Mascaramento – Um espelhamento de forças

  • Melissa dos Santos Lopes Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
Palavras-chave: devir, espelhamento de forças, márcara, processo de criação

Resumo

O presente texto aborda a noção de mascaramento apoiando-se na ideia de espelhamento de forças, conceito elaborado pelo filósofo português José Gil. Ao partir da ideia de que a máscara é um devir, entende-se que ao vestir a máscara, o ator deixa de ser, para estar em passagem. Quando colocada sobre o rosto, sua influência no corpo pressupõe uma série de composições gestuais. A geometria apontada pelo objeto-máscara desenha paisagens no espaço por meio do corpo e do jogo que o ator estabelece com outros atores durante o processo criativo. [...] São esses princípios organizadores, suas forças de composição que atuam em esferas da percepção que parecem escapar do seu âmbito de reconhecimento na mesma medida em que lhes oferecem possíveis vetores de significação. A recepção e troca afetiva que se dá nesse processo de propagar formas, sensações e vibrações, é que pode tornar essa experiência cênica autônoma e singular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melissa dos Santos Lopes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

É atriz-pesquisadora formada pelo Teatro Escola Célia Helena (profissionalizante), de 1994-1996 e pelo Curso de Bacharelado em Teatro, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), de 1998-2001. Doutora pelo Programa de Pós Graduação do Curso Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) , onde também realizou seu mestrado (2006). Entre 2012 e 2013 realizou parte de seu doutorado na Universidade Nova de Lisboa, em Portugal (bolsa BEPE/FAPESP de estágio no exterior). Professora e atual coordenadora do Curso de Licenciatura em Teatro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (DEART/UFRN). Também atua como docente do Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas (PPGArC/UFRN). Integra os Grupos de Pesquisa CIRANDAR (UFRN), LUME - Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais da UNICAMP e LAPA - Laboratório de Pesquisa em Atuação, da UFMG. Atua principalmente nos seguintes temas: memória, micropercepções, mímesis corpórea, Stanislavski e Máscara. Participa como atriz-colaboradora de espetáculos do Grupo Matula Teatro (Campinas/SP), em que foi uma das fundadoras e atuou por 16 anos. Já realizou diversas atividades artísticas com a comunidade: teatro para moradores de rua, sanitaristas de Cabo Verde (África), líderes do Orçamento Participativo de Campinas, mulheres que vivem na periferia de Campinas, mulheres do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Referências

CHAUÍ, Marilena. Desejo, paixão e ação na ética de Espinosa. São Paulo. Companhia das Letras, 2011.

FERRACINI, Renato. Ensaios de Atuação. São Paulo: Perspectiva: Fapesp,2013.

FÉRAL, Josette. Encontros com Ariane Mnouchkine: erguendo um monumento ao efêmero. São Paulo: Editora Senac São Paulo: Edições SESC SP,2010.

GIL, José. Transcrição Palestra José Gil. Ilinx. LUME – UNICAMP, Campinas, n.1, 2012.

_____. A Imagem-Nua a as Pequenas Percepções: Estética e Metafenomenologia. Lisboa: Relógio D´Água, 2005.

GODINHO, Ana. Posse dos Encontros. Revista Ilinx. LUME – UNICAMP, Campinas, n.3, 2012.

LECOQ, Jacques. O Corpo Poético: Uma pedagogia da criação teatral. Trad. Marcelo Gomes. São Paulo: Editora Senac São Paulo: Edições SESC SP, 2010.

LOPES, Melissa dos Santos. Território Cênico de Encontros Íntimos. Tese defendida no Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena. Campinas: Instituto de Artes UNICAMP,2014.

PELBART, Peter Pál. Elementos para uma cartografia da grupalidade. Revista Próximo Ato 2006. Disponível em: http://www.itaucultural.org.br/proximoato/pdfs/teatro%20coletivo%20e%20teatro%20politico/peter_pal_pelbart.pdf.

RABELO, Antonio Flávio. Cartografia do Invisível: paradoxos do corpo-em-arte. Tese de doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, da Universidade Estadual de Campinas. Orientação do Prof. Dr.Renato Ferracini. Campinas: 2014.

RICHARDS, Thomaz. Al lavoro con Grotowski sulle Azioni Fisiche. Milano: Ubulibri, 1997.

ROLNIK, Suely. Cartografia Sentimental: Transformações Contemporâneas do Desejo. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2011.

VIANNA, Tiche. Para além da commedia dell'arte: a máscara e sua pedagogia. Tese defendida no Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena. Campinas: Instituto de Artes UNICAMP,2017.

Publicado
16-06-2019
Como Citar
LOPES, M. DOS S. Mascaramento – Um espelhamento de forças. ARJ – Art Research Journal / Revista de Pesquisa em Artes, v. 6, n. 1, 16 jun. 2019.