Representações sociais do trabalho e da qualidade de vida para servidores de bibliotecas universitárias

Autores

  • Ana Cristina Cavalcanti Tinoco

DOI:

https://doi.org/10.21680/2447-7842.2016v2n1ID10993

Resumo

As bibliotecas acadêmicas brasileiras se multiplicaram e modernizaram a partir das avaliações obrigatórias do Sistema Federal de Educação Superior. Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o Sistema é composto por 22 bibliotecas. Fatores como gestão tradicional, crenças e valores divergentes, tarefas repetitivas, entediantes, ou desafiadoras, que demandam tecnologias atuais e o funcionamento extenso das bibliotecas são objetos de tensões e conflitos que parecem atingir o trabalho e outras dimensões da vida. As questões da pesquisa se voltaram para compreensões consensuais sobre trabalho e qualidade de vida (QV) dos servidores dessas bibliotecas, para identificar possíveis aproximações entre os fenômenos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-12-2016

Como Citar

TINOCO, A. C. C. Representações sociais do trabalho e da qualidade de vida para servidores de bibliotecas universitárias. BiblioCanto, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 107–109, 2016. DOI: 10.21680/2447-7842.2016v2n1ID10993. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bibliocanto/article/view/10993. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Resumo