de uma empresa depende de um conjunto de fatores, que se inter-relacionam dentro de questões econômicas, sociais e ambientais.

Palavras-chave: Qualidade Ambiental. Produção Mais Limpa. Setor de Construção Civil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janayna Rodrigues de Morais Luz, Professora da Universidade Estadual da Paraíba
Mestre em Ciências Contábeis. Professora da UEPB.
Paulo Roberto Nóbrega Cavalcante, Universidade Federal da Paraíba e Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN
Dr. em Ciências Contábeis. Professor da UFPB.
José Ribamar Marques de Carvalho, UFCG
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais da UFCG (Conceito Qualis 5). Mestre em Ciências Contábeis pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da UnB/UFPB/UFPE/UFRN (2007). Professor do Curso de Ciências Contábeis do CCJS da Universidade Federal de Campina Grande. Atualmente está afastado das atividades docentes para cursar o doutoramento com dedicação exclusiva. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Contabilidade - UACC/UFCG. É pesquisador do Grupo de Otimização da Água - CCT/UFCG. Atua nas seguintes linhas de pesquisa: Contabilidade para Usuários Externos e Internos. Ensino e Pesquisa em Contabilidade. Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente. Indicadores de Desempenho. Planejamento e Otimização de Recursos Hídricos.
Publicado
03-07-2014
Como Citar
LUZ, J. R. DE M.; CAVALCANTE, P. R. N.; MARQUES DE CARVALHO, J. R. ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA NO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 6, n. 2, p. 18-35, 3 jul. 2014.
Seção
ARTIGOS