Jogo de Encontros: a experiência do Personne

Autores

  • Fernando Iazzetta Universidade de São Paulo
  • Rodolfo Caesar Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
  • José Augusto Mannis Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
  • Alexandre Fenerich Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF
  • Lílian Campesato Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.36025/arj.v2i1.7029

Palavras-chave:

Symphonie pour un homme seul, Personne, música experimental, criação e performance, criação coletiva

Resumo

Este texto traz uma reflexão acerca do trabalho do Personne, uma reunião de artistas interessados na produção de trabalhos que envolvem o repertório da música contemporânea e das artes sonoras, em sua articulação com outras formas artísticas. O grupo nasceu do projeto de transcriação da Symphonie pour un homme seul, obra referencial da musique concrète, para uma versão instrumental. Neste projeto e nos trabalhos subsequentes, transparece a criação voltada para a experimentação, no sentido de uma exploração da prática de cada um de seus integrantes, sem que haja qualquer desejo ou tentativa de formalizar essa prática. Assim, o texto apresenta as reflexões e indagações de cinco integrantes do Personne que, partindo dos próprios trabalhos do grupo, acabam por projetar suas concepções críticas em relação à música e às artes sonoras em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENJAMIN, Walter. “O Autor como Produtor” In: Magia e Técnica, Arte e Política – Ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Editora Brasiliense, 2012 (8º edição).

FLUSSER, Vilém. Fenomenologia do Brasileiro: em busca de um novo homem. Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 1998.

FLUSSER, Vilém. O Universo das Imagens Técnicas: o elogio da superficialidade. São Paulo: Anna Blume, 2008.

GADAMER, Hans-Georg. A Atualidade do Belo: a arte como jogo, símbolo e festa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1985.

Publicado

30-06-2015

Como Citar

IAZZETTA, F.; CAESAR, R.; MANNIS, J. A.; FENERICH, A.; CAMPESATO, L. Jogo de Encontros: a experiência do Personne. ARJ – Art Research Journal: Revista de Pesquisa em Artes, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 1–35, 2015. DOI: 10.36025/arj.v2i1.7029. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/artresearchjournal/article/view/7029. Acesso em: 26 set. 2022.